Caminhos da Saúde Pública no Brasil

Caminhos da Saúde Pública no Brasil

(Parte 1 de 5)

É com emoção e alegria que introduzo os leitores a este belo documento que registra as relações da Organização Pan- Americana de Saúde (OPAS) com nosso país nos últimos cem anos.

Criada em 1902, contemporânea, portanto, à Fundação Oswaldo Cruz, a OPAS tem sua trajetória profundamente vinculada às vicissitudes, erros, acertos, esperanças e, também, aos fracassos e problemas dos sistemas de saúde do continente americano.

É importante salientar que a documentação que nos traz Caminhos da Saúde Pública no Brasil mostra que a contribuição da OPAS com o país e deste com a Organização foi algo que modernamente se denomina "um caso de sucesso".

Nísia Trindade Lima, João Baptista Risi Junior, Roberto Passos Nogueira e Otávio Azevedo Mercadante lideram os grupos que prepararam os textos sobre a trama de parcerias, mútuo respeito e cooperação que caracterizaram durante este século de existência o Brasil e a OPAS; sobre a evolução das condições de saúde do país ao longo deste tempo e sobre a evolução do nosso sistema público de saúde. Não são apenas autores analisando uma história, mas protagonistas desta mesma história em tempos, posições e funções diversas.

Os textos que abrem este livro, de Sir George Alleyne, diretor da OPAS, e Jacobo Finkelman, representante da Organização

Caminhos da Saúde Pública no Brasil

Presidente Paulo Marchiori Buss

Vice-Presidente de Desenvolvimento Institucional, Informação e Comunicação Paulo Gadelha

Coordenador Paulo Gadelha

Conselho Editorial

Carlos E. A. Coimbra Jr. Carolina M. Bori Charles Pessanha Jaime L Benchimol José da Rocha Carvalheiro José Rodrigues Coura Luis David Castiel Luiz Fernando Ferreira Maria Cecília de Souza Minayo Miriam Struchiner Paulo Amarante Vanize Macedo

Coordenador Executivo João Carlos Canossa P. Mendes

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE Comitê Editorial do Centenário

Presidente Jacobo Finkelman

Comitê Editorial

Carlos Wilson de Andrade Filho José Carvalho de Noronha Maria Regina Fernandes de Oliveira Mário Scheffer Milton Thiago de Melo Nísia Trindade Lima Paulo Henrique de Souza René Dubois

Jacobo Finkelman Organizador

Caminhos

da Saúde Pública no Brasil

Copyright © 2002 dos autores

Todos os direitos desta edição reservados à FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ/EDITORA e ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE/ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE

ISBN: 85-7541-017-2

Capa, Projeto Gráfico: Carlota Rios e Gordeeff Editoração Eletrônica: Ramon Carlos de Moraes Revisão: Fernanda Veneu, Fani Knoploch e Janaina de Souza Silva Supervisão Editorial: Maria Cecilia G. B. Moreira

Catalogação-na-fonte Centro de Informação Científica e Tecnológica Biblioteca Lincoln de Freitas Filho

F499c Finkelman, Jacobo (Org.)

Caminhos da saúde pública no Brasil. / Organizado por Jacobo Finkelman.

Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2002. 328p. ilus., tab., graf., mapas

1. Política de saúde-Brasil. 2. Organização Pan-Americana da Saúdehistória. 3. Sistema de saúde-Brasil. I. Título.

CDD-20.ed.-362.1

2002 Editora Fiocruz Av. Brasil, 4036 - 1º andar - sala 112 - Manguinhos 21040-361 - Rio de Janeiro - RJ Tels.: (21) 3882-9039 e 3882-9041 Telefax: (21) 3882-9006 http://www.fiocruz.br/editora e-mail: editora@fiocruz.br

Jacobo Finkelman (Organizador) Médico, mestre em saúde pública e administração em saúde, representante da Organização Pan- Americana da Saúde (OPAS) no Brasil jacobof@bra.ops-oms.org

CAPÍTULO 1

Nísia Trindade Lima Cientista social, doutora em sociologia, pesquisadora e diretora da Casa de Oswaldo Cruz da Fundação Oswaldo Cruz (COC/FIOCRUZ) e professora de sociologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) lima@coc.fiocruz.br

Contribuições

Abel Laerte Parker Administrador, mestre em biblioteconomia e ciência, diretor do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME/OPAS) abel@bireme.br

Eduardo Correa Melo Médico veterinário, mestre em administração e em planificação em saúde animal, diretor do Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA/OPAS) ecorrea@panaftosa.ops-oms.org

CAPÍTULO 2

João Baptista Risi Junior (Coordenador) Médico, com especialização em vigilância epidemiológica, coordenador do Projeto de Informação em Saúde da OPAS risi@bra.ops-oms.org

Roberto Passos Nogueira (Coordenador) Médico, doutor em saúde coletiva, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e do Núcleo de Estudos em Saúde Pública da Universidade de Brasília (NESP/UnB) nogueira@ipea.gov.br

Colaboradores

Adelemara Mattoso Albnzi Estatística, técnica da Divisão de Epidemiologia e Vigilância do Instituto Nacional de Câncer (INCA) do Ministério da Saúde amoraes@inca.org.br

André Monteiro Alves Pontes Engenheiro de minas e de saúde pública, mestre em saúde pública, assistente de pesquisa do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (CPqAM) da FIOCRUZ andremc@cpqam.hocruz.br

Antonio Carlos Silveira Médico, com especialização em saúde pública, consultor temporário da OPAS atcrs@uol.com.br

Carlos Antonio Pontes Engenheiro civil, mestre em engenharia sanitária, pesquisador visitante do CPqAM/FiocRuz cpontes@cpqam.fiocruz.br

Celso Cardoso Simões Demógrafo, doutor em demografia, pesquisador do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatítica (IBGE) cs@ibge.gov.br

Eduardo Hage Carmo Médico, doutor em epidemiologia, coordenador geral de Vigilância Epidemiológica do Centro Nacional de Epidemiologia (CENEPI) da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) do Ministério da Saúde eduardo.carmo@funasa.gov.br

Fernando Ribeiro de Barros Médico, mestre em saúde pública, coordenador de Vigilância de Doenças de Transmissão Respiratória do CENEPI/FUNASA/Ministério da Saúde fernando.barros@funasa.gov.br

Germano Gerhardt Filho Médico, com especialização em pneumologia, professor adjunto da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ggerhardtf@uol.com.br

Gerson Fernando Mendes Pereira Médico, mestre em epidemiologia, coordenador nacional da área técnica de Dermatologia Sanitária do Ministério da Saúde gerson.fernando@saude.gov.br

Ines Lessa Médica, doutora em medicina, professora da Pós-Graduação do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) ines@ufba.br

(Parte 1 de 5)

Comentários