(Parte 1 de 3)

Neste documento será detalhado o processo de implantação do SIGMA como sistema de gerenciamento de manutenção nas unidades do grupo MARFRIG (Divisão Bovino) em 8 unidades desta, a saber: Promissão-SP – Marbrand, Promissão-I, Promissão-I, Curtume, Mineiros-GO, Capão do Leão-RS, Bataguaçu-MS e Tangará da Serra-MT.

O inicio da implantação se deu com uma reunião na central de TI do grupo MARFRIG em Sto. André – SP, com o objetivo de definir o ambiente necessário para a utilização do SIGMA e para efetuar testes de como seria a melhor configuração para que os usuários finais pudessem utilizar o SIGMA e o mesmo ser gerenciado por um único servidor.

Após esta etapa deu-se inicio a implantação do SIGMA na cidade de Promissão – SP na unidade PROMISSÃO – I juntamente com o Sr. Getúlio.

Segue abaixo a descrição das atividades desenvolvidas e métodos utilizados para a implantação inicial do SIGMA:

Para a implantação do sistema foi definido pelo grupo de implantação (Grupo interno da MARFRIG) como seriam feitos os cadastros e como seriam os códigos a serem utilizados nos cadastros básicos para a utilização do sistema, visando assim a padronização dos cadastros em todas as unidades do grupo MARFRIG que utilizarão o SIGMA como sistema de controle e gerenciamento de manutenção.

Foram padronizados códigos de:

Família Departamento Setor Processo Centro de custo Origem Área executante Função Funcionário Peças (Os códigos utilizados neste cadastro foram importados de base de dados do programa utilizado pelo grupo MARFRIG para controle de estoque) Procedimentos de Preventivas Procedimentos de Lubrificação Procedimentos de Preditiva

Esta padronização prévia dos cadastros a serem realizados possibilitou a otimização do processo de implantação gerando assim um tempo maior de treinamento operacional, avaliação detalhada de necessidades e cadastramentos.

Em algumas unidades onde o SIGMA foi implantado observou-se que os programadores de manutenção já utilizavam versões anteriores do sistema. Então para que déssemos prosseguimento a implantação, fez-se necessário a atualização da versão para que as novas funcionalidades apresentadas na versão utilizada pelo grupo MARFRIG fossem incorporadas e utilizadas pelos mesmos.

Durante este processo de atualização foi realizado um trabalho de análise dos cadastros, programações e histórico contido na base de dados, para que esta migração ocorresse de maneira a conter fielmente todos os dados necessários para posterior consulta de histórico e auditorias posteriores.

Durante o período de implantação em uma das unidades que já utilizavam uma versão antiga do SIGMA (os mesmos estavam passando por auditoria interna) foi necessário recorrer ao histórico que constava na versão anterior.

Conforme citado anteriormente, em algumas unidades já se utilizava o SIGMA, porém em versões antigas, e os mantenedores que o utilizavam não haviam sido devidamente instruídos nas formas de cadastro do sistema e por isso não efetuaram todos os cadastros corretamente, então durante analise feita pelos consultores da Rede Industrial no de banco de dados observou-se quais tipos de cadastros seriam mantidos e quais seriam alterados para que os mesmos se adequassem ao padrão MARFRIG.

Feita esta análise concluiu-se que os cadastros de códigos de manutenções preventivas, departamentos, setores, processos, centro de custo, famílias, funções e funcionários deveriam ser alterados, e mantidos os demais cadastros existentes.

Abaixo encontra-se um exemplo de como foram efetuados alguns cadastros:

CódigoNome.
PMManut. Preventiva mecânica
PEManut. Preventiva Elétrica
PCManutenção Preventiva Civil
PRRota de inspeções (Elétrica, Civil e Mec.)

Tabela (Cadastro de Preventiva): Tabela (Famílias)

Código>Função

Tabela Função: 01 Coordenador de Manutenção 02 Supervisor de manutenção Mecânica 03 Supervisor de manutenção Elétrica 04 Supervisor de manutenção Civil 05 Líder de manutenção Mecânica 06 Líder de manutenção Elétrica 07 Líder de manutenção Civil 08 Programador de Manutenção 09 Soldador Industrial 10 Torneiro Mecânico 1 Mecânico Industrial – A 12 Mecânico Industrial – B 13 Mecânico Industrial – C 14 Encanador Industrial 15 Eletricista Rebobinador 16 Eletricista – A 17 Eletricista – B

CódDescrição
500Infra-estrutura

Na tabela Departamento: 100 Manutenção e Utilidades 200 Recebimento de Animais 300 Frigorífico 400 Administrativo

Código>Descrição:

Tabela Área executante: 01 Manut. Elétrica Interna 02 Manut. Elétrica Externa 03 Manut. Mecânica Interna 04 Manut. Mecânica Externa

O inicio das atividades de implantação ocorreu na cidade de Promissão – SP, onde situam-se quatro unidades MARFRIG onde o SIGMA seria implantado. Em duas dessas unidades (PROMISSÃO-1 e PROMISSÃO-16) o SIGMA já era utilizado, porém, em versões anteriores.

Inicialmente na unidade PROMISSÃO-1 era utilizada a versão 2007 do SIGMA então após análise dos dados existentes naquele banco realizou-se a atualização do mesmo, efetuando durante este processo de atualização a inserção de tabela de peças, esta tabela foi extraída do sistema corporativo de controle de almoxarifado da MARFRIG (não para que se integrassem os dados, mais para que a relação de códigos de peças constassem no SIGMA), evitando assim que as mesmas fossem cadastradas posteriormente de maneira incorreta.

Após a atualização e instalação do SIGMA no portal de aplicativos MARFRIG este banco de dados foi utilizado como banco padrão para as demais unidades onde o SIGMA ainda não estivesse sendo utilizado, esta decisão foi tomada juntamente com os planejadores de manutenção e aprovada pelo coordenador do projeto de implantação do SIGMA após análise dos parâmetros que seriam padrões para as demais unidades.

No portal de aplicativos também foram inclusos os aplicativos de Solicitação de serviço e LD, pois os mesmos serão utilizados no fluxo estabelecido para os serviços corretivos conforme pode ser visualizado nos planos de ações para manutenções corretivas, preventivas e autônomas listados abaixo:

1. MANUTENÇÃO CORRETIVA

1.1. Quando na detecção de uma falha em equipamentos e instalações, seja na necessidade de correção imediata ou programada, o observador aciona a manutenção por meio verbal, e/ou por escrito através de uma S (solicitação de serviços). 1.2. Quando a solicitação necessita de programação deve ser encaminhada para o gerente de manutenção ou supervisor da manutenção que pré-avalia e encaminha para o programador de manutenção. 1.2.1. O programador gera a OS (Ordem de serviço) no SIGMA “Sistema de

Gerenciamento da Manutenção” e negocia com o supervisor a data programada para execução. 1.2.2. Na data programada ou em até uma semana antes da programação, o programador imprime e encaminha a OS ao supervisor de manutenção. 1.2.3. O supervisor de manutenção distribui as OS’s programadas aos mantenedores competentes com as especialidades requeridas. 1.2.4. O mantenedor deve executar a corretiva. 1.2.5. O mantenedor deve encaminhar a OS para o supervisor de manutenção. 1.2.6. O supervisor pré-avalia as informações e encaminha a OS para o programador de manutenção, que deve registrar os apontamentos no SIGMA. Após os registros eletrônicos a OS em meio físico pode ser destruída. 1.2.7. Quando a solicitação requer uma ação emergencial, deve ser direcionada ao gerente de manutenção ou supervisor de manutenção para imediata ação. Em casos excepcionais pode-se acionar diretamente qualquer mantenedor para a ação. 1.2.8. O mantenedor deve executar a corretiva emergencial. 1.2.9. Quando a solicitação foi verbal o mantenedor deve abrir uma OS, seja pelo SIGMA (acionando o programador) seja a OS de bolso. 1.2.10. Após a conclusão dos serviços o mantenedor deve preencher os apontamentos da OS, assinar e encaminhar a OS para o supervisor de manutenção. 1.2.1. O supervisor pré-avalia as informações e encaminha a OS para o programador de manutenção, que deve registrar os apontamentos no SIGMA. Após os registros eletrônicos a OS em meio físico pode ser destruída.

p/ CE = D p/ CP

= D + Prog.

Processos

Solicitante Gerente

Manut. Sup. Manut. Programador Mantenedor Eng. PCM Qdo

Relatar a falha:

Verbalmente ou através de S.

Qual a prioridade? A solicitação é viável técnica e economicamente?

Programada

Emergencial

Comunica o solicitante e finaliza o processo

Fim

Não

Sim Abrir a OS no SIGMA

Programar a execução da OS

Distribuir a OS aos mantenedores

Imprimir a OS programada

Acionar o mantenedor com especialidade competente

Executar a corretiva

D + Prog.

Registra as informações da OS no

Fim

Auditoria periódica da metodologia

Prog. + 5

Abrir e/ou Preencher Corretamente OS (SIGMA, ou de bolso

(Parte 1 de 3)

Comentários