A Evolução da Teoria Administrativa

A Evolução da Teoria Administrativa

(Parte 1 de 4)

DISCENTE: RAYLLA GLLIAN SAMPAIO LIMA RIBEIRO MATRÍCULA: 0412301607

Atividades da Unidade I – A Evolução da Teoria Administrativa

1 – Atividades de leitura: Deverá ser realizada leitura dos assuntos constantes da unidade 1, com especial atenção para os seguintes pontos:

• A abordagem clássica da administração

• A Abordagem Sistêmica

• A Abordagem Cultural

2 – Responder as seguintes questões dissertativas e a avaliação de conhecimentos.

2.1 Questões dissertativas 1. De que forma o estudo de Adam Smith contribuiu para a administração?

Adam Smith deu importância ao planejamento e a organização dentro das funções da Administração. Em sua análise abordou que divisão do trabalho elevava a produtividade por aumentar a habilidade e a destreza de cada trabalhador em determinada tarefa.

2. Explique qual foi o foco dos estudos de Frederick Taylor.

Seu foco era a supervisão de pessoas no trabalho, em seus princípios deu importância a divisão do trabalho, a coordenação, o treinamento e aplicação do método científico aos trabalhos. Através da realização de ensaios científicos que realizavam várias combinações de procedimento, técnicas e ferramentas.

3. Explique qual o foco dos estudos e Henri Fayol

Seu foco estava voltado para a estruturação das empresas, em função das atividades de todos os gerentes. Afirmou que a administração era uma atividade comum a todos os empreendedores humanos na empresa, no governo e mesmo em casa. E fez análise de 14 princípios administrativos: Divisão do trabalho; Autoridade; Disciplina; Unidade de comando; Unidade de direção; Subordinação dos interesses individuais ao interesse geral; Remuneração; Centralização; Cadeia escalar; Ordem; Eqüidade; Estabilidade na ocupação dos cargos; Iniciativa e Espírito de equipe.

4. Explique o foco dos estudos de Max Weber

O foco de Max Weber baseava-se na Teoria Burocrática, ou seja, desenvolveu a teoria das estruturas de autoridade e descreveu a atividade organizacional em função das relações de autoridade. Caracteriza-se pela divisão de trabalho, uma hierarquia definida, com regras e regulamentos detalhados e relações impessoais.

5. Por que os estudos de Mary Parker Follet é tão atual?

Porque suas idéias humanísticas têm influência sobre o modo como hoje encaramos a motivação, a tomada de decisões, a liderança, a equipe, o poder e autoridade. Pois em seu estudo fez análise da união grupal dentro do processo administrativo de uma empresa.

6. Qual a principal conclusão dos estudos de hawthorne?

Concluíram que o ambiente não influencia o grupo, mas sim a cumplicidade entre o grupo, notou que comportamento e sentimentos eram estreitamente relacionados, notando que as influencias do grupo afetavam o comportamento individual. Ou seja, no caso de um grupo ao exercer uma determinada tarefa, ao realizar essa união havia uma preocupação individual com os outros parceiros de trabalho.

7. Como você relacionaria os ensinamentos de Dale Carnegie e as práticas da administração atual?

Na administração atual as empresas adotam a prática do movimento das relações humanas, ou seja, preocupação com a satisfação do funcionário que reflete em um trabalho bem desempenhado. Carnegie em seus ensinamentos adota esta idéia, de que o caminho do sucesso depende da cooperação, o que atualmente ocorre na prática de administração de empresas.

8. Qual o seu entendimento em relação à motivação segundo Abraham Maslow. O gerente é capaz de motivar os funcionários ou são os funcionários que se automotivam? Explique

Os funcionários se automotivam, pois existe um grau de hierarquia de auto-realização que depende do próprio funcionário alcançar. Uma vez alcançada o funcionário sente o estímulo de realizar seu trabalho. O gerente pode ajudar nessa motivação não atrapalhando a capacidade de auto-realização do funcionário.

9. Frederick Herzberg aplica a teoria de Maslow nas organizações. O que quer dizer Herzber com fatores higiênicos? E com os fatores motivacionais?

Os fatores higiênicos são focos a serem realizados para evitar a insatisfação do funcionário. Porém a influência desses fatores não eleva essa satisfação por muito tempo. A partir daí surgem os fatores efetivamente motivacionais, que foca o aumento da motivação do trabalho, que relacionam com realização pessoal, carreira, reconhecimento, natureza do trabalho e responsabilidade.

10. A Teoria de Sistemas mostra que as organizações devem se abrir ao ambiente. Explique o ambiente que cerca uma empresa.

Uma empresa é cercada por um conjunto de interações que envolvem a empresa, são os clientes, os fornecedores, os concorrentes, etc., a globalização exige que a empresa se intere com as organizações que a relacionam com o seu ambiente e na busca do interesse. Pois uma empresa não é auto-suficiente, ela é dependente de seu ambiente para os insumos necessários à sua sobrevivência e para alcançar seus produtos.

1. A Abordagem Contingencial mostra que os processos precisam ser modificados em função de fatores situacionais. Explique isso.

Significa que a abordagem contingencial analisa que as práticas gerenciais precisam ser modificadas para dar conta de fatores que podem ocorrer eventualmente, isto é, o gerente deve se organizar de modo a prever fatores situacionais, e a empresa deve estar preparada para esses fatos eventuais.

12. A abordagem cultural mostra que as organizações possuem uma identidade. Explique.

Essa abordagem denomina-se cultura organizacional, são os casos de organizações que contratam funcionários que se adaptem dentro de sua cultura, ou seja, se ajuste a personalidade da organização.

2.2 Avaliação de conhecimentos

1 - Quando analisamos a evolução da história da sua administração, em geral encontramos: a fase artesanal, a industrialização, a do desenvolvimento industrial, a administração contemporânea que traz com ela principalmente a incerteza. Esta última, marcada pela evolução dos sistemas de informação, exige que o gerente:

(A) seja um decisor racional, um planejador sistemático e um coordenador e supervisor eficiente das atividades organizacionais.

(B) seja eficaz na sua especialidade e em sua capacidade de comandar e coordenar tarefas.

(C) pense na realidade administrativa como algo racional, controlável e passível de ser uniformizado.

(D) compreenda que as organizações são diferentes e estão inseridas em ambientes complexos e heterogêneos em ritmo de mudança acelerada.

2 - Sobre as vantagens e desvantagens da centralização e da descentralização organizacionais, podemos afirmar corretamente que numa empresa descentralizada:

(A) a eliminação dos esforços duplicados reduz os custos operacionais, embora as linhas de comunicação mais distantes provoquem demoras prolongadas.

(B) as decisões são tomadas mais rapidamente pelos próprios executores, mas pode ocorrer falta de informação e de coordenação entre os departamentos.

(C) o maior envolvimento na tomada de decisão entre os administradores médios aumenta as taxas de rotatividade e absenteísmo.

(D) os tomadores de decisão são os que têm mais informação sobre a situação e, portanto, prescindem de melhor treinamento.

3 - Entre as críticas feitas à Teoria das Relações Humanas, NÃO podemos apontar:

(A) extremo racionalismo e pragmatismo na concepção da administração. (B) concepção ingênua e romântica do operário. (C) limitação do campo experimental. (D) parcialidade das conclusões e ênfase nos grupos informais.

4 - O fluxo direcional das mensagens e informações dentro de uma estrutura organizacional pode ser classificado em comunicações descendentes (aquelas que fluem de cima para baixo), ascendentes (aquelas que fluem de baixo para cima), e laterais (as que fluem no sentido horizontal). Qual dos exemplos listados abaixo corresponde a uma comunicação ascendente?

(A) Políticas e procedimentos. (B) Reclamações e sugestões. (C) Grupos de trabalho. (D) Regulamentos e manuais.

5 - A teoria de sistemas veio mostrar a necessidade de a empresa interagir com o meio ambiente e sabe-se que o ambiente é incerto, e turbulento, por isso, impõe ao administrador o desafio de:

(A) elaborar sistemas de recompensas que satisfaçam a hierarquia, a autoridade, a unidade de comando, a eficiência e a departamentalização.

(B) equalizar o poder dentro das organizações, reduzindo a diferença de poder e status entre supervisores e subordinados.

(C) gerir um ambiente de turbulência e instabilidade, cheio de mudanças e transformações.

(D) introduzir nas organizações o princípio da unidade de comando e da cadeia escalar.

6 - No seu primeiro dia de trabalho na empresa de produtos Alimentícios Celeste, o presidente João de Souza descreveu aos novos funcionários o seu modelo de administração com as seguintes palavras: “A aceleração do trabalho só poderá ser obtida por meio da padronização obrigatória dos métodos, adoção obrigatória dos melhores instrumentos e condições de trabalho e cooperação obrigatórias. E esta atribuição de impor padrões e forçar a cooperação compete exclusivamente à gerência.” A partir desta citação, concluímos que a empresa estava embasada:

(A) na abordagem humanística da organização. (B) no modelo burocrático de organização. (C) nos princípios da Teoria Contingencial. (D) nos princípios da Administração Científica.

7 - Uma tradicional cadeia de lojas de roupas com filiais em diversos estados do Brasil, foi obrigada a diminuir sua estrutura devido à retração das vendas em função da conjuntura econômica. O seu Diretor de Planejamento explicou que a empresa somente conseguirá sobreviver se adaptar a um ambiente mutável e heterogêneo. Isso significa que é preciso ter um desenho organizacional:

(A) simples com reações padronizadas ao ambiente por meio de regras e regulamentos de rotina.

(B) complexo e diferenciado para lidar com multivariados segmentos ambientais.

(C) onde o ambiente de tarefa permita reações padronizadas e rotineiras.

(D) onde o ambiente de tarefa permita utilizar um modelo burocrático com uniformidade de critérios.

8 - O gerente de uma empresa costuma dizer que: “Nós estamos construindo um capitalismo com coração”. Segundo ele, a empresa tem tentado construir um negócio fundamentado profundamente em princípios humanísticos, e dos empregados é esperado que tenham um ativo interesse no sucesso e na administração da Companhia. Deste caso podemos afirmar que:

(A) os administradores que sentem seus valores compatíveis com os da organização são menos confiantes de que estarão no futuro trabalhando para o mesmo empregador.

(B) a percepção da estreita relação entre os valores pessoais e organizacionais aumenta a consciência e o entendimento dos valores da organização, o que, por sua vez, leva a maior influência junto aos superiores, colegas e subordinados.

(C) em geral, os objetivos de uma organização são vistos como menos importantes por aqueles que sentem que existe um alinhamento entre os seus valores e os da companhia.

(D) quanto maior a compatibilidade entre valores pessoais e organizacionais, menor a tendência a concordar que os valores organizacionais são guiados por altos padrões éticos.

9 - A partir da Teoria da Contingência, a variável tecnologia assume um importante papel na teoria administrativa. Esta abordagem propõe uma tipologia que identifica três tipos de tecnologias, de acordo com seu arranjo dentro da organização: tecnologia de elos em seqüência, mediadora e intensiva. Assinale a opção INCORRETA com relação à utilização de cada um desses tipos.

(A) A companhia telefônica liga aqueles que querem chamar com os que querem ser chamados e, por isto, demanda uma tecnologia mediadora.

(B) Uma agência de propaganda vende tempo e espaço, ligando os veículos às demais organizações e, por isto, demanda uma tecnologia mediadora.

(C) Um hospital representa a focalização de uma ampla variedade de habilidades e especializações sobre um único cliente e, por isto, exige uma tecnologia intensiva.

(D) Um banco comercial liga os depositantes com aqueles que tomam emprestado e, por isto, demanda uma tecnologia intensiva.

10 - Assinale a afirmativa que NÃO se refere a um fator ambiental que tem acentuado as preocupações com a prática participativa na gerência no mundo contemporâneo.

(A) A introdução da participação está primordialmente vinculada ao aumento da eficiência e da produtividade: se os trabalhadores participam nos lucros, têm interesse em aumentar este lucro.

(B) A velocidade e a intensidade com que as mudanças ambientais atingem a organização do trabalho, hoje em dia, desatualizam rapidamente as estruturas estabelecidas, os processos de tomada de decisão e o impacto dessas decisões no ambiente socioeconômico em que a organização opera.

(C) O desenvolvimento alcançado pelos meios de comunicação coloca ao alcance de parcelas consideráveis da população economicamente ativa condições de participação e expressão de direitos alcançados por grupos similares.

(D) O aumento do nível educacional e cultural determina grande elevação das aspirações profissionais e faz crescer o hiato entre o que o indivíduo conhece e aquilo que faz ou deseja fazer, criando novas demandas na organização do trabalho.

Atividades da Unidade I – As Mudanças no Ambiente, O Gerente e as

Decisões. 1 – Atividades de leitura:

Deverá ser realizada leitura dos assuntos constantes da unidade 2, com especial atenção para os seguintes pontos:

• As Mudanças provocadas pela globalização dos mercados

• As funções e as habilidades do administrador

• Os estilos de tomada de decisão pelos gerentes

2 – Responder as questões dissertativas e a avaliação de conhecimentos. 2.1 Questões dissertativas

1. Quais as mudanças ocorridas nos tipos de cargos oferecidos pelas empresas atualmente.

Os cargos hoje ofertados requerem uma sondagem em busca de oportunidades, e essas oportunidades se destinam a trabalhadores dedicados ao conhecimento, analisam a dedicação do funcionário e o seu comportamento com o grupo, visam a diversidade cultural, atitude em função das mudanças tecnológicas, relação com o cliente, responsabilidade social, entre outras.

2. Como o foco nas competências centrais mudou o modo pelo quais as organizações são estruturadas e administradas?

Mudou em função das empresas se dedicarem a aquilo que elas fazem de melhor. E anulam aquilo que elas não fazem tão bem, ou seja, que não fazem parte da competência da empresa. Atividades do tipo: corte de custos, terceirização de atividades de apoio através da associação com outras empresas, fornecedores e clientes; descentralização da tomada de decisões; delegando poder aos gerentes e substituindo departamentos independentes por equipes interdependentes.

3. Descreva os dois tipos de força de trabalho existentes no mercado.

Existe a força de trabalho daqueles trabalhadores de pouca qualificação que recebem salário mínimo e a força de trabalho daqueles trabalhadores altamente qualificados e consequentemente bem remunerados, como os técnicos e especialistas.

4. Se os gerentes são tão importantes para uma empresa, por que você acha que houve uma tendência nos últimos anos no sentido de dispor-se de menos gerentes de nível médio.

Porque como os gerentes de nível médio são os chefes de departamento ou de unidade, essa atividade pode ser exercida por um gerente de linha que apenas nomeie um funcionário responsável e de capacidade para determinada função. Além disso, cada vez mais o gerente será contratado para resolver problemas específicos.

(Parte 1 de 4)

Comentários