Enem 2000-comentada

Enem 2000-comentada

(Parte 8 de 13)

22ENEM/2000 –ANGLO VESTIBULARES

QUESTÃO 29 Resposta: D

QUESTÃO 30 Resposta: D

Em 1999, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento elaborou o “Relatório do Desenvolvimento Humano”, do qual foi extraído o trecho abaixo.

De acordo com esse trecho do relatório, cenário do desenvolvimento humano mundial, nas últimas décadas, foi caracterizado pela:

A) diminuição da disparidade entre as nações. B) diminuição da marginalizacão de países pobres. C) inclusão progressiva de países no sistema produtivo. D) crescente concentração de renda, recursos e riqueza. E) distribuicão eqüitativa dos resultados das inovações tecnológicas.

Todos os dados apresentados revelam uma impressionante concentração de renda, recursos e riqueza. O aumento das disparidades socioeconômicas apontadas pelo relatório decorre, em grande parte, da prioridade dada pelas empresas transnacionais aos maiores mercados, concentrados obviamente nos países ricos. Assim sendo, os mais pobres deixam de ser atraentes para a aplicação dos investimentos dessas empresas (em novas tecnologias, por exemplo). Conseqüentemente, esses países tendem a registrar menor produtividade, o que pode ser comprovado por sua pequena participação — 1% — na composição do PIB mundial.

O autor do texto abaixo critica, ainda que em linguagem metafórica, a sociedade contemporânea em relação aos seus hábitos alimentares.

“Vocês que têm mais de 15 anos, se lembram quando a gente comprava leite em garrafa, na leiteria da esquina? (…) Mas vocês não se lembram de nada, pô! Vai ver nem sabem o que é vaca. Nem o que é leite. Estou falando isso porque agora mesmo peguei um pacote de leite — leite em pacote, imagina, Tereza! — na porta dos fundos e estava escrito que é pasterizado, ou pasteurizado, sei lá, tem vitamina, é garantido pela embromatologia, foi enriquecido e o escambau. Será que isso é mesmo leite? No dicionário diz que leite é outra coisa: ‘Líquido branco, contendo água, proteína, açúcar e sais minerais’. Um alimento pra ninguém botar defeito. O ser humano o usa há mais de 5.0 anos. É o único alimento só alimento. Acarne serve pro animal andar, a fruta serve pra fazer outra fruta, o ovo serve pra fazer outra galinha (…) O leite é só leite. Ou toma ou bota fora. Esse aqui examinando bem, é só pra botar fora. Tem chumbo, tem benzina, tem mais água do que leite, tem serragem, sou capaz de jurar que nem vaca tem por trás desse negócio. Depois o pessoal ainda acha estranho que os meninos não gostem de leite. Mas, como não gostam? Não gostam como? Nunca tomaram! Múúúúúúú!”

(FERNANDES, Millôr. O Estado de S. Paulo,2 de agosto de 1999)

Acrítica do autor é dirigida: A)ao desconhecimento, pelas novas gerações, da importância do gado leiteiro para a economia nacional.

B)à diminuição da produção de leite após o desenvolvimento de tecnologias que têm substituído os produtos naturais por produtos artificiais.

C)à artificialização abusiva de alimentos tradicionais, com perda de critério para julgar sua qualidade e sabor.

D)à permanência de hábitos alimentares a partir da revolução agrícola e da domesticação de animais iniciada há 5.0 anos.

E)à importância dada ao pacote de leite para a conservação de um produto perecível e que necessita de aperfeiçoamento tecnológico.

O texto critica claramente a artificialização exagerada dos alimentos nos dias de hoje.

Nos últimos anos da década de 90, o quinto da população mundial que vive nos países de renda mais elevada tinha:

• 86% do PIB mundial, enquanto o quinto de menor renda, apenas 1%; • 82% das exportações mundiais, enquanto o quinto de menor renda, apenas 1%;

• 74% das linhas telefônicas mundiais, enquanto o quinto de menor renda, apenas 1,5%;

• 93,3% das conexões com a Internet, enquanto o quinto de menor renda, apenas 0,2%.

Adistância da renda do quinto da população mundial que vive nos países mais pobres — queera de 30 para 1, em 1960 — passou para 60 para 1, em 1990, e chegou a 74 para 1, em 1997.

23ENEM/2000 –ANGLO VESTIBULARES

QUESTÃO 31 Resposta: D

QUESTÃO 32 Resposta: C

Apalavra embromatologiausada pelo autor é:

A)um termo científico que significa estudo dos bromatos. B)uma composição do termo de gíria “embromação” (enganação) com bromatologia, que é o estudo dos alimentos.

C)uma junção do termo de gíria “embromação” (enganação) com lactologia, que é o estudo das embalagens para leite.

D)um neologismo da química orgânica que significa a técnica de retirar bromatos dos laticínios. E)uma corruptela de termo da agropecuária que significa a ordenha mecânica.

O autor se valeu, nessa questão, de um processo de composição de palavras, comum no idioma, com que ironiza o processo de industrialização do leite. Essa questão exigia do candidato, assim, o conhecimento do termo de gíria “embromar” e da palavra bromatologia, que significa “estudo dos alimentos”.

O gráfico abaixo refere-se às variações das concentrações de poluentes na atmosfera, no decorrer de um dia útil, em um grande centro urbano.

As seguintes explicações foram dadas para essas variações:

I.Aconcentração de NO diminui, e a de NO2 aumenta em razão da conversão de NO em NO2. I.Aconcentração de monóxido de carbono no ar está ligada à maior ou à menor intensidade de tráfego.

I.Os veículos emitem óxidos de nitrogênio apenas nos horários de pico de tráfego do período da manhã. IV.Nos horários de maior insolação, parte do ozônio da estratosfera difunde-se para camadas mais baixas da atmosfera.

Dessas explicações, são plausíveis somente: A)I e I. B)I e I. C)I e II. D)I e IV. E)I e IV.

Aexplicação I é plausível e pode ser justificada pela reação:

2NO(g) + O2(g) → 2NO2(g)

Aexplicação I também é observada no gráfico, que mostra picos de concentração de CO nos horários de maior intensidade de tráfego e pequenas concentrações de CO nos horários de menor intensidade de tráfego. Esse fato é justificado pela combustão incompleta de combustíveis nos veículos automotores. Aexplicação I não está correta porque os óxidos de nitrogênio são produzidos com as altas temperaturas das combustões dos motores, independentemente da quantidade de carros e do horário. Aexplicação IV está incorreta porque o poluente ozônio não é proveniente da estratosfera, mas sim do smog fotoquímico, cujo modelo pode ser representado pelas equações:

Em presençaNO2luzNO + [O]
de luz[O] + O2O3

Os textos abaixo relacionam-se a momentos distintos da nossa história.

“A integração regional é um instrumento fundamental para que um número cada vez maior de países possa melhorar a sua inserção num mundo globalizado,já que eleva o seu nível de competitividade,aumenta as trocas comerciais,permite o aumento da produtividade,cria condições para um maior crescimento econômico e favorece o aprofundamento dos processos democráticos.

24ENEM/2000 –ANGLO VESTIBULARES

QUESTÃO 3 Resposta: B

QUESTÃO 34 Resposta:A

QUESTÃO 35 Resposta: C

Adaptado de NOVAIS, Vera. Ozônio: aliado ou inimigo. São Paulo: Scipione, 1998)

A integração regional e a globalização surgem assim como processos complementares e vantajosos.”

(Declaração de Porto, VIII Cimeira Ibero-Americana, Porto, Portugal, 17 e 18 de outubro de 1998)

“Um considerável número de mercadorias passou a ser produzido no Brasil,substituindo o que não era possível ou era muito caro importar.Foi assim que a crise econômica mundial e o encarecimento das importações levaram o governo Vargas a criar as bases para o crescimento industrial brasileiro.”

(POMAR, Wladimir. Era Vargas — a modernização conservadora)

É correto afirmar que as políticas econômicas mencionadas nos textos são: A)opostas, pois, no primeiro texto, o centro das preocupações são as exportações e, no segundo, as importações.

B)semelhantes, uma vez que ambos demonstram uma tendência protecionista. C)diferentes, porque, para o primeiro texto, a questão central é a integração regional e, para o segundo, a política de substituição de importações.

(Parte 8 de 13)

Comentários