Princípios de Automação Industrial

Princípios de Automação Industrial

(Parte 1 de 3)

Ementa da disciplina

Histórico da Automação

Atuadores elétricos, hidráulicos e pneu máticos Redes de Petri

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

Redes de Petri

Controladores Lógico Programáveis

Programação por diagrama de blocos

Programação LADDER Sistema SCADA

Avaliação

Lista de Exercícios (E1 e E2)

Prova Trabalho em grupo (TF -máx 3 alunos)

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

I NTR O DUÇÃ O O que é automação?

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

O que é automação?

“Engenharia de auto mação é o estudo das técnicas que visa m oti mizar u m processo de negócio, au mentando sua produtividade, pro movendo a valorização daforça de trabalho hu mano, e assegurando u ma operação

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira hu mano, e assegurando u ma operação a mbiental mente segura”

“A auto mação te m porfoco o processo, os ativos de produção e os especialistas envolvidos nas atividades de operação e gerencia mento do negócio”

“A auto mação restitui ao ho me m sua condição de ser pensante no processoindustrial”

Realizatarefas repetitivas

Deixa para o ho me m,fazer no máxi mo intervenções sob de manda, análise e to mada de decisões

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

U m dos mais i mportantes aspectos de transfor mação no perfil co mpetitivo das e mpresas é a auto maçãoindustrial

O conceito de auto mação i mpõe-se,

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

O conceito de auto mação i mpõe-se, cada vez mais, nas e mpresas preocupadas e m melhorar a sua produtividade, reduzindo ao mes mo te mpo os custos.

Automação através da história HISTÓRIA DA AUTOMAÇÃO

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

Desde de a pré-história, o homem se preocupa em poupar o esforço:

–Invenção da roda –Moinho de vento

–Uso de força animal

–Rodas d’água

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

Apenas na era industrial, meados do século 18, é que automação ganhou destaque.

Os sistemas inteiramente automáticos só surgiram no início do século X. Antes, os dispositivos eram semi-automáticos.

A necessidade de au mentar a produção e a produtividade forçou o ser hu mano a criar u ma séries deinovações:

–Máquinas cada vez mais modernas, capazes de executar com mais precisão e rapidez os trabalhos manuais

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira e rapidez os trabalhos manuais

–Uso de energias alternativas a energia hidráulicas e dos músculos.

1788: Ja mes Watts desenvolveu u m mecanis mo de regulage m do fluxo de vapor e m máquinas.

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

No século X, os co mputadores se tornara m o alicerce na auto mação, junto co m os servo mecanis mos e controladores progra máveis.

A orige m do co mputador está

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

A orige m do co mputador está relacionada a necessidade de auto matizar os cálculos, evidenciada inicial mente pelo uso de ábacos pelos babilônios, entre 2000 e 3000 A.C.

E m 1880, Her man Hollerith criou u m novo método, baseados na utilização de cartões perfurados, para auto matizar o algu mas tarefas de tabulação do censo dos EUA que antes durava m 10 anos. Co m o método, o processo era concluído

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira

Co m o método, o processo era concluído e m seis.

E m 1946, foi desenvolvido o pri meiro co mputador de grande porte total mente eletrônico usando válvulas. O E NIAC ocupava u ma sala e pesava 30 toneladas. Consu mia 150 k W para realizar 5000 cálculos por segundo.

Copyright © 2000, 2001 Raquel Borba Balceiro. Todos os direitos reservados. Jenner Ferreira realizar 5000 cálculos por segundo.

(Parte 1 de 3)

Comentários