Classificação das Substações

Classificação das Substações

(Parte 1 de 2)

AULA 2

Conceituação e Classificação das Subestações Elétricas

O conceito de “Subestação Elétrica”pode ser entendido como sendo

“o conjunto de instalações elétricas que compreendem equipamentos instalados em ambiente abrigado ou ao tempo, destinado à transformação da tensão, distribuição de energia, seccionamentode linhas de transmissão e, em alguns casos, àconversão de freqüência ou conversão de Vcaem Vcc”.

No Brasil, a legislação específica que define os níveis de tensão a serem obedecidos nos sistemas elétricos encontra respaldo no

NÍVEIS DE TENSÃO VcaDO PONTO DE VISTA DA LEGISLAÇÃO

PRI MÁRIA 34, 5kV

TRANS MISSÃO 138kV

Obs.: São comuns também as expressões EAT (Extra Alta Tensão) para os níveis de 230kV a 500kV e UAT (Ultra Alta Tensão) para os níveis acima de 500kV.

Podemos classificar as subestações elétricas atendendo aos seguintes itens:

Quanto ànatureza dos parâmetros elétricos

Quanto ao tipo construtivo

Quanto ao tipo de instalação

Quanto ao fluxo de potência entre a subestação e o sist. de transmissão

Quanto àsua função no sistema elétrico

Quanto ao fluxo de potência (se direcional) Quanto àrelação entre os níveis de tensão de entrada e de saída

Subestação de Manobra

Subestação Transfor madora

Mantém o mesmo nível de tensão Muda o nível de tensão

Elevadora

Subestação Transfor madora

Abaixadora

A tensão de saída é superior àde entrada

A tensão de saída é inferior àde entrada

Subestação de Trans missão

Subestação de SubTrans missão

Subestação de Distribuição

Ligada a LT’s (destinada a transporte de energia elétrica em bloco, entre subestações, normalmente sem derivações)

Ligada a Linhas de SubTransmissão (destinada a transporte de energia elétrica das subestações de transmissão para as subestações de ra mificações, anéis)

Recebe energia das linhas de Sub Transmissão e as transporta para as redes de distribuição (geralmente com abaixamento de tensão)

Subestação Seccionadora

Subestação Receptora

O sentido do fluxo de potência sempre parte da subestação

Subestação de manobra inserida numa LT do sistema de potência

O sentido do fluxo de potência parte sempre do sistema para a subestação

Subestação Trans missora

Subestação Abrigada Subestação Interna

Instalada ao tempo

Protegida das intempéries por um teto

Instalada no interior de uma edificação

Subestação Externa

Subestação MóvelMontada sobre um veículo

Subestação em Cabine Metálica

Subestação Blindada

Os equipamentos são construtivamente independentes uns dos outros, e são interligados por ocasião da montagem

Com todos equipamentos e interligações executados em fábrica

Barramentos e equipamentos principais dotados de invólucro e isolamento específico

Subestação Convencional

Subestação

Subterrânea Equipamentos e conexões instaladas sob o nível do piso

(Parte 1 de 2)

Comentários