**************************************************************************************************

Aço Carbono

Tipo: A1

BAIXO CARBONO

CLASSE: 45

Características / Aplicações

Peças estruturais que exijam boa soldabilidade, usinabilidade e baixa solicitação mecânica. Peças submetidas à pressão combinada ou não com elevadas temperaturas: válvulas, conexões, flanges, carcaças, etc.

Normas Similares

ABNT NBR 6313AF N1 / AF N4220AF N2 / AF 4220AF 4524 / AF 4825

SAE J435b002200250030

ASTM A 27Gr N-1 / N-2U-60-30 / 60-3065-35 / 70-36ASTM A 216Gr WCA/WCB

DIN 1681GS 38GS 45GS 52

OUTRASJIS F 5101SC37 / SC42SC46 / SC49BS 3100AM1 / AM2

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

0,220,33

0,501,00

0,300,80

0,05Máximo

0,05Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Normalizado

Lim. de Resistência

Lim. de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

45 Kgf/mm² (Mínimo)

25 Kgf/mm² (Mínimo)

18% (Mínimo)

30% (Mínimo)

Dureza Brinell: 190 HB Máximo

Tratamento Térmico

Normalização

Suscetível à Cimentação

Soldagem

Soldabilidade: boaPré-aquecimento: desnecessárioEletrodo: AWS E 6013 - E 7018

Alívio de Tensões: desnecessárioCuidados especiais para evitar deformações

Observações Gerais

Suscetível à cimentação

Aço Carbono

Tipo: A2

MÉDIO CARBONO

CLASSE: 60

Características / Aplicações

Aço de baixa resistência, largamente utilizado na indústria mecânica, siderúrgica, automobilística e naval. Quando beneficiado, apresenta boa resistência, podendo ser usado em rodas, rolos, matrizes, engrenagens.

Normas Similares

ABNT NBR 7242AF 5527AF 5534

SAE J435b0050 A0050 B (*)080

ASTM A 148Gr 80-40Gr 80-50

DIN 1681GS 60

BS 3100AM3

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

0,380,46

0,801,20

0,300,60

0,05Máximo

0,05Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Normalizado

Lim. de Resistência

Lim. de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

60 Kgf/mm² (Mínimo)

35 Kgf/mm² (Mínimo)

15% (Mínimo)

20% (Mínimo)

Dureza Brinell: 210 HB Máximo

Tratamento Térmico

Normalização

Têmpera e revenimento

Soldagem

Soldabilidade: requer maiores cuidadosPré-aquecimento: 300ºC

Alívio de Tensões: necessárioEletrodo: AWS E 7018AWS E 8012 B2

Observações Gerais

Aço de baixa temperabilidade

Temperável em água (chama ou indução)

(*)Material beneficiado pela dureza: 207 a 255 HB

Aço Carbono

Tipo: A3

ALTO CARBONO

CLASSE: 70

Características / Aplicações

Utilizado em peças de espessuras maiores que exijam boa resistência. Possui baixa temperabilidade, podendo, no entanto, ser usado normalizado. Por exemplo: rodas, rolos, anéis de moagem e dentes para máquinas.

Normas Similares

DIN 1681GS 70

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

0,500,80

0,601,00

0,300,60

0,04Máximo

0,04Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Normalizado

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

70 Kgf/mm² (Mínimo)

42 Kgf/mm² (Mínimo)

8% (Mínimo)

15% (Mínimo)

Dureza Brinell: 250 HB Máximo

Tratamento Térmico

Normalização

Têmpera e revenimento

Soldagem

Soldabilidade: difícilPré-aquecimento: necessário

Alívio de Tensões: necessárioEletrodo: AWS E 7018AWS E 9018 (B)

Observações Gerais

Aço de baixa temperabilidade

Temperável em água (chama ou indução)

Aço Baixa Liga

Tipo: C1

BAIXO CARBONO

CLASSE: Cr Ni Mo

Características / Aplicações

Aço para cimentação com boa soldabilidade. Utilizado em peças que exijam razoável resistência ao impacto combinado com desgaste por atrito: excêntricos, cremalheiras, engrenagens.

Normas Similares

ABNT NBR 7242AF 6241

SAE J435b080/090

ASTM A 148Gr 80-40/Gr80-50Gr 90-60

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo(Cr)

Níquel(Ni)

Molibdênio(Mo)

0,150,30

0,501,00

0,250,60

0,05Máximo

0,05Máximo

0,70Máximo

0,70Máximo

0,30Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Normalizado

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

65 Kgf/mm² (Mínimo)

45 Kgf/mm² (Mínimo)

17% (Mínimo)

30% (Mínimo)

Dureza Brinell: 190 HB Máximo

Tratamento Térmico

Normalização e revenimento

Suscetível à Cimentação

Soldagem

Soldabilidade: boaPré-aquecimento: necessário

Alívio de Tensões: necessárioEletrodo: AWS E 7018AWS E 8018 (B)

Observações Gerais

Aço de boa temperabilidadeAs propriedades mecânicas, no estado beneficiado, podem ter como máximo:LR = 120 Kgf/mm²                                  LE = 100 Kgf/mm²                                A = 20%                            E = 20 a 30%

Aço Baixa Liga

Tipo: C2

BAIXO CARBONO

CLASSE: Mn

Características / Aplicações

Aço de baixa resistência utilizado em peças que exijam razoável resistência ao impacto, com moderado desgaste por atrito: cremalheiras, roletes,  engrenagens.

Normas Similares

ABNT NBR 6313AF 4828

ASTM A 216Gr WCC

ASTM A 27Gr 70-40

DIN 1681GS 38 Mn 5GS 24 Mn 6

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo(Cr)

0,200,25

0,701,20

0,250,60

0,05Máximo

0,05Máximo

0,50Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Normalizado

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

49 Kgf/mm² (Mínimo)

28 Kgf/mm² (Mínimo)

22% (Mínimo)

30% (Mínimo)

Dureza Brinell: 220 HB Máximo

Tratamento Térmico

Normalização

Normalização e revenimento

Soldagem

Soldabilidade: boaPré-aquecimento: desnecessário

Alívio de Tensões: desnecessárioEletrodo: AWS E 7018

Observações Gerais

Suscetível à cimentação

Aço Baixa Liga

Tipo: M1

MÉDIO CARBONO

CLASSE: Cr Ni Mo

Características / Aplicações

Aço para beneficiamento de alta temperabilidade, possibilitando a obtenção de alta resistência e dureza, geralmente empregado em peças de seções espessas que exijam resistência elevada: virabrequins, engrenagens, pinhões.

Normas Similares

ABNT NBR 7242AF 8265 e acima

SAE J435b0105 e acima

ASTM A 148Gr 105-85 e acima

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo (Cr)

Níquel(Ni)

Molibdênio(Mo)

0,300,40

0,601,00

0,300,60

0,05Máximo

0,05Máximo

0,500,90

1,502,00

0,200,30

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Recozido

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

60 Kgf/mm² (Mínimo)

40 Kgf/mm² (Mínimo)

17% (Mínimo)

25% (Mínimo)

Dureza Brinell: 230 HB Máximo

Tratamento Térmico

Recozimento

Têmpera e revenimento

Soldagem

Soldabilidade: difícil

Necessária a elaboração de procedimento específico

Observações Gerais

Dureza máxima após têmpera: 500 HB

Aço Baixa Liga

Tipo: M2

MÉDIO CARBONO

CLASSE: Cr Mo

Características / Aplicações

Aço para beneficiamento, de alta temperabilidade, geralmente empregado em peças submetidas a esforços contínuos, podendo, em alguns casos, ser usado no estado normalizado e revenido: rodas, engrenagens, braços, dispositivos para fixação.

Normas Similares

ABNT NBR 7242AF 7258 e acima

SAE J435b010501200150

ASTM A 148Gr 105-85Gr 115-95Gr 150-125

DIN SEW 835GS 42 Cr Mo 4

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo(Cr)

Molibdênio(Mo)

0,350,45

0,751,00

0,300,60

0,05Máximo

0,05Máximo

0,801,10

0,150,30

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Recozido

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

60 Kgf/mm² (Mínimo)

35 Kgf/mm² (Mínimo)

15% (Mínimo)

20% (Mínimo)

Dureza Brinell: 220 HB Máximo

Tratamento Térmico

Recozimento

Têmpera e revenimento

Soldagem

Soldabilidade: difícil

Necessária a elaboração de procedimento específico

Observações Gerais

Dureza máxima após têmpera: 550 HB

Aço Baixa Liga

Tipo: M3

MÉDIO CARBONO

CLASSE:  Mn

Características / Aplicações

Aço de moderada resistência e temperabilidade, geralmente empregado em peças sujeitas a desgaste por abrasão e impactos. Ideal para equipamentos de corte e penetração (terraplanagem): sapatas de esteira, escorificadores, unhas e dentes de escavadeira.

Normas Similares

ABNT NBR 7242AF 7258 e abaixo

SAE J435b0105 e abaixo

ASTM A 148Gr 105-85 e abaixo

DIN SEW 835GS 36 Mn 5

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

0,300,40

1,201,50

0,300,60

0,05Máximo

0,05Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Normalizado

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

Redução de Área

(LR)

(LE)

(A)

(E)

60 Kgf/mm² (Mínimo)

50 Kgf/mm² (Mínimo)

17% (Mínimo)

30% (Mínimo)

Dureza Brinell: 250 HB Máximo

Tratamento Térmico

Normalização

Têmpera e revenimento

Soldagem

Soldabilidade: difícilPré-aquecimento: necessário

Alívio de Tensões: necessárioEletrodo: AWS E 7018AWS E 8018 B2

Observações Gerais

Devido à moderada temperabilidade, geralmente, o resfriamento após têmpera é realizado em água.

Inoxidável / Martensítico

Tipo: MT1

AÇO AO CROMO

CLASSE:  410

Características / Aplicações

Aço cromo inoxidável martensítico. No estado recozido apresenta estrutura ferrítica. Possui boas propriedades mecânicas para trabalho até 400ºC: peças para indústria química, petroquímica, ferroviária, papel e celulose, turbinas a vapor, componentes de válvulas, componentes de bombas, etc.

Normas Similares

DIN GX 10 Cr 13

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo (Cr)

0,150,25

1,00Máximo

1,00Máximo

0,05Máximo

0,05Máximo

11,5013,50

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Recozido

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

(LR)

(LE)

(A)

55 Kgf/mm² (Mínimo)

30 Kgf/mm² (Mínimo)

20% (Mínimo)

Tratamento Térmico

Têmpera e Revenimento

Recozimento

Soldagem

Soldabilidade: difícilPré-aquecimento: necessário

Alívio de Tensões: necessárioEletrodo: AWS A 5.4 : E 410-15

Observações Gerais

Boa usinabilidade no estado recozido.

Inoxidável / Martensítico

Tipo: MT2

AÇO AO CROMO

CLASSE:  420

Características / Aplicações

Aço cromo inoxidável martensítico. No estado recozido apresenta estrutura ferrítica. Peça de máquinas e equipamentos em geral, moldes plásticos e para indústria do vidro, peças de bombas, válvulas e turbinas, artigos de cutelaria.

Normas Similares

DIN GX 30 Cr 14

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo (Cr)

0,250,35

1,00Máximo

1,00Máximo

0,05Máximo

0,05Máximo

12,0014,00

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Recozido

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

(LR)

(LE)

(A)

65 Kgf/mm² (Mínimo)

35 Kgf/mm² (Mínimo)

18% (Mínimo)

Tratamento Térmico

Têmpera e Revenimento

Recozimento

Soldagem

Soldabilidade: difícilPré-aquecimento: necessário

Alívio de Tensões: necessárioEletrodo: AWS A 5.4 : E 410-15

Observações Gerais

Boa usinabilidade no estado recozido.

Inoxidável / Refratário

Tipo: R1

CROMO-NÍQUEL

CLASSE:  18/8

Características / Aplicações

Aço cromo-níquel austenítico, boa resistência à corrosão e aos trabalhos sujeitos a impactos em temperaturas até 900ºC: trocadores de calor, válvulas, tubos, conexões e ancoragens.

Normas Similares

ASTM A 297Gr HF

ASTM A 743Gr CF20

DIN SEW 595Gx 15 CrNi 18-8Gx 25 CrNiSi 18-9

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo (Cr)

Níquel (Ni)

Molibdênio(Mo)

0,150,35

0,801,50

2,60Máximo

0,05Máximo

0,05Máximo

18,0011,00

8,0011,00

0,50Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Bruto de Fundição

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

(LR)

(LE)

(A)

48 Kgf/mm²

21 Kgf/mm²

25%

Mínimo

Mínimo

Mínimo

Tratamento Térmico

Sem tratamento

Solubilização

Soldagem

Soldabilidade: boaPré-aquecimento: desnecessário

Alívio de Tensões: desnecessárioEletrodo: AWS E 308-16

Observações Gerais

Entre os aços inoxidáveis, considerado o de melhor resistência à corrosão.

Inoxidável / Refratário

Tipo: R2

CROMO-NÍQUEL

CLASSE:  25/12

Características / Aplicações

Aço cromo-níquel austenítico, boa resistência à corrosão. Indicado para serviços em temperaturas até 1000ºC, sendo menos afetado por corrosão intergranular na faixa de 420ºC a 840ºC: suportes refratários, barras de grelha, grelhas, conexões.

Normas Similares

ASTM A 297Gr HH

ASTM A 351Gr CH 20

ASTM A 743Gr CH 20

DIN SEW 595Gx 35 CrNiSi 25-12Gx 40 CrNiSi 25-12

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo (Cr)

Níquel (Ni)

Molibdênio(Mo)

0,200,40

1,50Máximo

2,00Máximo

0,04Máximo

0,04Máximo

22,0026,00

11,0014,00

0,50Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Bruto de Fundição

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

(LR)

(LE)

(A)

45 Kgf/mm² (Mínimo)

21 Kgf/mm² (Mínimo)

25% (Mínimo)

Tratamento Térmico

Sem tratamento

Solubilização

Soldagem

Soldabilidade: boaPré-aquecimento: desnecessário

Alívio de Tensões: desnecessárioEletrodo: AWS E 310-15

Observações Gerais

Aço de boa refratariedade.

Inoxidável / Refratário

Tipo: R3

CROMO-NÍQUEL

CLASSE:  25/20

Características / Aplicações

Aço cromo-níquel inoxidável austenítico com excelente resistência à corrosão e boas características mecânicas para serviços em elevadas temperaturas (1150ºC): trocadores de calor, grelhas de forno, bombas de sucção, rotores.

Normas Similares

ASTM A 297Gr HK

ASTM A 351Gr CK 20

ASTM  A 743Gr CK 20

DIN SEW 595Gx 40 CrNiSi 25-20Gx 15 CrNiSi 25-20

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo (Cr)

Níquel (Ni)

Molibdênio(Mo)

0,150,30

0,801,50

1,002,00

0,05Máximo

0,05Máximo

24,0028,00

18,0022,00

0,50Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Bruto de Fundição

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

(LR)

(LE)

(A)

45 Kgf/mm² (Mínimo)

21 Kgf/mm² (Mínimo)

25% (Mínimo)

Tratamento Térmico

Sem tratamento

Solubilização

Soldagem

Soldabilidade: boaPré-aquecimento: desnecessário

Alívio de Tensões: desnecessárioEletrodo: AWS E 310-15

Observações Gerais

Considerado o aço de maior refratariedade dentre os aços de alta liga.

Inoxidável / Refratário

Tipo: R4

CROMO-NÍQUEL-MOLIBDÊNIO

CLASSE:  19/10 Mo

Características / Aplicações

Aço cromo-níquel inoxidável austenítico com boa resistência à corrosão e aos trabalhos sujeitos a impactos. Comparado ao 18-8 apresenta melhor resistência a formas localizadas de corrosão devido à introdução do molibdênio à liga: bombas, rotores, válvulas para indústrias químicas, petroquímicas e naval.

Normas Similares

ASTM A 351Gr CF 8 M

ASTM A 743Gr CF 8 M

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo (Cr)

Níquel (Ni)

Molibdênio(Mo)

0,20Máximo

0,801,50

1,002,00

0,04Máximo

0,04Máximo

18,0021,00

9,0013,00

0,50Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Bruto de Fundição

Limite de Resistência

Limite de Escoamento

Alongamento

(LR)

(LE)

(A)

45 Kgf/mm² (Mínimo)

21 Kgf/mm² (Mínimo)

25% (Mínimo)

Tratamento Térmico

Sem tratamento

Solubilização

Soldagem

Soldabilidade: boaPré-aquecimento: desnecessário

Alívio de Tensões: desnecessárioEletrodo: AWS E 310-15

Observações Gerais

Modificado o teor de carbono das normas citadas acima.Para material CF 8M o teor de molibdênio atenderá a faixa de 2,00 a 2,50%.

Aço Manganês Austenítico

Tipo: Mn I

HADFIELD

CLASSE:  A

Características / Aplicações

Aço austenítico ligado ao manganês, com excelente resistência por abrasão combinado com forte  impacto. Material amagnético. Apresenta elevação de dureza superficial ao ser trabalhado (encruado a frio), permanecendo com o núcleo dúctil. Indicado para peças espessas: chapas de desgaste, revestimento, barras.

Normas Similares

ABNT NBR 7243AF A

ASTM A 128Gr A

DIN GX 120 Mn 13

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

0,801,30

12,0014,00

0,60Máximo

0,07Máximo

0,03Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Solubilizado

Dureza Brinell(HB)160 a 220

Tratamento Térmico

Solubilização

Soldagem

Soldabilidade: difícil

Observações Gerais

A usinabilidade do aço Hadfield é reduzida, sendo possível com o uso de ferramentas especiais. A dureza Brinell não tem correspondência com a usinabilidade e/ou resistência.Após encruamento, a dureza máxima pode alcançar 550 HB.Para aplicações específicas este aço pode ser fabricado com razoável soldabilidade (sem perder suas características originais) por meio de modificações na composição química: MN ESPECIAL.

Aço Manganês Austenítico

Tipo: Mn II

HADFIELD

CLASSE:  C

Características / Aplicações

Aço austenítico ligado ao manganês, com excelente resistência por abrasão combinado com forte  impacto. Apresenta elevação de dureza superficial ao ser trabalhado (encruado a frio), permanecendo com o núcleo dúctil. Indicado para peças de pequena e média espessura: mandíbulas, barras, mantos, cones e moendas.

Normas Similares

ABNT NBR 7243AF - C

ASTM A 128Gr C

DIN GX 120 Mn 12

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Enxofre (S)

Cromo(Cr)

0,801,00

12,0014,00

0,60Máximo

0,07Máximo

0,03Máximo

2,50Máximo

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Solubilizado

Dureza Brinell(HB)160 a 220

Tratamento Térmico

Solubilização

Soldagem

Soldabilidade: difícil

Observações Gerais

A usinabilidade do aço Hadfield é reduzida, sendo possível com o uso de ferramentas especiais. A dureza Brinell não tem correspondência com a usinabilidade e/ou resistência.Após encruamento, a dureza máxima pode alcançar 550 HB.

Aço Manganês Austenítico

Tipo: Mn III

HADFIELD

CLASSE:  E1

Características / Aplicações

Aço austenítico ligado ao manganês, com excelente resistência ao desgaste por abrasão combinado com forte   impacto. Material amagnético.  Apresenta maior soldabilidade devido à adição de molibdênio, e elevada dureza superficial ao ser trabalhado (encruado a frio), permanecendo com o núcleo dúctil. Indicado para peças geometricamente variada.

Normas Similares

ASTM A 128

Gr E1 e Gr E2

Composição Química de Referência

Carbono (C)

Manganês (Mn)

Silício (Si)

Fósforo (P)

Molibdênio(Mo)

0,701,00

12,0014,00

0,60Máximo

0,07Máximo

0,702,00

Propriedades Mecânicas Alcançadas no Estado Solubilizado

Dureza Brinell(HB)160 a 220

Tratamento Térmico

Solubilização

Soldagem

Soldabilidade: difícil

Observações Gerais

A usinabilidade do aço Hadfield é reduzida, sendo possível com o uso de ferramentas especiais. A dureza Brinell não tem correspondência com a usinabilidade e/ou resistência.Após encruamento, a dureza máxima pode alcançar 550 HB.

Comentários