Grade E.Q. Unioeste

Grade E.Q. Unioeste

19

ANEXO II - RESOLUÇÃO Nº 295/2006-CEPE.

I - IDENTIFICAÇÃO

CURSO: ENGENHARIA QUÍMICA

CAMPUS: Toledo – Pr

CENTRO: Engenharias e Ciências Exatas

NÚMERO DE VAGAS: 40

TURNO: Integral

LOCAL DE OFERTA: Unioeste / Campus de Toledo

CARGA HORÁRIA: 4445

MODALIDADE

X

BACHARELADO

LICENCIATURA

X

X

ESPECÍFICO REFERENTE À PROFISSÃO

INTEGRALIZAÇÃO

Tempo mínimo: 5 anos

Tempo máximo: 9 anos

COM ÊNFASE EM:

VAGAS:

COM HABILITAÇÃO EM:

VAGAS:

ANO DE IMPLANTAÇÃO: 2009

II – LEGISLAÇÃO

DE AUTORIZAÇÃO E CRIAÇÃO DO CURSO (Decreto, Parecer CEE/PR, Resolução SETI, Resoluções COU/CEPE)

Resolução 007/95 – COU

Parecer nº 076/92 – CEE/PR

Parecer nº 137/94 – CEE/PR

DE RECONHECIMENTO DO CURSO (Decreto ou Portaria, Resolução SETI, Parecer CEE/PR )

Decreto Estadual nº 1065 de 12/07/1999

BÁSICA (Resolução e Parecer do CNE que instituiu as DCN´s do curso; e Legislação que regulamenta a profissão, quando for o caso)

  • Lei de Diretrizes e Bases nº 9394/96;

  • Resolução CNE/CES nº 3/2007 e Parecer CNE/CES nº 261/2007 que dispõe sobre procedimentos a serem adotados quanto ao conceito de hora-aula, e dá outras providências;

  • Resolução CNE/CES nº 2, de 18 de junho de 2007, dispõe sobre carga horária e procedimentos relativos à integralização e duração dos cursos de graduação, bacharelados, na modalidade presencial;

  • Parecer CNE/CES nº 1362/2001 Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Engenharia e Res. CNE/CES 11, de 11 de março de 2002, Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia.

III – ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA

JUSTIFICATIVA

O Curso de Engenharia Química da UNIOESTE/Campus de Toledo, surgiu da necessidade da Universidade contribuir para a dinamização da economia regional, que neste momento passa pela industrialização. Contudo, a industrialização não se instalará em termos competitivos sem o amparo científico tecnológico. O curso de Engenharia Química desde a sua implantação se propõe ser o espaço para a pesquisa e a divulgação de tecnologia que dêem suporte ao desenvolvimento regional.

No início da implantação do Curso de Engenharia Química, o profissional emergente tinha características mais fortes de engenheiro de execução, ou seja, aquele que aplica os métodos e os conhecimentos científicos e tecnológicos para a solução de problemas nesta área.

No entanto, com o decorrer do tempo, verificou-se a necessidade de adequação da estrutura curricular, modernizá-la, tornando os profissionais formados mais preparados para o mercado de trabalho. Pois uma maior abrangência interdisciplinar, fornece todos os recursos intelectuais e científicos ao profissional para que o mesmo seja capaz de exercer bem a sua função.

Desta forma, justifica-se a mudança o projeto político pedagógico, pois, além da adequação da estrutura curricular às normas vigentes teremos uma grade curricular mais moderna e adaptada as necessidades atuais do mercado de trabalho.

HISTÓRICO

O curso de Engenharia Química da Unioeste foi implantado no ano 1995, Parecer 076/92 – CEE/PR Conselho Estadual de Educação, e passou por uma reestruturação na sua estrutura curricular no ano de 2004, sendo que as principais modificações no projeto pedagógico referem-se à concentração das disciplinas do último ano no primeiro semestre do período letivo para viabilizar aos acadêmicos a possibilidade de realizar estágio durante um período maior de tempo, além da inclusão de disciplinas optativas e de formação independente.

Desde a época de implantação do curso de Engenharia Química foram desenvolvidas atividades nas áreas de ensino, pesquisa e extensão. Na pesquisa foram e estão sendo desenvolvidos projetos pelos docentes do curso com a participação dos acadêmicos nas áreas de meio ambiente, alimentos, bioquímica, processos de separação, energia, controle ambiental, modelagem, simulação e controle de processos químicos. Na extensão, a Unioeste tem promovido esporadicamente visitas técnicas dos alunos de segundo grau para conhecer os laboratórios, infra-estrutura e conhecimento da profissão de engenheiro químico. O centro acadêmico, a coordenação e docentes do curso têm promovidos eventos de natureza científica relacionados ao ensino e a pesquisa, tais como: I EPEC - Encontro Paranaense de Engenharia e Ciência, realizado no período: 18 a 22/10/2004, II EPEC – Segundo Encontro Paranaense de Engenharia e Ciência, realizado no período: 20 a 24/08/2007, II Encontro de Ciência Tecnologia e Educação da Região Oeste do Paraná, realizado no período: 02 a 06/02/2003, I Encontro de Ciência Tecnologia e Educação da Região Oeste do Paraná, realizado no período: de 05 a 09/11/2001, I Seminário Regional em Ciência e Tecnologia de Alimentos, realizado no período: 02 a 06/10/2000, Simpósio de: Boas Práticas de Manufatura, realizado no período: 11 a 12/12/1999, além das semanas acadêmicas que são realizadas anualmente. Também têm sido promovidas visitas técnicas em indústrias da região.

As alterações propostas para o PPP a ser implantado em 2009 são motivadas pela necessidade do curso se adaptar à Resolução 345/2005 do CEPE (revogada e substituía pela Res. 287/2008-CEPE) que, em seu artigo 12, parágrafo 2, limita a oferta de disciplinas semestrais em 25 % no máximo.

CONCEPÇÃO, FINALIDADES E OBJETIVOS

O curso visa à formação de profissionais com sólida formação básica e espírito criativo, capaz de contribuir para a reversão do quadro social e econômico em que se encontra o país. De uma forma geral o curso tem também como objetivos:

  • Formar recursos humanos qualificados para a ampliação do desenvolvimento tecnológico da Região Oeste do Paraná e de todo o país;

  • Abrir e ampliar a discussão sobre a questão científica e tecnológica, enfatizando

potencialidades já existentes neste espaço geográfico, econômico e social;

  • Possibilitar, através da extensão universitária, e da integração com instituições

de ensino superior de outros centros, a circulação de modernas teorias e práticas

industriais na área de alimentos;

  • Possibilitar, através da pesquisa, a concepção e o desenvolvimento de novas tecnologias na área e colocá-las a disposição dos setores produtivos.

PERFIL DO PROFISSIONAL - FORMAÇÃO GERAL E ESPECÍFICA

Engenheiro Químico é o profissional apto e capaz de projetar, instalar e operar unidades industriais de transformação de materiais quanto à natureza química. É sempre um profissional prático (engenheiro de execução), que aplica os princípios científicos e de engenharia, visando sempre associar a economia e a qualidade ou qualidade e economia às atividades de seu campo de trabalho. Porém, o curso que forma este tipo de profissional não deve se descuidar de fornecer um bom embasamento teórico porque deve levar em consideração também a formação do engenheiro de concepção ou mesmo o cientista, ou seja, aquele profissional com embasamento teórico refinado, com coeficientes de segurança mais estreitos quanto à aplicação dos princípios científicos para atuar nas áreas da pesquisa de processos e desenvolvimento de novas tecnologias da área, cuja atividade será predominantemente intelectual e multiforme e não de caráter rotineiro.

O engenheiro químico deve ser treinado de modo a poder encarar a operação de todas as fases dos processos industriais.

Avaliando o perfil do profissional, podemos perceber que o curso requer uma grande abrangência interdisciplinar capaz de fornecer todos os recursos intelectuais e científicos ao profissional para que o mesmo seja capaz de exercer bem a sua profissão. Levando em consideração que engenheiro é sempre um profissional voltado à aplicação prática dos conhecimentos, o curso deverá dar mais ênfase às disciplinas de conteúdo aplicado, porém não relegando totalmente ao segundo plano as disciplinas de conteúdo teórico/científico, visto que parte dos profissionais formados são de alguma forma direcionados às áreas de pesquisa, que exigem deste profissional, conhecimentos teóricos mais refinados.

A estrutura curricular de graduação em Engenharia Química deve ser fundamentada em duas coordenadas: a da formação geral (linha horizontal perpassando várias áreas do saber) e a da formação científica (linha vertical de exaustivo conhecimento teórico nas ciências mencionadas).

Significa que a graduação do Engenheiro químico tem que se pautar nessa formação em base científica, porque existem conceitos básicos e equações fundamentais que servem para qualquer área de atuação profissional. Nesse sentido, a especialização numa única área de atuação é possível somente na pós-graduação.

O perfil generalista do engenheiro químico é o de profissional habilitado a exercer atividades de concepção do processo de fabricação do produto, de avaliações econômicas, da geração de dados necessários para implementar processos de produção, desde a montagem da planta industrial, até suas alterações .

Assim sendo, sem descuidar de uma formação básica e universal, que permite uma atuação profissional segura, impõe-se concomitantemente a questão tecnológica, voltada para as necessidades regionais.

A questão tecnológica atualmente deve ser entendida como um compromisso com o desenvolvimento de uma região e de um povo. Entendemos que o curso de Engenharia Química deve ser permeado por uma mentalidade ou aplicabilidade tecnológica voltada às necessidades regionais e estaduais, e assim cumprir sua função social.

METODOLOGIA

Todo começo de ano letivo o Colegiado do Curso de Engenharia Química se reúne para discutir o programa das disciplinas, tendo como parâmetro as experiências didáticas dos anos anteriores, visando suprir as deficiências encontradas. O objetivo desta discussão é que cada professor possa elaborar seus planos de ensino de forma a dar ênfase nos conteúdos que serão pré-requisitos em outras disciplinas. E também visando aplicar os conteúdos de suas disciplinas na resolução de problemas encontrados nas atividades cotidianas do engenheiro químico. Estes planos de ensinos devem ser apreciados pelo colegiado no início de cada ano. Nas disciplinas das áreas de física, química e informática os conteúdos experimentais e teóricos são abordados em conjunto, numa única disciplina. Nas disciplinas profissionalizantes os conteúdos experimentais são desenvolvidos nas disciplinas de Laboratório de Engenharia Química I, II e III. Da mesma forma, no laboratório de informática do curso de Engenharia Química aprende-se a implementar, através da utilização de ferramentas computacionais, os conceitos desenvolvidos nas disciplinas de Simulação, Controle, Termodinâmica e Cálculo Numérico.

AVALIAÇÃO

A avaliação do curso de Engenharia Química fundamenta-se nos seguintes aspectos:

1- Titulação do corpo docente.

2- Infra-estrutura dos laboratórios das áreas básicas (física, química, informática e desenho) e da área profissionalizante.

3- Acervo bibliográfico.

4- Corpo técnico para dar suporte às aulas práticas.

5- Nível de integração dos discentes com os projetos de pesquisa, ensino e extensão desenvolvidos pelo corpo docente.

FORMAS E ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO

A auto-avaliação do curso será feita de forma periódica através de discussões em reunião de colegiado, nas quais se procurará detectar as deficiências do curso e definir quais as medidas necessárias para se corrigir estas deficiências. Como os discentes compõem 30% do colegiado, estes terão ampla oportunidade de participar de forma ativa deste processo de auto-avaliação.

FORMAS DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

A avaliação dos discentes será feita da forma proposta pelos professores em seus planos de ensino, respeitando-se a especificidade de cada disciplina, e estes planos de ensino serão discutidos e aprovados nas reuniões de colegiado, seguindo o regimento da Unioeste.

IV – ESTRUTURA CURRICULAR - CURRÍCULO PLENO

DESDOBRAMENTO DAS ÁREAS/MATÉRIAS EM DISCIPLINAS

Área/Matéria

Código

Disciplinas

C/H

01. De Formação Geral

Forma o perfil nacional, de acordo

com as Diretrizes Curriculares Nacio-

nais

1. Metodologia Científica e Tecnológica

1.1

Introdução a Engenharia Química

68

2. Comunicação e Expressão

3. Informática

3.1

Computação

102

4. Expressão Gráfica

4.1

Desenho

68

5.Matemática

5.1

Cálculo Diferencial e Integral I

170

5.2

Cálculo Diferencial e Integral II

102

5.3

Estatística

68

5.4

Geometria Analítica e Álgebra Linear

102

6.Física

6.1

Física Geral e Experimental I

85

6.2

Física Geral e Experimental II

170

7.Fenômenos de Transporte

7.1

Fenômenos de Transporte I

68

7.2

Fenômenos de Transporte II

170

7.3

Laboratório de Engª Química I

102

8.Mecânica dos Sólidos

8.1

Laboratório de Engª Química II

102

9.Eletricidade Aplicada

9.1

Eletrotécnica

34

10.Química

10.1

Química Geral e Inorgânica

153

11. Ciência e Tecnologia dos Materiais

11.1

Materiais e Utilidades

68

12.Economia

12.1

Análise Técnica e Econômica na Indústria

68

13.Ciências do Ambiente

13.1

Engenharia Ambiental

85

14.Administração

14.1

Administração e Organização Industrial

68

15.Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania

Subtotal

1853

2. De Formação Diferenciada

1.Bioquímica

1.1

Engenharia de Alimentos

68

2.Ergonomia e Segurança no Trabalho

2.1

Engenharia de Segurança

68

3.Físico-Química

3.1

Físico-Química

68

3.2

Termodinâmica

170

3.3

Princípios e Cálculos da Engª Química

68

4.Métodos Numéricos

4.1

Métodos Numéricos Aplicados à Engenharia

102

5.Microbiologia

5.1

Microbiologia Industrial

68

6.Operações Unitárias

6.1

Operações Unitárias A

102

Operações Unitárias B

102

7.Processos Químicos e Bioquímicos

7.1

Engenharia Bioquímica

85

8.Qualidade

8.1

Controle de Qualidade

68

9.Química Analítica

9.1

Química Analítica

136

10.Química Orgânica

10.1

Química Orgânica

170

11.Termodinâmica Aplicada

11.1

Termodinâmica Aplicada

34

12. Ciência dos Materiais

12.1

Resistência dos Materiais

68

13. Controle de Sistemas Dinâmicos

13.1

Controle de Processos

85

14. Instrumentação

14.1

Análise Instrumental

68

15. Modelagem, Análise e Simulação de Sistemas

15.1

Análise e Simulação de Processos

102

16. Processos de Fabricação

16.1

Processos da Indústria Química

68

16.2

Planejamento e Projeto na Indústria Química

68

17. Reatores Químicos e Bioquímicos

17.1

Análise e Cálculo de Reatores

170

17.2

Laboratório de Engª Química III

68

18.1

Optativa I

68

18.2

Optativa II

68

Subtotal

2142

3. Estágio Supervisionado

1.1

Estágio Supervisionado

170

Subtotal

170

4. Trabalho de Conclusão de Curso

1.1

Trabalho de Conclusão de Curso

68

Subtotal

68

5. Atividades Acadêmicas Complementares (mínimo de 5%)

Atividades Acadêmicas Complementares

212

TOTAL DO CURSO

4445

Observações:

1. As áreas, matérias e disciplinas de formação geral devem ser idênticas em, no mínimo, oitenta por cento quando se tratar de um mesmo curso oferecido em mais de um campus.

2. A carga horária das disciplinas de formação diferenciada deverá ser equivalente a, no máximo, cinqüenta por cento da carga horária total do curso.

3. O código das disciplinas poderá ser incluído com uma numeração seqüencial, para posterior codificação pela Diretoria de AssuntosAcadêmicos.

4. As atividades acadêmicas extra-classe, realizadas durante a graduação, correspondem a estudos em biblioteca e em laboratório, preparação de seminários, elaboração de trabalhos e relatórios, freqüência em monitorias, trabalhos individuais ou em grupo, projetos técnicos e outras similares realizadas na Instituição de Ensino, em atendimento às DCNs (Res. CNE/CES nº 3/2007 e Parecer CNE/CES nº 261/2007).

V - DISTRIBUIÇÃO ANUAL DAS DISCIPLINAS

Código

Disciplina

Pré-requisito Código

Carga Horária

Forma de Oferta

Total

Teórica

Prática

APS

PCC

Sem/

Anual

1º ANO

101

Cálculo Diferencial e Integral I

170

170

A

102

Computação

102

68

34

A

103

Desenho

68

68

A

104

Estatística

68

68

A

105

Geometria Analítica e Álgebra Linear

102

102

A

106

Introdução à Engenharia Química

68

68

-

A

107

Química Geral e Inorgânica

153

102

51

A

108

Física Geral e Experimental I

85

51

34

A

Sub-Total

816

629

187

2º ANO

201

Cálculo Diferencial e Integral II

102

102

A

202

Princípios e Cálculos da Engenharia Química

68

68

A

203

Física Geral e Experimental II

101

170

136

34

A

204

Resistência dos Materiais

68

68

A

205

Química Analítica

136

68

68

A

206

Química Orgânica

170

136

34

A

207

Métodos Numéricos Aplicados à Engenharia

101, 105

102

68

34

A

208

Fenômenos de Transporte I

101

68

68

A

209

Eletrotécnica

34

34

S/1

210

Materiais e Utilidades

68

68

A

Sub-Total

986

816

170

3º ANO

301

Análise Instrumental

107

68

51

17

A

303

Físico-Química

107

68

51

17

A

304

Termodinâmica

101

170

136

34

A

305

Fenômenos de Transporte II

170

170

A

306

Administração e Organização Industrial

68

68

A

307

Análise Técnica e Econômica na Indústria

68

68

A

308

Laboratório de Engª Química I

104

102

102

A

310

Microbiologia Industrial

206

68

51

17

A

311

Termodinâmica Aplicada

34

34

S/2

Sub-Total

816

629

187

4º ANO

401

Operações Unitárias A

102

102

A

402

Operações Unitárias B

202

102

102

A

403

Análise e Cálculo de Reatores

101,107

170

170

A

404

Análise e Simulação de Processos

207

102

68

34

A

405

Laboratório de Engª Química II

308

102

102

A

406

Controle de Processos

201, 206

85

68

17

A

407

Processos da Indústria Química

68

68

A

408

Disciplina Optativa I

68

68

S/1

409

Disciplina Optativa II

68

68

S/2

Sub-Total

867

714

153

5º ANO

501

Planejamento e Projeto na Indústria Química

304, 305, 306, 307, 401, 402

68

68

S/1

502

Laboratório de Engª Química III

405

68

68

S/1

503

Engenharia Bioquímica

310

85

85

S/1

504

Engenharia de Segurança

68

68

S/1

505

Engenharia Ambiental

402

85

85

S/1

506

Controle de Qualidade

104

68

68

S/1

507

Engenharia de Alimentos

310, 402

68

68

S/1

508

Estágio Supervisionado

170

-

170

S/2

509

Trabalho de Conclusão de Curso

68

-

68

S/2

Sub-Total

748

442

306

TOTAL DE DISCIPLINAS

4233

3230

1003

Atividades Acadêmicas Complementares

212

TOTAL DO CURSO

4445

Observações:

1. Ao efetuar a matrícula, no início de cada período letivo, o aluno deve, obrigatoriamente, se matricular nas disciplinas reprovadas no(s) período(s) letivo(s) anterior(es), para somente então se matricular nas disciplinas ainda não cursadas.

2. As disciplinas optativas serão oferecidas no inicio de cada período letivo. Dentre estas disciplinas optativas será ofertada a disciplina de Prática Desportiva (não obrigatória) que poderá cursada em qualquer ano do curso.

3. Como regulamento próprio, fica estabelecido que as seguintes disciplinas serão SEMPRE presenciais: Fenômenos de Transporte I e II, Termodinâmica, Termodinâmica Aplicada, Análise e Cálculo de Reatores, Operações Unitárias A e B, em atendimento à Resolução 069/2004, do COU, art. 105, parágrafo 4º.

IX - EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS

1º ANO

Disciplina: Cálculo Diferencial e Integral I

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

170

170

Ementa:

Cálculo diferencial e integral de uma variável real. Noções de números reais. Sistemas de coordenadas cartesianas. Funções, limites e continuidade. Derivadas: definição, regras de diferenciação e aplicações. Integrais: definição, regras de integração e aplicações. Cálculo diferencial e integral de várias variáveis reais: Função, limite, continuidade e derivadas. Sistemas de coordenadas: cartesianas, cilíndricas e esféricas. Gradiente, divergente e rotacional. Integrais duplas e triplas. Teorema de Green, da divergência e de Stokes. Aplicações.

Disciplina: Computação

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

68

34

Ementa:

Noções de informática: hardware e software. Linguagens de programação. Ferramentas para o uso de planilhas eletrônicas e editores gráficos. Desenvolvimento de algoritmos e aplicações genéricas na área de engenharia.

Disciplina: Desenho

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Materiais e técnicas básicas de desenho. Normalização e cotagem. Projeções ortogonais. Vistas auxiliares, cortes e visualização do desenho. Perspectivas isométrica e cavaleira. Desenho de tubulações e instalações industriais. Gráficos, diagramas, fluxogramas e esquemas de processos. Uso de softwares para a elaboração de desenhos.

Disciplina: Estatística

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Conceitos básicos de probabilidade e estatística descritiva. Principais distribuições discretas e contínuas: Binomial, Poisson, Normal, t, F, Chi2. Amostragem. Estimação, teste de hipótese e intervalo de confiança para médias, proporções e variâncias. Regressão e correlação. Análise de variância. Controle estatístico da qualidade. Teoria dos erros. Noções de planejamento experimental.

Disciplina: Geometria Analítica e Álgebra Linear

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

102

Ementa:

Sistemas de Coordenadas cartesianas no R² e R³. Vetores. Produtos vetoriais. Retas. Planos. Distâncias. Cônicas. Superfícies quádricas. Matrizes. Determinantes. Sistemas lineares. Espaços vetoriais. Transformações lineares. Autovetores e autovalores. Diagonalização de operadores. Produto Interno.

Disciplina: Introdução à Engenharia Química

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

O que é Engenharia Química. Importância da Engenharia Química. Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Química. Campos e áreas de atuação do profissional de Engenharia Química. Formação do Engenheiro Químico. História da Indústria Química. História da Engenharia Química. Introdução aos processos de transformação e de separação. Sistemas de unidades e conversão de unidades. Métodos científicos e Tecnológicos. Comunicação científica. Técnicas de redação científica.

Disciplina: Química Geral e Inorgânica

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

153

102

51

Ementa:

Conceito de substância. Fórmulas e equações químicas. Estrutura atômica. Estequiometria. Conceito de ácido e base. Soluções e solubilidade. Noções de cinética e equilíbrio químico. Segurança no laboratório de química. Método científico para a análise de dados experimentais. Utilização de equipamentos básicos de laboratório. Preparação de soluções. Usos das soluções em análises químicas. Práticas demonstrativas de reações e fenômenos químicos. Preparação de alguns compostos Inorgânicos. Estudo dos principais elementos químicos. Ligações Químicas e orbitais moleculares. Introdução à química de coordenação.

Disciplina: Física Geral e Experimental I

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

85

51

34

Ementa:

Medidas físicas e unidades. Sistema Internacional de Unidades. Cinemática da partícula. Princípio da conservação de energia. Leis de Newton. Cinemática e dinâmica da translação. Laboratório: Práticas demonstrativas dos princípios físicos relacionados na ementa.

2º ANO

Disciplina: Cálculo Diferencial e Integral II

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

102

Ementa:

Seqüências e séries. Séries de potências e funções analíticas. Integral imprópria. Polinômios de Legendre. Pontos singulares. Funções de Bessel. Equações diferenciais ordinárias de primeira ordem. Equações diferenciais lineares de ordem n. Equações diferenciais parciais: Método da separação de variáveis. Séries de Fourier. Transformada de Laplace e suas aplicações na solução de equações diferenciais ordinárias e parciais.

Disciplina: Princípios e Cálculos da Engenharia Química

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Balanços de massa em sistemas reacionais e não reacionais. Diagrama de fases de substâncias puras. Propriedades termodinâmicas. Equações de estado de substâncias puras. Balanço de energia.

Disciplina:Física Geral e Experimental II

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

170

136

34

Ementa:

Sistemas de partículas. Conservação do momento Linear. Cinemática e dinâmica de rotação. Dinâmica de corpos rígidos. Gravitação. Oscilações e ondas mecânicas. Carga e Campo elétrico. Energia eletrostática. Potencial elétrico. Capacitância e circuitos de corrente contínua. Campo magnético. Indutância. Oscilações. Circuitos de correntes alternadas. Laboratório: Práticas demonstrativas dos princípios físicos relacionados na ementa.

Disciplina: Resistência dos Materiais

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Características geométricas de figuras planas. Estática. Condições de equilíbrio. Cargas. Vínculos. Reações vinculares. Esforços internos solicitantes. Tensões e deformações nos sólidos elásticos. Análise de peças solicitadas por esforços simples e combinados. Tração, compressão, flexão, cisalhamento, torção e dimensionamento. Aplicações em tubulações e vasos de pressão. Efeito da variação da temperatura.

Disciplina: Química Analítica

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

136

68

68

Ementa:

Introdução ao equilíbrio químico. Equilíbrio químico ácido-base. Cálculo de pH de soluções ácidas, básicas e tampões. Hidrólise. Equilíbrio de solubilidade. Equilíbrio de oxidação-redução. Equilíbrio de complexos e quelatos. Análise qualitativa de cátions e ânions. Introdução à química quantitativa. Teoria de erros e tratamento estatístico de dados. Escolha do método analítico. Teoria dos precipitados. Gravimetria. Titulometria de neutralização. Titulometria de precipitação. Titulometria de complexação e Titulometria de oxidação-redução.

Disciplina: Química Orgânica

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

170

136

34

Ementa:

Estudo dos compostos orgânicos, abordando a nomenclatura IUPAC e as propriedades físicas e químicas dos compostos, relacionando-as com a geometria das moléculas. Análise estereoquímica dos compostos orgânicos. Estudos da reatividade dos principais grupos funcionais, dando maior ênfase ao conhecimento dos mecanismos envolvidos nas reações de adição eletrofílica a alquenos e alquinos, substituição eletrofílica aromática e reações de oxidação e redução. Estudo das reações de substituição nucleofílica, eliminação, adição nucleofílica aos compostos carbonilados e seus derivados, dando ênfase à importância da estereoquímica nos mecanismos de reação. Estudo de polímeros. Laboratório: Determinação de propriedades físicas e químicas de substâncias orgânicas, reações e preparo de compostos orgânicos.

Disciplina: Métodos Numéricos Aplicados à Engenharia

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

68

34

Ementa:

Introdução aos métodos numéricos. Raízes e polinômios. Solução numérica de equações e sistemas de equações lineares e não lineares. Determinação de autovalores. Polinômios de interpolação. Integração numérica. Solução numérica de equações diferenciais ordinárias e parciais. Aplicações na Engenharia Química.

Disciplina: Fenômenos de Transporte I

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Fundamentos da transferência de quantidade de movimento, calor e massa. Mecanismos de transferência: leis e equações básicas. Estática dos fluidos. Equilíbrio relativo. Fluidodinâmica. Forma integral da lei de conservação de massa. Equação da energia. Escoamento viscoso. Conservação da quantidade de movimento. Equações diferenciais do movimento. Análise dimensional. Teoria da camada limite. Escoamento em dutos. Perdas de carga.

Disciplina: Eletrotécnica

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

34

34

Ementa:

Teoria eletrônica da corrente. Conversão de energia. Corrente alternada. Aterramentos. Transformadores. Instrumentos de processos de medida. Máquinas elétricas de corrente contínua. Máquinas elétricas de corrente alternada. Fator Potência. Instalações elétricas industriais. Elementos de eletrônica básica.

Disciplina: Materiais e Utilidades

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Elementos da ciência dos materiais. Materiais metálicos e não metálicos. Corrosão. Materiais para revestimentos protetores. Critérios de seleção de materiais de construção de produtos e equipamentos. Projeto de vasos de pressão. Polímeros. Refratários. Projetos de linha de distribuição de vapor e de ar comprimido. Águas industriais e combustão.

3º ANO

Disciplina: Análise Instrumental

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

51

17

Ementa:

Radiação eletromagnética e sua interação com a matéria. Absorção no visível, UV e IV. Espectroscopia de emissão. Espectroscopia de chama. Métodos de Raios X. Métodos potenciométricos. Métodos cromatográficos.

Disciplina: Físico-Química

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

51

17

Ementa:

Eletroquímica: Condutância de eletrólitos. Teoria de Debye-Huckel. Eletrólise. Leis de Faraday da eletrólise. Mobilidade iônica. Números de transporte. Semi-célula. Potencial de eletrodo. Equação de Nernst. Físico química de superfícies e colóides: Energia de superfícies e tensão superficial. Detergência. Adsorção. Isotermas de adsorção. Fenômenos elétricos interfaciais. Colóides. Estabilidade dos colóides. Floculação e coagulação. Sedimentação e reologia de colóides.

Disciplina: Termodinâmica

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

170

136

34

Ementa:

Grandezas em excesso. Energia livre de Gibbs em excesso e cálculo do coeficiente de atividade em soluções. Solução ideal. Equilíbrio de fases: líquido-vapor, líquido-líquido, sólido-gás. Destilação Flash. Equilíbrio químico. Emprego e desenvolvimento de programas computacionais específicos para o cálculo de equilíbrio de misturas. Leis da Termodinâmica. Equações de Estado. Relações termodinâmicas. Propriedades Termodinâmicas de Substâncias Puras. Cálculo e estimativas de propriedades de gases, líquidos e sólidos. Fugacidade. Propriedades Termodinâmicas de Misturas: Grandezas parciais molares, Equação de Gibbs-Duhem e Grandezas de Mistura.

Disciplina: Fenômenos de Transporte II

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

170

170

Ementa:

Fundamentos da transferência de calor. Transferência de calor em regime permanente e unidimensional. Balanços em cascas. Resistência térmica. Aletas. Condução multidimensional. Condução em regime transitório. Teoria das camadas limite fluidodinâmica, térmica e de massa. Convecção forçada em escoamentos externo e interno. Convecção natural e mista. Transferência de calor com mudança de fase. Radiação: mecanismos, propriedades, fatores de forma. Superfícies negras, adiabáticas, cinzentas. Radiação térmica com gases, vapores e chamas. Fundamentos da transferência de massa. Coeficientes e mecanismo de difusão. Equações da continuidade em transferência de massa. Teoria da camada limite mássica. Convecção mássica natural e forçada. Transferência de massa entre fases. Correlações para o cálculo dos coeficientes de transferência de massa. Transferência de massa e reação química. Transferência simultânea de calor e massa.

Disciplina: Administração e Organização Industrial

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Teoria das organizações. Organização de empresas. Evolução das organizações. Administração e Burocracia. Fayol e administração científica. Relações humanas e teoria participativa. Organograma e funcionamento de empresas. Princípios de organização. Processos de organização. Princípios de formação ética. História e Filosofia da Ciência. Função social do Engenheiro Químico.

Disciplina: Análise Técnica e Econômica na Indústria

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Matemática financeira. Juros. Análise de investimentos e custos. Depreciação. Financiamento e amortização. Risco e incerteza de projetos. Análise de viabilidade. Aplicações da análise econômica em projetos da indústria química.

Disciplina: Laboratório de Engenharia Química I

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

102

Ementa:

Normas para a confecção de relatórios técnicos. Introdução ao planejamento experimental. Instrumentos de medida. Experimentos em mecânica dos fluidos, transferência de calor, transferência de massa e termodinâmica.

Disciplina: Microbiologia Industrial

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

51

17

Ementa:

Química da vida: lipídios, carboidratos, aminoácidos e proteínas, ácidos nucléicos. Principais grupos de microrganismos. Bactérias, fungos e leveduras. Fisiologia. Crescimento microbiano. Meios de cultivo. Esterilização: ação de agentes físicos e químicos. Isolamento, classificação e identificação de microrganismos. Contagem de microrganismos. Microbiologia de alimentos. Doenças provocadas por microrganismos em alimentos: intoxicação e infecção. Análise microbiológica de alimentos. Microrganismos e seus produtos de interesse industrial. Corrosão microbiológica.

Disciplina: Termodinâmica Aplicada

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

34

34

Ementa:

Disponibilidade e Irreversibilidade. Ciclos a vapor. Ciclos de refrigeração. Ciclo de motores a combustão. Escoamento em bocais. Balanços de energia em compressores, turbinas e sistemas de refrigeração. Operações de umidificação: temperatura de saturação adiabática, de bulbo úmido e bulbo seco. Aplicações termodinâmicas em processos químicos.

4º ANO

Disciplina: Operações Unitárias A

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

102

Ementa:

Dimensionamento de equipamentos: bombas, tubulações, ventiladores, sopradores, trocadores de calor (bitubular e multitubular), agitadores e misturadores. Compressores. Leito Fixo. Leito Fluidizado. Transporte hidráulico e pneumático de sólidos. Análise Granulométrica. Peneiramento. Decantação. Centrifugação. Câmaras Gravitacionais. Ciclones e Hidrociclones. Filtração. Cristalização. Moinhos e Trituradores. Elutriação. Flotação. Processos com membranas.

Disciplina: Operações Unitárias B

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

102

Ementa:

Balanços materiais e energéticos. Evaporadores. Secagem. Umidificação. Destilação. Absorção. Adsorção. Extração líquido-líquido e sólido-líquido. Extração supercrítica.

Disciplina: Análise e Cálculo de Reatores

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

170

170

Ementa:

Reatores e reações homogêneas. Mecanismo e cinética das reações. Determinação de parâmetros cinéticos. Modelos de reatores industriais. Análise de reatores ideais descontínuo, semi-contínuo e contínuo. Projeto de reatores ideais para reações simples e múltiplas. Reatores não isotérmicos.

Catálise e reações heterogêneas catalíticas. Mecanismo e cinética das reações catalíticas. Cinética de desativação de catalisadores. Transferência de massa em catalisadores. Determinação da etapa controladora de na reação química heterogênea. Tipos de reatores catalíticos. Análise de reatores não ideais, distribuição de tempo de residência, seqüência de mistura e micromistura. Modelagem de reatores não ideais.

Disciplina: Análise e Simulação de Processos

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

68

34

Ementa:

Tipos de modelos. Modelos matemáticos em regime transiente e permanente. Solução dos modelos utilizando técnicas analíticas e numéricas. Estimação de parâmetros. Técnicas de otimização com restrição. Técnicas de otimização sem restrição.

Disciplina: Laboratório de Engenharia Química II

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

102

102

Ementa:

Experimentos em Operações Unitárias.

Disciplina: Controle de Processos

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

85

68

17

Ementa:

Modelagem matemática de processos. Comportamento transiente de processos. Estratégias de controle. Estabilidade de sistemas de controle. Técnicas de controle avançado.

Disciplina: Processos da Indústria Química

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Conceitos e características gerais dos processos químicos. Indústria de compostos orgânicos e inorgânicos. Etapas do projeto global de uma indústria química. Dimensionamento preliminar dos equipamentos. Operacionalidade do projeto, aspectos de segurança e continuidade operacional. Aplicação da análise econômica no projeto de uma indústria Química.

5º ANO

Disciplina: Planejamento e Projeto na Indústria Química

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Planejamento e projeto. Tipo e estrutura de projetos. Balanços de massa e energia, seleção e especificação dos equipamentos e análise econômica de um processo industrial. Patentes, Royalties.

Disciplina: Laboratório de Engenharia Química III

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Experimentos em: Cinética e Reatores Químicos, Processos Bioquímicos e Controle de Processos, Controle de Poluição.

Disciplina: Engenharia Bioquímica

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

85

85

Ementa:

Enzimologia. Enzimas imobilizadas. Cinética Enzimática com e sem inibição. Microrganismos e meios de cultivo de interesse industrial. Cinética do crescimento microbiano. Fermentação Submersa (FSm). Fermentação em Estado Sólido (FES). Aeração e Agitação de Fermentadores. Esterilização. Biorreatores. Construção de equipamentos. Operação e controle de processos bioquímicos. Recuperação, separação e purificação de bioprodutos.

Disciplina: Engenharia de Segurança

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Introdução à Segurança Industrial. Legislação de Segurança. Equipamentos de proteção individual e coletivo. Emissões e dispersões. Incêndios e explosões. Transporte e armazenamento de produtos perigosos. Operação e manutenção de plantas químicas. Inspeção de equipamentos. Localização da fábrica e arranjo dos equipamentos. Radiações ionizantes e não ionizantes. Sistemas de segurança. Planejamento para emergências.

Disciplina: Engenharia Ambiental

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

85

85

Ementa:

Ecologia, normas e legislação brasileira. Poluição: causas e influências sobre o meio ambiente. Águas potável e industrial: origens, padrões, processos de tratamento, controle. Equipamentos. Tratamento de resíduos industriais: físico, químico e biológico. Projetos de sistemas de tratamento. Controle. Sistema de gestão ambiental: análise de ciclo de vida, estudo de impactos ambientais (EIA e RIMA) e auditoria ambiental. Reciclagem, minimização, reutilização, tecnologias limpas e prevenção da poluição na indústria química.

Disciplina: Controle de Qualidade

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Conceito de Qualidade. Qualidade e produtividade. Histórico do controle de qualidade. Taylorismo, Fordismo e Toyotismo. TQC e QFD. CCQ, 5S, 5W1H, Just in Time, Brainstorming. As Ferramentas Básicas do Controle de Qualidade. Controle Estatístico do Processo (CEP): Gráficos de Controle para Variáveis. Gráficos de Controle para Atributos. Tempo Esperado até um Sinal Verdadeiro (TES). Inspeção de Qualidade. O Estudo do Comportamento Organizacional como ferramenta para a melhoria da qualidade no ambiente de trabalho. Normas ISO: ISO 9000 e ISO 14000. Implementação, documentação e certificação.

Disciplina: Engenharia de Alimentos

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Princípios de Ciências de Alimentos. Reações de natureza enzimática e não enzimática em alimentos. Análises químicas de alimentos. Métodos convencionais de conservação de alimentos. Embalagem para alimentos. Noções de tecnologia de produtos agroindustriais: carne, leite, açúcar, sucos, óleos vegetais, amido e pescado.

Disciplina: Estágio Supervisionado

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

170

170

Ementa:

Disciplina individualizada por aluno, de conteúdo variável, realizada em indústria, Instituições ou Órgão Prestador de Serviços, orientada por um professor do curso de Engenharia Química.

Disciplina: Trabalho de Conclusão de Curso – TCC

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

Trabalho individual de Engenharia Química, orientado por um professor, com apresentação final para uma banca examinadora. O formato, modalidades e forma de avaliação estão definidos por regulamento próprio do TCC elaborado e aprovado pelo Colegiado do Curso. O Trabalho de Conclusão de Curso pode ser desenvolvido nas modalidades de monografia; projeto de iniciação científica; projeto de formação profissional; artigo científico e produto.

Disciplina: Prática Desportiva – Optativa

Carga Horária total

C/H teórica

C/H prática

APS

PCC

68

68

Ementa:

A disciplina proporcionará ao aluno o conhecimento de si próprio e de suas capacidades, oportunizando experiências no domínio cognitivo, afetivo e psicomotor. Deverá praticar atividades relativas à condição física, para o desenvolvimento da coordenação motora, à escolha do aluno, na modalidade que melhor lhe convier, seja ginástica, basquetebol, futebol de salão, futebol suíço ou voleibol.

X - DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES PRÁTICAS

As atividades práticas têm o caráter de dar às disciplinas uma visão mais clara aos alunos da aplicabilidade dos princípios que regem as teorias e sua validade. As atividades práticas constarão de práticas específicas de laboratório dentro das disciplinas de química e física, definidas pelos respectivos professores no início do período letivo e aprovado pelo colegiado do curso, sempre dentro do conteúdo dado em aula, de maneira a complementar a teoria. Nas atividades de programação, simulação, termodinâmica, controle e cálculo numérico, as atividades práticas constarão da utilização de computadores, para a realização e elaboração de programas e modelos para a resolução de problemas a estas disciplinas associados. Nas aulas de desenho, as aulas serão praticamente todas de caráter prático, com a realização de desenhos técnicos de maneira manual e mecânica e através de softwares específicos de computadores. O conteúdo de cada disciplina prática ficará ao encargo dos respectivos professores, sempre visando reforça a teoria de acordo com as ementas correspondentes.

ANEXO II - RESOLUÇÃO Nº 295/2006-CEPE

Comentários