Manutenção Mecânica I

Manutenção Mecânica I

(Parte 1 de 2)

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

A manutenção é utilizada em todo tipo de empresa para evitar possíveis falhas e quebras - em máquinas e instalações, entre outros. Ela é importante para dar confiabilidade aos equipamentos, melhorar a qualidade e até para diminuir desperdícios.

a preventiva, por exemplo

Há vários tipos de manutenção que podem ser empregados, como a planejada e

empresa

O importante é ter em mente que a máquina não vai funcionar para sempre. E que a "escolha" de quando isso vai acontecer pode ser uma decisão crucial para a

A manutenção deve ser uma política da empresa. Para isso, é preciso dar atenção a dados técnicos e econômicos. A escolha de como e quando fazê-la é gerencial.

Implantar e praticar a engenharia de manutenção significa uma mudança cultural para a maioria das empresas. Significa deixar de ficar consertando continuamente, para procurar as causas fundamentais e gerenciá-las, para que se diminuam os custos com repetitivos reparos de emergência e para que se possa melhorar as condições de trabalho na empresa.

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

Aumenta a confiabilidade, a boa manutenção gera menos parada de máquinas;

Melhora a qualidade, máquinas e equipamentos mal ajustados têm mais probabilidade de causar erros ou baixo desempenho e podem causar problemas de qualidade;

Diminui os custos, quando bem cuidados, os equipamentos funcionam com maior eficiência;

Aumenta a vida útil, cuidados simples, como limpeza e lubrificação, garantem a durabilidade da máquina, reduzindo os pequenos problemas que podem causar desgaste ou deterioração;

Melhora a segurança, máquinas e equipamentos bem mantidos têm menos chance de se comportar de forma não previsível ou não padronizada, evitando assim, possíveis riscos ao operário.

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

Manutenção Preventiva

É a manutenção realizada com a intenção de reduzir ou evitar a quebra ou a queda no desempenho do equipamento. Para isso, utiliza-se um plano antecipado com intervalos de tempo definidos. Aqui, os cuidados preventivos servem para evitar quebras ou falhas.

Onde é empregada:

Onde não for possível fazer a manutenção preditiva (manutenção continua);

Se houver riscos de agressão ao meio ambiente; Nos equipamentos fundamentais;

Nos sistemas complexos e/ou de operação contínua (linhas de acabamento de superfície, por exemplo);

Quando o equipamento possuir aspectos relacionados com a segurança pessoal ou da instalação.

Exemplos práticos:

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

Manutenção Corretiva

É aquela que se faz necessária quando ocorrem falhas no equipamento ou fique demonstrado seu funcionamento irregular: é o conjunto das operações executadas após a ocorrência de uma pane e que permitem restabelecer o nível de funcionamento inicial.

Trocar um rolamento que quebrou; Sanar uma determinada pane.

Exemplos práticos:

A quebra de um parafuso de um acoplamento: o serviço de manutenção faz a troca imediata do parafuso garantindo a rápida re-ligação da máquina.

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

Manutenção Preditiva

O conceito de Manutenção Preditiva surgiu após a 2ª Guerra Mundial com o objetivo de reduzir os custos com a manutenção.

Esta manutenção consiste na utilização de técnicas adequadas que conduzam à identificação (predição ou previsão) do melhor ponto para execução da manutenção, o ponto preditivo. Nada mais é do que o acompanhamento de um determinado componente ou conjunto com o objetivo de identificar sintomas que indiquem a possibilidade de ocorrer uma determinada pane.

Exemplos práticos:

Acompanha-se o nível de vibração de um determinado componente durante algum tempo. Com os dados levantados é possível determinar uma curva onde teremos a representação das freqüências de trabalho de alguns componentes.

Quando ocorre o desvio de uma destas freqüências de sua curva normal, identificamos a possibilidade de uma pane no componente que trabalha naquela freqüência.

Com isto, é possível realizar uma intervenção no componente antes que ocorra o defeito ou danos maiores ao conjunto onde ele encontra-se instalado.

Este tipo de manutenção normalmente é aplicado através dos seguintes programas:

Programa de Análise Espectrométrica do Óleo; Programa de controle de Poluição do Hidráulico; Programa de Vibração de Motor.

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

Tabela das principais ocorrências vibratórias, e suas causas, de uma bomba de sucção.

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

ANEXO I Manutenção em Torno Mecânico

Campus Juiz de Fora DEPARTAMENTO DE MECÂNICA – DEMEC

Equipamento Procedimentos Realizador

Manutenção Diária

Torno Limpar com ar comprimido Operador

Lubrificante Verificar o nível de óleo Operador Área de trabalho Limpeza Operador

Manutenção Semanal ou Quando Necessário

Barramentos Lubrificação Operador

Polias e

(Parte 1 de 2)

Comentários