Ensino Tradicional

Ensino Tradicional

Ensino Tradicional

Edmilson T. Vilela Jr.

Origem do Ensino Tradicional

Essa linha de ensino difundiu-se no século XVIII.

Foi considerada ultrapassada nos anos 60 e 70

Objetivo

  • Vê o Homem, não tendo em conta as circunstâncias, situação ou momento histórico. O Homem é uma mente dentro de um corpo humano.

  • Estilo de Educação que se dedica a cultivar, desenvolver e alimentar a inteligência, através da transmissão dos conhecimentos existentes nos livros, do professor para o aluno, para a sua memória.

A escola

  • A prática da pedagogia tradicional são permeadas pelos pressupostos do ambientalismo (onde a escola e o ensino são supervalorizados).

  • A escola passa assim a ter a incumbência de corrigir os problemas sociais.

  • Sem existir relação Escola e vida de aluno

O Professor

  • Freire (1979) refere que

"O educador, que aliena a ignorância, se mantém sempre em posições fixas, invariáveis. Será sempre o que sabe, enquanto os educandos serão sempre os que não sabem. A rigidez destas posições nega a educação e o conhecimento como processo de busca".

É a predominância da palavra do professor.

  • É a predominância da palavra do professor.

  • Transmissão verbal dos conhecimentos.

  • O professor transmite o livro.

  • professor, que deve ser rigoroso na tarefa de direcionar, punir, treinar, vigiar, organizar conteúdos, avaliar e julgar as produções e comportamentos que garantam a aprendizagem.

As trocas de informações, os questionamentos, as dúvidas e a comunicação entre os alunos, enfim a interação entre pares são interpretadas como falta de respeito, dispersão, bagunça, indisciplina e “conversas paralelas”

As trocas de informações, os questionamentos, as dúvidas e a comunicação entre os alunos, enfim a interação entre pares são interpretadas como falta de respeito, dispersão, bagunça, indisciplina e “conversas paralelas”

O aluno

  • Valoriza-se o trabalho individual, a atenção, a concentração, o esforço e a disciplina, como garantias para a apreensão do conhecimento.

Avaliação

  • Exercício de resposta única, onde se cultua o medo do erro e do fracasso;

  • A avaliação do ensino tradicional repousa num mecanismo extremamente simples: compete ao aluno reproduzir o que o professor lhe ensinou. Será bom ou mau aluno consoante o seu desempenho nessa tarefa de "devolução" do que "é" do professor.

O sucesso

  • O sucesso esta intimamente relacionadas a sua competência de promover situações propícias para que se processem associações entre estímulos e respostas corretas, pois o erro deve ser eliminado.

Ensino Bancário

Bibliografia

  • http://www.clicfilhos.com.br/site/display_materia.jsp?titulo=Tradicional+ou+moderno%3F+Voc%EA+decide

  • http://docentes.uportu.pt/~pmorais/pe0708/aula2.pdf

  • http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc31_1/05-CCD-0508.pdf

  • http://www.educare.pt/educare/Opiniao.Artigo.aspx?contentid=6A36755E35C84FF4AA976E8997BF64E5&opsel=2&channelid=0

  • http://conscienciaefervescente.blogspot.com/2009/03/ensino-bancario-logo-onde-nao-deveria.html

Comentários