Dispositivos de Proteção e Manobra para Comandos Elétricos

Dispositivos de Proteção e Manobra para Comandos Elétricos

(Parte 2 de 6)

Parafuso de Ajuste

Vão Interno Borda Colorida

Fusível Tampa

Cobertura da

Base

Chave Especial Para Parafuso de Ajuste

Indicador do Fusível

Janela de Inspeção

Bornes

Andrellenz SENAI –SP – NAI - 2009 12

O fusível possui um indicador, o qual se desprende em caso de queima, mas que em funcionamento normal fica fixo e visível através da janela da tampa e cuja corrente nominal é identificada por meio de cores. Veja na tabela a seguir, algumas cores e suas correntes nominais correspondentes.

Cor Intensidade de corrente (A)

Cor Intensidade de corrente (A)

Rosa 2 Azul 20 Marrom 4 Amarelo 25 Verde 6 Preto 35 Vermelho 10 Branco 50 Cinza 16 Laranja 63

OBS: Estas mesmas cores são utilizadas para colorir as bordas superiores dos parafusos de ajuste.

O elo indicador de queima é constituído de um fio muito fino ligado em paralelo ao elo fusível. Em caso de queima do elo fusível, o indicador de queima também se funde e provoca o desprendimento do indicador.

2.2.3 Características dos fusíveis NH e DIAZED: As principais características dos fusíveis DIAZED e NH são:

• Corrente nominal - corrente máxima que o fusível suporta continuamente sem interromper o funcionamento do circuito. Esse valor é marcado no corpo de porcelana do fusível;

• Corrente de curto-circuito - corrente máxima que deve circular no circuito e que deve ser interrompida instantaneamente;

Andrellenz SENAI –SP – NAI - 2009 13

• Capacidade de ruptura (kA) - valor de corrente que o fusível é capaz de interromper com segurança. Não depende da tensão nominal da instalação;

• Tensão nominal - tensão para a qual o fusível foi construído. Os fusíveis normais para baixa tensão são indicados para tensões de serviço de até 500 V em CA e 600 V em C;

• Resistência elétrica (ou resistência ôhmica) - grandeza elétrica que depende do material e da pressão exercida. A resistência de contato entre a base e o fusível é a responsável por eventuais aquecimentos que podem provocar a queima do fusível;

• Curva de relação Tempo de Fusão X Corrente: curvas que indicam o tempo que o fusível leva para desligar o circuito. Elas são variáveis de acordo com o tempo, com a corrente, e com o tipo de fusível. Dentro dessas curvas, quanto maior for a corrente circulante, menor será o tempo em que o fusível terá que desligar. Veja curva típica a seguir.

Os fusíveis DIAZED e NH devem ser colocados no inicio dos ramais dos circuitos que se pretende proteger.

Os locais devem ser arejados para que a temperatura se conserve igual à do ambiente. Esses locais devem ser de fácil acesso para facilitar a inspeção e a manutenção.

A instalação deve ser feita de tal modo que permita seu manejo sem perigo de choque para o operador.

Andrellenz SENAI –SP – NAI - 2009 14

2.2.5 Fusíveis NEOZED:

Os fusíveis NEOZED possuem tamanho reduzido e são aplicados na proteção de curto-circuito em instalações típicas residenciais, comerciais e industriais.

Possui categoria de utilização gG, em dois tamanhos (D01 e D02) atendendo as correntes nominais de 2 a 63A.

Limitadores de corrente, são aplicados para até 50kA em 400VCA (8kA em 250VCC).

A sua forma construtiva garante total proteção de toque acidental quando da montagem ou substituição dos fusíveis.

Possui anéis de ajuste evitam alteração dos fusíveis para valores superiores, mantendo a adequada qualidade de proteção da instalação.

A fixação pode ser rápida por engate sobre trilho ou por parafusos. Atendem a norma IEC 269.

2.2.6 Fusíveis SITOR:

Os fusíveis SITOR são fusíveis ultra-rápidos apropriados para uso em instalações industriais para a proteção de a proteção de equipamentos de eletrônica de potência dotados semicondutores tais como tiristores, GTO's, diodos e IGBT's.

Andrellenz SENAI –SP – NAI - 2009 15

Possui Categoria de utilização gR / aR, atendendo as correntes nominais de 32 a 710 A.

Encontrado em dois tamanhos (1e 2), podendo ser usado em AC (de 800 1000 V) ou DC (de 440 a 600 V).

O uso de punhos especiais garante o manuseio seguro na montagem ou substituição dos fusíveis. Os fusíveis Sitor atendem as normas IEC 269, DIN 43 653.

2.2.7 Fusíveis SILIZED:

Os fusíveis ultra-rápidos SILIZED são utilizados na proteção de curto-circuito de semicondutores, estão adaptados às curvas de carga dos tiristores e diodos de potência, permitindo quando da sua instalação seu manuseio sem riscos de toque acidental. O conjunto do receptáculo tem a mesma mecânica da base utilizada com o fusível DIAZED.

Possui categoria de utilização gR, em três tamanhos atendem as correntes nominais de 16 a 100A.

Limitadores de corrente, possuem elevadas capacidade de interrupção: 50kA em até 500VCA.

Através de parafusos de ajuste, evitam alterações dos fusíveis, preservando as especificações do projeto.

Permitem a fixação rápida por engate rápido sobre trilho ou parafusos. Atendem a norma DIN VDE 0636.

2.2.8 Fusíveis MINIZED:

Compactos, mono, bi e tripolares, com os minifusíveis NEOZED são utilizados na manobra e proteção de circuitos elétricos.

Podem ser encontrados nas seguintes correntes nominais:

(Parte 2 de 6)

Comentários