Concreto estampado

Concreto estampado

Concreto estampado Techne 107- Fevereiro 2006

Técnica para execução de piso alia rapidez e padrões decorativos variados. Aplicação é mais comum em parques, praças e passeios públicos.

Reportagem de Eliane Quinalia

Para aproveitar as opções de estampas e a paginação do piso, a calçada do Shopping Silvio Romero (SP) inovou nas formas e cores.

Não apenas a diversidade de padrões e cores tem feito com que muitos consumidores escolham os pisos estampados de concreto para pavimentação de calçadas, praças, parques temáticos e ambientes externos. Dentre outras vantagens, esse tipo de piso é de rápida execução, alta produtividade e permite reproduzir pedras, madeiras, tijolos e cerâmicas a um custo relativamente inferior.

A técnica consiste em um tratamento superficial realizado durante a concretagem do pavimento (quando o concreto ainda não atingiu o tempo de pega) e é muito semelhante ao processo de concretagem convencional.

Primeiramente, o terreno, já compactado, deve apresentar uma camada separadora de brita, fôrmas para concretagem e painéis de tela soldada para só então receber a camada de concreto, que deve ter resistência mínima de 18 MPa. "Nesse caso é aconselhável o uso de concreto usinado com pedrisco ou brita zero, pois os agregados maiores impedem a estampagem", explica Álvaro Arvelos, diretor de mercado da Abrace (Associação Brasileira do Concreto Estampado). Uma outra vantagem é que a execução desse piso pode ser realizada sobre qualquer superfície, desde que observada uma espessura mínima de 5 cm.

Contudo, a especificação dos pavimentos deve ser cautelosa. Para o correto dimensionamento é preciso determinar a carga à qual o piso será exposto, critério fundamental para definir o traço do concreto, as juntas e o uso de tela soldada. "Nos locais de tráfego predominante de pedestres são indicados pisos com espessura de 5 cm. Se a área tem tráfego de leve a médio, o piso sobe para 7 cm, e para 10 a 15 cm se há tráfego de ônibus e caminhões", explica Fernando Majerowicz, presidente da Abrace. Para que o arraste de rodas não cause deformações, deve-se, porém, dimensionar a base e o piso sob cargas específicas.

Piso estampado de concreto no Hospital Oncológico Infantil de São Vicente (SP).

A execução

Antes de iniciar a pega, um pigmento endurecedor (composto por óxidos de ferro, polímeros, cristais de quartzo e cimento) é aspergido manualmente criando uma película superficial colorida que é incorporada ao concreto pelo processo de queima. Esse processo é executado com o auxílio de uma desempenadeira.

A próxima etapa consiste na aplicação de um desmoldante em pó, também aspergido manualmente sobre a superfície. "Seu uso é imprescindível, pois impede a aderência das estampas ao concreto e confere um aspecto envelhecido à cor do pavimento", conta Arvelos. As estampas são, em seguida, pressionadas sobre o concreto que deve permanecer isolado por 48 horas antes de se iniciar a execução das juntas de controle, que podem ser seladas (para o controle das fissuras de retração) ou de expansão. Segundo Fernando Majerowicz, as juntas são realizadas em função do tipo de utilização, paginação, solo e variações higrotérmicas. "Esses fatores determinam a espessura e armação do concreto e, conseqüentemente, os espaçamentos necessários ao trabalho de retração e expansão. No caso das juntas de retração, o corte realizado no piso é feito especificamente para evitar o aparecimento de fissuras e, geralmente, apresenta profundidade de ¼ da espessura do lastro. Já as juntas de dilatação ou expansão são feitas com elastômeros e executadas com placas de isopor com largura de 1,5 cm", orienta Álvaro Arvelos.

Para finalizar o processo, deve-se realizar uma lavagem com água com o objetivo de retirar todo o desmoldante da superfície para, posteriormente, iniciar-se a aplicação da camada seladora que impede a absorção de possíveis infiltrações na superfície. Esse procedimento é reforçado, ainda, pelo uso de uma resina aplicada sobre o piso já selado, ideal para proteger a área contra agentes abrasivos.

Corte de junta de retraça.

Manutenção

O processo de manutenção é simples e pode prolongar a vida útil do pavimento. Alguns cuidados preventivos como lavagens periódicas com água e sabão neutro, assim como o uso de ácidos e solventes para remoção de manchas como marcas de pneus ou de tintas são ideais para manter o piso com boa aparência. "O importante é evitar o acúmulo de agentes abrasivos sobre o pavimento", avisa João Pascoal Caldas Del Mônaco, diretor técnico da Creth-Stone. A aplicação da resina acrílica ou poliuretânica é necessária a cada dois ou três anos para manter realçadas as cores do pavimento.

Na presença de trincas, quebras ou mesmo desgaste da superfície, deve-se consultar os projetistas responsáveis para um eventual reparo na área danificada. "No caso de remendos, basta cortar o local nas emendas de fôrmas e fazer uma nova concretagem e estampagem", orienta Del Mônaco. Nesse caso, é necessário que a empresa aplicadora possua um eficiente controle das matérias-primas para permitir que as cores usadas estejam o mais próximo possível dos tons originais.

Controle

Atualmente, ainda não existem normas nacionais específicas para o controle de qualidade dos pisos estampados de concreto. A Abrace tem adotado medidas paliativas para incorporar alguns requisitos mínimos durante a execução desses pavimentos, sendo alguns dos fabricantes, principalmente, os associados à entidade, os principais alvos dessa adequação. Essas ações, somadas à divulgação dos pavimentos estampados de concreto em território nacional, são o primeiro passo para uma possível ascensão na demanda, já que o volume de vendas ainda é inferior ao esperado. "A Abrace está desenvolvendo ações de divulgação junto aos profissionais da construção que abordam também as novas tecnologias disponíveis", esclarece Majerowicz.

Características Cores:

Endurecedor: gelo, cinza, grafite, bege, cerâmica, amarelo, marfim, flamingo, cáqui, verde, marrom, terracota, vermelho, vinho e azul.

Desmoldante: incolor, gelo, cinza, grafite, carvão, rosa, pêssego e marrom.

Característica: apesar de similar ao piso estrutural de concreto, a superfície do piso estampado apresenta elevada resistência à abrasão e a manchas de óleos.

Resistências após secagem: tração: 4,0 MPa, compressão: 60,0 MPa, flexão: 10,5 MPa, impactos: 15,0 Nm, índice de colagem: 4,2 MPa.

Juntas: executadas após a fundição por meio de cortes com discos diamantados.

Custo:

• Obras menores que 50 m² - taxa de deslocamento de R$ 30,0 para cada fundição + 20,0/m².

• Obra >100 e <500m² - R$ 21,50/m².

Dicas

• Dimensionar e executar as juntas no tempo correto (máximo de 12 horas);

• Respeitar a evolução do cronograma executivo do pavimento obedecendo aos tempos de cada etapa;

• Realizar o controle tecnológico do concreto utilizando agregados adequados (pedrisco) e o slump constante.

Passo-a-passo

1) Colocação de telas: A área a ser pavimentada deve estar nivelada, compactada e com todos os sarrafos perimetrais devidamente colocados para receber as telas. Com armaduras simples, as telas podem ser aplicadas minutos antes da concretagem.

2) Lançamento do concreto: Durante o lançamento é necessário que seja despejado 1 m³ de concreto a cada 15 minutos, depois espalhado com ferramentas específicas para garantir maior produtividade.

3) Sarrafeamento 4) Compactação

5) Desempeno 6) Endurecedor colorido e queima: O endurecedor pode ser aplicado em toda a superfície de forma manual. Seu uso assegura uma resistência superior ao piso, principalmente, em função das intempéries a que é exposto. Em seguida, deve-se iniciar o processo de queima da superfície de concreto.

7) Desmoldante: O desmoldante colorido é aplicado manualmente sobre a área já queimada e possibilita o isolamento da superfície, além de oferecer um aspecto envelhecido ao piso.

8) Estampagem: Feitas com moldes de borracha, as estampas devem ser executadas no ponto exato para evitar irregularidades e danos em sua impressão. Após a estampagem, o piso deverá permanecer isolado por 48 horas.

Estampas:

Leia mais:

Tratamento superficial de pisos de concreto com endurecedores químicos. Téchne 65. Concreto colorido. Téchne 81. Abesc (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Concretagem) - w.abesc.org.br.

Comentários