Apostila de torno CNC (linguagem MCS)

Apostila de torno CNC (linguagem MCS)

(Parte 1 de 3)

FUNÇÕES PREPARATÓRIAS (CÓDIGOS G) padrão ISO

COMANDO

ATUAÇÃO

DESCRIÇÃO

G00

MODAL

Posicionamento rápido – coord. cartesianas

G01

MODAL

Interpolação linear com avanço programado “F” – coord. cartesianas

G02

MODAL

Interpolação circular horária – coord. cartesianas

G03

MODAL

Interpolação circular anti-horária – coord. cartesianas

G04

BLOCO

Tempo de espera, onde “F” é o tempo em décimo de segundo

G33

BLOCO

Execução de uma passada de rosca

G40

MODAL

Desativa compensação de raio da ferramenta

G41

MODAL

Ativa compensação de raio à esquerda

G42

MODAL

Ativa compensação de raio à direita

G92

MODAL

Limitação de rotação do eixo árvore em V.C.C. (Velocidade de corte constante)

G95

MODAL

Avanço em mm/ rotação e S em rpm

G96

MODAL

Avanço em mm/rotação e S em m/min, ativa V.C.C.

G97

MODAL

S em rpm e desativa V.C.C. (Velocidade de corte constante)

CÓDIGOS M

M00

Parada programa

M02

Final de programa

M03

Rotação eixo árvore sentido horário

M04

Rotação eixo árvore sentido anti-horário

M05

Interrompe a rotação

M08

Liga refrigeração

M09

Desliga refrigeração

M13

M03+M08

M14

M04+M08

M28

Testa estado de contraponto recuado

M29

Testa estado de contraponto avançado

M30

Fim de programa

M37

Define gama de rotação baixa

M38

Define gama de rotação média

M39

Define gama de rotação alta

M40

Recua contra ponto

M41

Avança contra ponto

M45

Testa fim de barra (quando houver alimentador de barra hidráulico)

M46

Abre placa/pinça

M47

Fecha placa/pinça

M58

Ativa Vcc (Velocidade de corte constante) em hedeinhain

M59

Rpm direta, cancela M58 ou limite de rotação (se vier após M58) em hedeinhain

M68

Testa estado da placa aberta

M69

Testa estado da placa fechada

M90

Cancela compensação de raio de corte

M91

Ativa compensação de raio de corte à direita

M92

Ativa compensação de raio de corte à esquerda

M97

Parada precisa

PRINCIPAIS COMANDOS MCS

CICLO FIXO DE DESBASTE

CYC CALL 24 DLONG

X0

Z0

X1

Z1

INCR

PERFIL

SOBREMX

SOBREMZ

TIPO

FERR.

Para desbaste externo:

X0 – Dois milímetros maior do que a peça em bruto no diâmetro.

Z0 – Um milímetro afastado da face da peça em bruto.

X1 – Menor diâmetro da peça acabada.

Z1 – Maior cota Z da peça acabada.

INCR. – Profundidade de corte (no raio)

PERFIL – No do Label que define a peça acabada.

SOBREMX – Sobre metal para acabamento no eixo X

SOBREMZ – Sobre metal para acabamento no eixo Z

TIPO: Digitar: 0 – para somente desbaste

1 – para desbaste e acabamento

2 – para somente acabamento

FERR. – Digitar : 0 – para ferramenta no lado positivo do eixo X

1 – para ferramenta no lado negativo do eixo X

Para desbaste interno:

X0 – Diâmetro do furo interno feito pela broca.

Z0 – Um milímetro afastado da face da peça em bruto.

X1 – Maior diâmetro interno da peça acabada.

Z1 – Maior cota Z da peça acabada.

INCR. – Profundidade de corte (no raio)

PERFIL – No do Label que define a peça acabada.

SOBREMX – Sobre metal para acabamento no eixo X (valor negativo)

SOBREMZ – Sobre metal para acabamento no eixo Z

TIPO: Digitar: 0 – para somente desbaste

1 – para desbaste e acabamento

2 – para somente acabamento

FERR. – Digitar : 0 – para ferramenta no lado positivo do eixo X

1 – para ferramenta no lado negativo do eixo X

CICLO FIXO DE ROSCA

CYC CALL 33 ROSCA

X1

Z1

X2

Z2

AFAST.

PASSO

PROF.

ACABAMEN.

TIPO

ANG. FERR.

N. PASSA

N. VAZIO

ANG. SAI.

FERR.

X1 – Cota X do ponto inicial da rosca (diâmetro inicial da rosca).

Z1 – Cota Z do ponto inicial da rosca.

X2 – Cota X do ponto final da rosca (diâmetro final da rosca).

Z2 – Cota Z do ponto final da rosca.

Obs: Sempre que a rosca não for cônica os valores de X1 e X2 são iguais.

AFAST. – Distância para aceleração do eixo (deve ser no mínimo de duas vezes o passo).

PASSO – Passo da rosca.

PROF. – Profundidade da rosca, altura do filete.(deve ter valor positivo para rosca externa e valor negativo para rosca interna).

ACABAMEN. – Sobre metal para acabamento. (material a ser tirado na ultima passada da rosca).

TIPO – Define a forma de entrada da ferramenta na rosca:

0 – para entrada em 90 graus no filete.

1 – para entrada lateral no filete.

2 – para entrada em zig zag.

ANG. FERR. – Esta variável deve ser preenchida com metade do ângulo da ferramenta.

N. PASSA – Determina o número de passadas que será executada a rosca.

N. VAZIO – Determina o número de passadas que a máquina repetirá sem aprofundar no material depois de acabada a rosca.

ANG. SAI. – Define o ângulo que a ferramenta vai sair da rosca

0 – para 90 graus

1 – para 45 graus

2 – para 60 graus

FERR. – Define o plano do eixo X em que a ferramenta vai trabalhar

0 – para o plano positivo

1 – para o plano negativo

CICLO FIXO DE FURAÇÃO

CYC CALL 23 FURAÇÃO PROFUNDA

Z0

Z1

PROF.

INCR.

DIAM.

V. CORTE

TEMPO

Z0 – Ponto de aproximação da peça no eixo Z.

Z1 – Ponto exato onde se inicia o furo no eixo Z.

PROF. – Profundidade do furo (se o furo for passante a profundidade deve ser maior que o comprimento da peça). (O valor é positivo)

INCR. – Profundidade para alívio da broca (quebrar cavaco).

DIAM. – Diâmetro da broca (deve ser zero para torneamento).

(Parte 1 de 3)

Comentários