Diálogo diário de segurança

Diálogo diário de segurança

SL – SILUBRIN - EXCELÊNCIA EM SERVIÇOS DE LUBRIFICAÇÃO _____________________________________________________________________________

TEMAS PARA O D.D.S. - DIÁLOGO DIÁRIO DE SEGURANÇA JULHO/2006

SEGURANÇA DO TRABALHO

01

SABADO

TEMA LIVRE

02

DOMINGO

TEMA LIVRE

03

“QUESTÃO DISCIPLINAR”

Disciplina! O que significa isto para a segurança de todos nós?

Disciplina significa “Seguir à Risca a Risco”, não “quebrar o galho”, não permitir ou permitir-se agir fora do procedimento ou agir de forma inadequada sabendo que estamos “dando asas” para um possível acidente.

Ter disciplina é ter um ótimo comportamento, é saber o que podemos e como podemos fazer as coisas... É ser irrepreensíveis quando falamos de atitudes. E quando falamos de segurança cada um de nós deve ter em mente que isto é o que a GM mais preza. É a saúde física e mental de cada empregado.

A empresa acredita que investir na segurança de seus trabalhadores é um bom investimento e por isso a segurança está em primeiro lugar.

Devemos manter o resultado positivos, focando a disciplina e praticando a observação e a atenção nas atividades e nos colegas de trabalhos, não sendo tolerantes aos erros e às práticas de atitudes incorretas que levam aos atos inseguros.

Tudo é uma questão de disciplina...

04

SEGURANÇA DEVE FAZER PARTE DO NOSSO

DIA-A-DIA

A MELHOR FORMA DE EVITAR QUE UM ACIDENTE OCORRA É ESTAR SEMPRE ATENTO E ANTECIPAR MEDIDAS DE PREVENÇÃO. PARA ISTO É NECESSÁRIO QUE TODOS PRATIQUEM A SEGURANÇA PRÓ-ATIVA.

SE VOCÊ CONSTATAR A EXISTÊNCIA DE UM RISCO, PROCURE ELIMINÁ-LO IMEDIATAMENTE OU ADOTE ALGUMA MEDIDA QUE POSSA MINIMIZÁ-LO.

INFORMAR A OCORRÊNCIA DE QUASE ACIDENTE, É UMA BOA MEDIDA PARA EVITAR ACIDENTES FUTUROS.

AO OBSERVAR ATITUDES INSEGURAS POR PARTE DE UM COLEGA DE TRABALHO, PROCURE ALERTÁ-LO QUANTO AS CONSEQUÊNCIAS.

PRATIQUE A SEGURANÇA !

IDENTIFIQUE OS POSSÍVEIS RISCOS E ELIMINE-OS.

05

Portas de Saída de Emergência

Portas para saída de emergência devem estar constantemente fechadas para não provocar batidas, devido aos ventos. Evitando assim que o sistema ante pânico, que é aquela barra de abertura da porta, seja danificada.

Além disto ocorre muitas vezes a quebra do vidro da porta, pois as pancadas contra o batente são realmente fortes. Com o vidro quebrado surge o risco de acidente, pois os cacos de vidro e partes de vidros fixos podem cortar facilmente se tivermos algum contato.

A obstrução das portas para saída de emergência pode ser perigoso. Quando há uma necessidade de abandono de área, qualquer tempo perdido na remoção de um objeto da frente da porta pode ser o suficiente para não conseguirmos fazer um resgate de vítima bem sucedido.

Pense... Um dia podemos precisar sair pela porta de emergência, e contaremos com o bom funcionamento do sistema ante pânico e a desobstrução da mesma.

As portas de saída de emergência deverão ser utilizadas somente em casos de emergências, ficando restrito o seu uso para atalhos (cortar caminho).

A conservação e desobstrução das portas de saída de emergência, bem como mantê-las fechadas é dever de todos nós!

06

Acidentes Leves

Na fábrica, ocorrem vários acidentes que denominamos de “leves”. São chamados principalmente de “cortinhos”, “batidinhas”, arranhãozinhos” de pequena gravidade.

Embora a lesão seja considerada pequena, não podemos esquecer da potencialidade do RISCO, e das conseqüências de agravamento da lesão.

Muitas vezes sofremos acidentes leves por não dar a devida importância à rotina de trabalho, como por exemplo:

  • Usar uma ferramenta cortante (estilete, tesoura, etc.) de forma inadequada.

  • Retirar grampos do papel, sem auxilio de equipamento adequado.

  • Deixar lápis, canetas, ou qualquer objeto pontiagudo no porta canetas, com a ponta para cima.

Colocar-se em posição inadequada ou perigosa.

COMUNIQUEM ....

07

A VIDA NÃO É UMA

“ROLETA RUSSA”

O acidente é geralmente causado por procedimentos perigosos, tais como: tentar lubrificar máquinas em movimentos, brincar, correr e etc.

A vida não é uma roleta. Você pode pensar que é o mais rápido, o mais esperto ou ainda com mais sorte que os outros e suficientemente vivo para fazer coisas fora do comum. Mas os reais ganhadores são aqueles que se negam a fazer coisas inseguras.

Atitudes inseguras podem causar falhas. Há pessoas que se desligam da realidade, ouvem as instruções e depois, vão fazer seu trabalho da maneira como querem. Tal bloqueamento pode levar a um acidente.

08

SABADO

TEMA LIVRE

09

DOMINGO

TEMA LIVRE

10

INSPECIONE DIARIAMENTE SUAS FERRAMENTAS

Seja qual for a ferramenta que você usa em seu trabalho, esta deverá ser adequada e estar em boas condições de uso.

Antes de iniciar sua atividade, faça uma inspeção nas mesmas. Se notar que elas não estão em boas condições, troque-as imediatamente.

Todas as ferramentas, quando não utilizadas de maneira adequada, propiciam riscos para os usuários. Ferramentas como: Ponteiros, talhadeiras, martelos, marcadores, etc., são ferramentas que sofrem desgastes rapidamente devido as suas características de uso, sofrem impactos. Jamais use estas ferramentas em más condições, pois com o impacto, poderá haver desprendimento de fragmentos e estes atingi-lo violentamente, provocando um grave ferimento.

11

10 Minutos

de Segurança

N Nós, seres humanos, normalmente relaxamos nossa atenção à medida que o tempo passa. Dedicamos maior atenção aos fatos que estão à nossa frente, mais imediatos. A conversação de 5 minutos de segurança no inicio de cada turno é um mecanismo de alerta "nos cutucando" a respeito de um determinado assunto.

·       Segurança é o tema principal e essencial. É prioridade um. Procedendo desta forma, ao final da conversação de 5 minutos de segurança, assumimos nossos postos de trabalho bem mais atentos e preparados.

12

PREVENÇÃO DE ACIDENTES GRAVES E FATAIS

NADA MAIS SÉRIO QUE UM ACIDENTE GRAVE OU FATAL. TODO ESFORÇO DEVE SER FEITO PARA QUE O PIOR NÃO ACONTEÇA. A MAIOR PARTE DOS ACIDENTES GRAVES OU FATAIS SÃO DECORRENTES DE CINCO GRANDES TIPOS DE OPERAÇÕES NAS EMPRESAS:

Trabalhos em locais confinados: Asfixia, envenenamento químico e explosões são os principais riscos.

Trabalhos em altura: As quedas são a grande causa das mortes. Deve-se aplicar a prevenção em qualquer atividade acima de 2,0 metros.

Operação de equipamentos móveis (empilhadeiras, veículos comuns e industriais): Pessoas não devem dividir espaço com veículos, ou seja, evite toda chance de interação entre pessoas e veículos industriais nas áreas de trabalho ou vias internas.

Trabalhos em equipamentos ou maquinários: Os acidentes ocorrem na movimentação ou ativação inesperada das máquinas.

Trabalhos com eletricidade: A eletricidade na indústria é capaz de produzir acidentes com alta gravidade.

LEMBRE-SE: Depois de acontecido o pior, todos irão concordar que deveria haver maior inspeção e controle, que não havia por que improvisar... Portanto, não se acanhe em exigir proteção antes da realização de atividades que oferecem riscos.

13

EMERGÊNCIA

Informe ao atendente do ramal de emergência:

  • Seu nome e registro;

  • Tipo de emergência à ser atendida (Incêndio, atendimento médico, etc.)

  • Local exato, identificando o prédio, seção, número do eixo (nos casos da

fábrica);

  • Não desligue o telefone, até responder todas as perguntas necessárias para o

atendimento da emergência;

  • Mantenha alguém na porta de entrada do prédio para sinalizar o local para o

motorista da viatura ou ambulância;

  • O local da emergência deve ser isolado para evitar aglomerações, e facilitar o

trabalho da equipe de emergência.

14

Ordem e arrumação na área de trabalho

A ordem, arrumação e limpeza são fatores importantes para a prevenção dos acidentes. Muitos acidentes ocorrem em função de

tais problemas que muitas vezes encontramos nas área de trabalho e na fábrica como um todo.

Objetos, parafusos, porcas, papelão e outros materiais, não devem estar espalhados pelo piso do local de trabalho, pois podem ser a

causa de acidentes, provocando torções ou quedas com conseqüências graves.

Um exemplo é jogar casca de frutas no chão e bem na passagem de pessoas.

Todo e qualquer objeto que está no piso, tem potencial para causar acidentes, portanto, recolha e mantenha a área de trabalho limpa.

15

SABADO

TEMA LIVRE

16

DOMINGO

TEMA LIVRE

17

APRENDENDO A RESPEITAR OS RISCOS

  • As chamadas “ Leis de Murphy” são motivo de brincadeiras com fatos insólitos. Parecem pessimistas, mas são na verdade realistas.

  • As brincadeiras com as leis de Murphy são formas leves de se reconhecer que fatos indesejados podem acontecer.

  • As leis de Murphy serão uma boa ferramenta de prevenção se as encararmos´pelo seu real conteúdo.

RESPEITE UM RISCO POTENCIAL

1. SE ALGO PODE DAR ERRADO, DARÁ.

2. SE ALGO PODE FALHAR, ESPERE UMA FALHA NO MOMENTO MAIS INOPORTUNO E COM O MÁXIMO DANO

3.TODA ORDEM QUE PUDER SER MAL INTERPRETADA, SERÁ.

4. TODA OPERAÇÃO PODE SER FEITA DE FORMA ERRADA. NÃO IMPORTA O QUANTO PAREÇA DIFÍCIL DE ACONTECER, ELA ALGUM DIA VAI SER FEITA ASSIM.

5. MESMO NAS OPERAÇÕES MAIS PERIGOSAS E COMPLICADAS, AS NORMAS PODEM SER IGNORADAS.

18

Fatores Pessoais

Não é todo o dia que amanhecemos dispostos a fazer o que normalmente e diariamente fazemos.

O sono, a preguiça, o desânimo e a desmotivação são fatores pessoais que oscilam conforme o dia a dia de cada um.

Estes fatores nas pessoas muitas vezes causam acidentes e/ou promovem condições inseguras.

É de responsabilidade de cada um procurar executar as tarefas da melhor forma e fazer algo para que esses fatores não gere o acidente.

Nestas situações, devemos fazer uma parada para ir ao banheiro lavar o rosto, tomar café, se isto o despertar, se alimentar melhor, e fazer outras coisas que cada um sabe o que é melhor para si.

A atenção na realização do trabalho é fundamental para a prevenção de acidentes, por isso esteja bem para contribuir com a empresa, faça a sua parte.

19

REALMENTE O SER HUMANO É COMPLICADO...!

MUITAS VEZES OBSERVAMOS PESSOAS SE EXPONDO A RISCOS,

PRATICANDO ATITUDES INSEGURAS, COMO POR EXEMPLO:

  • ATRAVESSANDO A RUA SEM OLHAR, E FORA DA FAIXA DE PEDESTRE;

  • PASSANDO PELOS CORREDORES DA FÁBRICA SEM UTILIZAR OS ÓCULOS

DE SEGURANÇA;

  • PEGANDO UMA PEÇA OU CHAPA DE FERRO SEM USAR LUVAS DE SEGURANÇA;

  • EXCEDENDO O LIMITE DE VELOCIDADE;

  • TORNANDO INATIVO UM DISPOSITIVO DE SEGURANÇA;

  • USANDO UMA FERRAMENTA INADEQUADA OU EM MÁS CONDIÇÕES;

  • DEIXANDO DE UTILIZAR QUALQUER TIPO DE EQUIPAMENTO NECESSÁRIO

PARA A OPERAÇÃO; ETC.

AO ADOTAR POSTURAS COMO ESTAS, AS PESSOAS DEIXAM DE VALORIZAR A VIDA, NÃO PENSAM NAS CONSEQÜÊNCIAS QUE UM POSSÍVEL ACIDENTE PODE PROVOCAR.

O SIMPLES FATO DE DEIXAR DE USAR OS ÓCULOS DE SEGURANÇA PARA BATER UM PREGO, PODE DEIXAR UMA PESSOA CEGA PARA O RESTO DA VIDA SE O PREGO FOR “ESPIRRADO” COM O GOLPE DO MARTELO E ATINGIR O OLHO.

SERÁ QUE VALE A PENA ?

20

Não improvise

MUITAS VEZES, O DESEJO DE TERMINAR RAPIDAMENTE O QUE ESTAMOS FAZENDO NOS LEVA A FAZER IMPROVISAÇÕES, QUANDO ENTÃO DEIXAMOS DE SEGUIR OS PROCEDIMENTOS SEGUROS DE TRABALHO

COMO CONSEQUÊNCIA DE UMA IMPROVISAÇÃO PODEMOS TER UM ACIDENTE COM DANOS MATERIAIS E/OU PESSOAIS.

OS PROCEDIMENTOS DE TRABALHO SÃO ESTABELECIDOS APÓS CUIDADOSOS ESTUDOS SOBRE A FORMA MAIS CORRETA DE REALIZAR UMA TAREFA.

PORTANTO, NÃO “IMPROVISE” PENSE SOBRE O PORQUE ADOTAR ESTA ATITUDE E SUAS CONSEQUÊNCIAS.

SE PARA REALIZAR UMA ATIVIDADE TEMOS QUE FAZER IMPROVISAÇÕES, ESTA DEVE SER COMUNICADA PARA ELIMINÁ-LA DO PROCESSO.

21

CHECK LIST

Uma atitude que pode salvar vidas

Com o objetivo de “ganhar” alguns minutos, ou as vezes por mero esquecimento, desprezamos importantes “Atitudes de Segurança” na realização de nosso trabalho. Exemplo disso é o check list que devemos realizar, no início dos turnos, nos veículos ou equipamentos que vamos trabalhar.

Detectando alguma irregularidade, a manutençaõ deve ser acionada de imediato e posteriormente deve-se comunicar seu superior imediato

Devemos fazer com que essa atitude torne-se um hábito constante em nosso dia a dia, pois, aplicando esse simples procedimento, com certeza estaremos previnindo acidentes de todo o tipo.

Enfim a eficiência de um trabalho deve ser obtida sem prejuízo aos ítens de segurança.

SEJA CONSCIENTE. ADOTE UMA POSTURA PREVENCIONISTA

22

SABADO

TEMA LIVRE

23

DOMINGO

TEMA LIVRE

24

BRINCADEIRAS NO TRABALHO

Brincadeiras feitas em hora apropriada são saudáveis e tornam o dia mais agradável, mas durante o horário de trabalho, podem causar acidentes.

Uma simples brincadeira, como jogar objetos no colega ou para o colega pode resultar em Acidente do Trabalho.

Futebol é uma ótima diversão nos campos, quadras esportivas, praças jardins. Mas no local de trabalho, em vez de chutar objetos que estão no piso, o que poderá causar acidente até mesmo com alguns dias de afastamento, junte-os e coloque-os em local apropriado (prateleira ou lixo).

Respeite seu colega de trabalho. Evite as brincadeiras quando estamos exercendo alguma atividade, principalmente se for aquelas chamada de “Mau Gosto” (Empurrar, assustar ou até mesmo aquelas onde haja ofensa moral). Não incentive essa atitude. Seja amigo cobrando disciplina no ambiente de trabalho. Afinal, boa parte de nosso dia a dia passamos no trabalho.

25

Segurança com Eletricidade

Recomendações Gerais para Segurança em Eletricidade :

1 - Somente pessoas habilitadas e treinadas devem executar tarefas em instalações elétricas.

2 - Desligue sempre a chave geral ou disjuntores antes de fazer manutenção.

3 - Certifique-se de que o fio não esteja energizado antes de tocá-lo. Use aparelho de teste.

4 - Nunca toque em instalações, aparelhos e equipamentos elétricos com as mãos, pés ou roupas molhadas.

5 - Use ferramentas com cabos isolados.

6 – Troque os fios velhos e desencapados e interruptores e tomadas danificados.

7 – Emendas de fios devem ser bem feitas; isole-as sempre com fita isolante apropriada.

8 - Nas instalações elétricas, prefira materiais de boa qualidade. Verifique se a capacidade dos fusíveis é adequada ao circuito elétrico.

9 – Mantenha as instalações elétricas em perfeito estado.

26

LUVAS DE SEGURANÇA

Para cada atividade existe uma luva mais adequada para sua proteção.

  • Não manuseie chapas ou objetos cortantes sem luvas;

  • Evite o contato com produtos químicos;

  • Utilize a luva adequada á atividade que você estiver realizando. Se você não souber qual o tipo mais adequado, consulte a sua liderança.

Antes de iniciar seu trabalho, verifique se suas luvas estão em boas condições. Nunca utilize luvas rasgadas, cortadas ou que estiverem muito desgastadas.

Informe a sua liderança as irregularidade encontradas

27

INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTE E QUASE ACIDENTE.

O objetivo principal da investigação de acidente e quase acidente é determinar as causas e propor medidas para que ele ou outro semelhante não ocorra novamente.

Quase acidente – é toda ocorrência não programada que interfere no andamento normal de uma atividade, porém sem provocar a lesão ou a perda material, mas com a potencialidade para tal. Ex: cair sem se ferir. Quase ser atropelado por um veículo, etc.

Acidente – é toda ocorrência não programada que interfere no andamento normal de uma atividade provocando lesão no trabalhador.

Acidente com danos materiais – sãoacidentes que provocaram um prejuízo, ou seja, perda de material. Ex: vazamento de produtos, quebra de peças ou equipamentos, etc.

28

LAR DOCE LAR ?

......OU SERÁ QUE ELE ESCONDE MUITAS ARMADILHAS ?

  • Ensine as crianças a não enfiar objetos na tomada e, com crianças menores, instale protetores nas mesmas.

  • Não deixe seu filho soltar pipas próximo à rede elétrica.

  • Não permita que as crianças brinquem com bombinhas, fogos de artifício ou fósforos.

  • Evite plantas venenosas em casa.

  • Habitue as crianças a guardar os brinquedos quando a brincadeira acabou.

  • Não solte balões, nem permita que as crianças o façam.

  • Mantenha as crianças longe do ferro elétrico e do fogão.

  • Desligue o ferro elétrico quando não o estiver usando mais.

29

SABADO

TEMA LIVRE

30

DOMINGO

TEMA LIVRE

31

TODOS OS ACIDENTES DEVEM SER INVESTIGADOS

Você sabia que a investigação deve ser feita imediatamente à ocorrência?

Isto deve acontecer para evitar:

1 – que as circunstâncias da ocorrência sejam alteradas;

2 – que as testemunhas se ausentem;

3 – que os envolvidos esqueçam detalhes;

4 – que as testemunhas sejam influenciadas;

5 – que sejam inventados fatos para esconder causas ou ações.

A investigação não deve:

1 – achar culpado;

2 – punir;

3 – esconder ineficiência.

A investigação deve:

1 – ser positiva;

2 – reconhecer ação adequada;

3 – evitar situação desconfortável;

4 – corrigir condição insegura;

5 – atenção e empatia.

Elaboração: Eugenio Borelli Filho - Coord. Segurança do Trabalho.

______________________________________________________________________________

SL – SILUBRIN - EXCELÊNCIA EM SERVIÇOS DE LUBRIFICAÇÃO

Comentários