(Parte 1 de 3)

Informativo nº 2 -Edição Digital Prevenção e Controle

O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Risk Engineering Understanding risk across your business

Engenharia de Riscos

Risco -Prevenção e Controle O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Incêndios causados por trabalhos a quente podem ser evitados. Um gerenciamento de riscos eficaz reduz o perigo representado por essas atividades e garante o necessário nível de segurança às operações envolvendo tais trabalhos.

Éo que procuramos sintetizar neste informativo discutindo os principais cuidados que devem ser tomados antes e depois da execução de trabalhos a quente.

Engenharia de Riscos

Risco -Prevenção e Controle O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Trabalhos a quente têm sido a causa de um número significativo de incêndios e explosões em instalações industriais e comerciais e respondem por cerca de 5 a 10% desses sinistros. Tais incêndios freqüentemente ocorrem durante serviços de manutenção ou reforma da planta a cargo de empreiteiros subcontratados ou da própria equipe de manutenção da empresa.

As operações mais comuns de trabalhos a quente são:

9Utilização de equipamentos portáteis elétricos em ambientes de atmosfera potencialmente explosiva.

Engenharia de Riscos

Risco -Prevenção e Controle O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Os responsáveis pela segurança industrial da empresa devem estar cientes dos seguintes perigos de incêndio inerentes aos trabalhos a quente:

•A dispersão de fagulhas, centelhas e fragmentos metálicos gerados por operações de corte e solda podem atingir distâncias superiores a 10m;

•Técnicas de cobertura apenas proporcionam proteção limitada a materiais combustíveis existentes na área onde estejam sendo executados serviços de soldagem e/ou corte;

•Equipamentos danificados ou deteriorados, por exemplo, equipamentos de solda oxi-acetilênica com vazamento na tubulação ou aparelho de solda elétrica com cabos danificados, introduzem perigos adicionais àoperação;

•Metais podem transferir, por condução, calor de pontos quentes para materiais co mb ustíveis;

•Fagulhas produzidas por corte ou solda podem atingir locais ou espaços confinados onde um incêndio poderia se desenvolver sem ser detectado;

•Materiais inflamáveis existentes no lado oposto das divisórias onde estejam sendo executados trabalhos a quente podem entrar em ignição por irradiação ou condução de calor.

Perigos

Engenharia de Riscos

Risco -Prevenção e Controle O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Medidas Preventivas

Os perigos de incêndio relativos aos trabalhos a quente podem ser controlados de maneiras eficaz, pelo emprego de um sistema de permissão para trabalhos a quente, especificamente desenhado para reduzir os riscos associados a estas operações.

Medidas preventivas formalizadas devem ser observadas por todos os funcionários da empresa bem como por todos os empreiteiros e subcontratados, sempre que trabalhos a quente forem realizados em áreas que tenham, ou recentemente tenham tido líquidos inflamáveis, gases, pós orgânicos, ou quaisquer outros materiais que possam entrar em ignição, ou liberar vapores inflamáveis quando aquecidos.

Engenharia de Riscos

Risco -Prevenção e Controle O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Manter um elevado padrão de organização e limpeza no local;

Garantir que todos os equipamentos de solda e corte sejam mantidos em boas condições de operação;

Assegurar que os equipamentos de combate a incêndio não estejam obstruídos ou tenham seu uso dificultado pelos serviços a serem desenvolvidos;

Garantir que as pessoas responsáveis pelos trabalhos a quente saibam comprovadamente utilizar recursos de combate a incêndio;

Instruir funcionários de empresas contratadas sobre as normas vigentes na planta;

Precauções Básicas

Engenharia de Riscos

Risco -Prevenção e Controle O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Assegurar que todos os colaboradores –incluindo os empreiteiros e subcontratados -saibam exatamente quais procedimentos devem ser tomados em caso de incêndio;

Providenciar para que todos os trabalhos a quente sejam acompanhados por um responsável do setor de segurança industrial;

Assegurar que a área seja efetivamente inspecionada após a realização dos trabalhos a quente para identificação de possíveis focos de incêndio;

Garantir que os trabalhos sejam realizados somente por pessoas autorizadas, por meio de uma permissão formal para trabalhos a quente.

Precauções Básicas

Engenharia de Riscos

Risco -Prevenção e Controle O Perigo de Incêndio nos “Trabalhos a Quente”

Analisar os possíveis impactos que os trabalhos a quente poderão ocasionar num raio de abrangência de 15m do local de serviços;

Identificar os materiais combustíveis existentes na área designada para execução dos trabalhos;

Isolar e identificar claramente o local, especialmente se houver locomoção de pessoas ou veículos na área;

Limpar completamente a área, varrendo ou aspirando pós e limalhas, e eliminando restos de óleos, graxas e estopas saturadas, com solventes ou lubrificantes;

Remover quaisquer produtos inflamáveis como solventes, tintas e óleos para fora do local de isolamento;

Medidas Específicas no Local

(Parte 1 de 3)

Comentários