Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo

Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo

(Parte 1 de 9)

Projetos 3 Projetos Básicos e Executivos 3.01 Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo 3.01.01

1. APRESENTAÇÃO1
2. CLASSIFICAÇÃO DOS PROJETOS1
2.1 SERVIÇOS BÁSICOS1
2.1.1 SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS1
2.1.2 ESTUDOS GEOTÉCNICOS1
2.1.3 SERVIÇOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA1
2.2 PROJETOS DE ARQUITETURA1
2.2.1 PROJETOS ARQUITETÔNICOS1
2.2.2 PROJETO DE URBANISMO E PAISAGISMO1
2.3 PROJETOS DE ENGENHARIA1
2.3.1 PROJETO ESTRUTURAL1
2.3.2 PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS1
2.3.3 PROJETOS DE INFRAESTRUTURA2
3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROJETOS2
4. PROJETOS DE ARQUITETURA E COMPLEMENTARES DE ENGENHARIA4
4.1 SERVIÇOS BÁSICOS4
4.1.1 SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS4
4.1.2 SONDAGENS5
4.1.3 SERVIÇOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA6
4.2 ARQUITETURA, URBANISMO E PAISAGISMO6
4.3 PROJETO ESTRUTURAL7
4.4 PROJETO DE DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA8
4.5 PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA QUENTE15
4.6 PROJETO DE CABEAMENTO PARA REDE INTERNA ESTRUTURADA15
4.7 PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE REDES TELEFÔNICAS INTERNAS PREDIAIS, E TV A CABO15
4.8 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS DE BAIXA TENSÃO17
4.9 PROJETO DE INSTALAÇÕES SANITÁRIAS PREDIAIS20
4.10 PROJETO DE SISTEMAS DE COMBATE A INCÊNDIO2
4.1 PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE GÁS NATURAL E GLP35
4.12 PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS DE GASES MEDICINAIS37
5 PROJETOS DE INFRA-ESTRUTURA51
5.1 PROJETO DE TERRAPLANAGEM51
5.2 PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DE LOTEAMENTOS51
5.3 PROJETO DE PAVIMENTAÇÃO (SISTEMA VIÁRIO)52

ÍNDICE 5.4 PROJETO DE DRENAGEM DE ÁGUAS PLUVIAIS...................................................................................... ............52

Projetos 3 Projetos Básicos e Executivos 3.01 Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo 3.01.01

5.5 PROJETOS DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA54
5.6 PROJETOS DE SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS56
5.7 PROJETO DE ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS59
5.8 PROJETO DE IRRIGAÇÃO59
5.9 PROJETO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA59
5.10 PROJETO DE SINALIZAÇÃO59
5.1 PROJETO DE PROTEÇÃO AMBIENTAL59
6 ANEXOS59
6.1 ANEXO I59
6.2 ANEXO I60
6.3 ANEXO I69
6.4 ANEXO IV76
6.5 ANEXO V7
6.6 ANEXO VI83

Projetos 3 Projetos Básicos e Executivos 3.01 Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo 3.01.01

1. APRESENTAÇÃO

A Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas - CEHOP, apresenta o manual de Procedimentos para a elaboração de Projetos, que tem como objetivo oferecer ao meio técnico a listagem das tarefas mínimas exigidas para o detalhamento dos projetos.

Os projetos deverão obedecer às condições mínimas adiante expostas, bem como atender às normas da ABNT, Legislação Federal, Estadual, Municipal, aos regulamentos das empresas concessionárias de serviços públicos e às especificações dos fabricantes.

2. CLASSIFICAÇÃO DOS PROJETOS 2.1 SERVIÇOS BÁSICOS 2.1.1 SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS

Levantamento e Fechamento da Poligonal Nivelamento Geométrico Levantamento Planimétrico de Áreas Levantamento Planialtimétrico de Áreas Locação de Diretrizes Topográficas Transporte de Altitudes e Cotas Levantamento Topo Cadastral

2.1.2 ESTUDOS GEOTÉCNICOS

Ensaios Físicos e Mecânicos em Solos, asfalto,

Sondagem a Trado Testes de Absorção do Sub-solo Sondagem a Percussão Poço de visita (estudo de jazidas) Controle Tecnológico de Terraplenagem Controle Tecnológico de Pavimentação Controle Tecnológico de Concreto agregados e concretos.

Ensaio de Infiltração (permeabilidade “IN SITU”)

2.1.3 SERVIÇOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA

Elaboração de Especificações Elaboração de Orçamento Planejamento e Elaboração de PERT – CPM Avaliações Vistorias Laudos de Vistoria - Lei nº / EMURB Perícias

Levantamentos Pedológicos Elaboração de Planos Diretores Estudos de Viabilidade Técnica Fiscalização Supervisão Acompanhamento Técnico

Outros relacionados com obras e serviços de Engenharia e/ou Arquitetura

Serviços Técnicos relacionados com informática para aplicação em Engenharia e Arquitetura

2.2 PROJETOS DE ARQUITETURA 2.2.1 PROJETOS ARQUITETÔNICOS

Estudos Preliminares Anteprojeto Projeto Executivo Layout de Móveis/Equipamentos Projeto de Restauração de Prédios Tombados

2.2.2 PROJETO DE URBANISMO E PAISAGISMO

Loteamentos Urbanos Urbanização de Áreas, Praças e Jardins

2.3 PROJETOS DE ENGENHARIA 2.3.1 PROJETO ESTRUTURAL

Projeto de Fundações Projeto de Contenções Projeto de Escoramentos Projeto de Estruturas em Concreto Armado Projeto de Estrutura em Concreto Protendido Projeto de Estruturas Metálicas Projeto de Estruturas em Madeiras Projeto de Recuperação Estrutural

2.3.2 PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS

Projeto de Instalações Prediais de água fria Projeto de Instalações Prediais de água quente

Projeto de cabeamento para rede interna estruturada

Projeto de Instalações de Redes Telefônicas internas prediais

Projeto de Instalações Elétricas Prediais Projeto de Instalações Sanitárias Prediais Projeto de Sistemas de Combate a Incêndio

Projetos 3 Projetos Básicos e Executivos 3.01 Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo 3.01.01

Projeto de Instalações Prediais de Gás Natural e GLP

Projeto de Instalações Prediais de Gases Medicinais

Projeto de Ar Condicionado

2.3.3 PROJETOS DE INFRAESTRUTURA

Projeto de Terraplanagem Projeto de Implantação de Loteamentos Projeto de Pavimentação (Sistema Viário) Projeto de Drenagem de Águas Pluviais Projeto de Sistemas de Abastecimento de Água Projeto de Sistemas de Esgotos Sanitários

Projeto de Estações de Tratamento de Esgotos Sanitários

Projeto de Irrigação

Projeto de Rede de Distribuição de Energia Elétrica

Projeto de Sinalização Projeto de Proteção Ambiental

3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROJETOS

Estes procedimentos têm como objetivo especificar as condições básicas a serem observadas na apresentação de propostas e/ou elaboração de Projetos de Arquitetura e Engenharia ou Consultoria e Plano Diretor para a CEHOP/SE.

Fazem parte integrante deste Documento os anexos I, I, II, IV, V, VI e VI .

Todos os Contratos a serem elaborados com a CEHOP, objetivando a elaboração de Projetos de Arquitetura e Engenharia ou Consultoria, serão decorrentes de Processo Licitatório, exceto aqueles cujas estimativas de preço não excedam ao Valor Limite de Dispensa de Licitação.

Constituem partes integrantes do Processo Licitatório, estes Procedimentos, o Termo de Referência do Empreendimento e as instruções para elaboração dos Projetos.

A CEHOP indicará no Edital a fonte de recurso para cada projeto.

Para cada projeto a CEHOP designará o Engenheiro ou Arquiteto que será o coordenador responsável profissional pelo gerenciamento do contrato e do convênio, compreendendo os trabalhos de visita ou escolha do terreno, estudo das alternativas técnicas, liberação de pagamentos de faturas, recebimento, análise e conferência dos projetos, etc.

As atividades de coordenação não deverão se restringir somente aos trâmites burocráticos ou administrativos, mas sim promover a interação e integração entre os diversos projetistas de maneira a estimular os seguintes procedimentos:

Pelos Projetistas

Apoiar o coordenador nas tomadas de decisão com vistas ao sucesso de todos e do empreendimento.

Evitar o envolvimento com parceiros, atropelando o processo de coordenação.

Cobrar do coordenador providências agendadas e os resultados esperados.

Pelo Coordenador

Firmeza e determinação no cumprimento das providências agendadas, aprovação do briefing, custos, etc.

Facilitar a comunicação entre as partes envolvidas no processo.

Decidir em nome da CEHOP nas questões técnicas pertinentes, sempre com vistas na produção do empreendimento.

Programar e controlar todos as fases do projeto.

Caberá à Firma Contratada, após a assinatura do contrato, proceder ao preenchimento da Anotação de Responsabilidade Técnica-ART, respondendo inclusive pelas taxas a serem pagas ao CREA.

Deverá fazer parte integrante do Contrato, o Cronograma Físico - Financeiro detalhado de cada Sub-projeto, de maneira que cada etapa dos Subprojetos esteja perfeitamente caracterizada, inclusive quanto ao seu preço.

Fases do Projeto

Fase 1 Ordem de Serviço e Reunião Inicial

Projetos 3 Projetos Básicos e Executivos 3.01 Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo 3.01.01

lavrada ata de reunião

Constitui a deflagração do processo de elaboração do projeto. Nesta fase são tomadas as decisões mais importantes para o sucesso do empreendimento, a saber a revisão e/ou a elaboração do programa de necessidades e do “briefing”, com a estimativa preliminar de área dos ambientes, a climatização, o tipo de alojamento das instalações, a existência de instalações especiais, o prazo da obra e as tecnologias envolvidas, a infraestrutura no em torno do empreendimento, e as questões de acessibilidade e ambientais. Será

Fase 2

Corresponde à apresentação do projeto básico, em reunião com o coordenador do projeto e com todos os projetistas envolvidos no projeto (arquitetura, estrutura e instalações).

Esta fase objetivará a aprovação do lay-out de arquitetura, do pré-dimensionamento da estrutura, através dos desenhos de forma, da quantificação e localização dos pontos de suprimento de todas as instalações e procedida a devida compatibilização entre os diversos projetos.

Serão tomadas as seguintes decisões:

a) Prazo da obra e respectivo processo construtivo. b) Materiais básicos e de acabamento a serem empregados na obra e suas respectivas características técnicas. c) Sistemas de ar-condicionado, dutos, passagens, alojamentos, etc. d) Fundações. e) Esquadrias e Revestimentos. f) Estimativa preliminar de custos.

Será elaborada ata de reunião.

Fase 3 Demonstração do Projeto Executivo

Nesta fase poderão ocorrer pequenos ajustes que a CEHOP julgue do seu interesse.

Todos os desenhos que constituem o projeto executivo deverão ser apresentados em 05 jogos de cópia, com lista completa dos desenhos, numerados, titulados, dobrados e encadernados. Os desenhos serão elaborados eletronicamente e salvos em arquivos com extensão .dwg (auto cad), com os respectivos arquivos de configuração de plotagem (.pcp). Serão gravados em CD com selo e capa indicativos do título do projeto.

Fazem tambem parte do projeto executivo: a) Planilha Orçamentária do empreendimento

Esta deverá ser elaborada através do “ORSE” - Orçamento de Obras de Sergipe, tendo o orçamentista o cuidado de, ao cadastrar os itens da planilha, proceder à uma pesquisa no Banco de Dados da CEHOP, a mais ampla possível, evitando com isso a criação desnecessária de novas composições de preço unitário.

b) Ficha Técnica

Deverá conter os dados técnicos básicos do projeto, o horizonte de projeto, etapas de implantação com respectivas populações atendidas, áreas beneficiadas, estimativa de preço, etc., conforme Anexo I.

c) Especificações Técnicas

Para os serviços que não constam no sistema da CEHOP para construção, relação de serviços necessários, bem como quadro de acabamentos.

d) Cópias de Material

(05) Cinco cópias xerox encadernadas de todo o material expositivo do Projeto, a saber: memorial descritivo, especificações, planilhas, ficha técnica, etc.

e) CDs 02 (dois) CDs de todos os desenhos e arquivos. f) Texto

Toda a parte de texto deverá ser em WORD (versão recente).

g) Desenhos

Todos os desenhos deverão ser apresentados em arquivos .dwg (Deverão ser entregues também o arquivo de configuração de plotagem (*.pcp) e os arquivos de plotagem (*.plt)).

h) Padronização

Projetos 3 Projetos Básicos e Executivos 3.01 Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo 3.01.01

Para os projetos deverão ser obedecidas as legendas da ABNT, a fim de que sejam padronizadas as apresentações e formatos.

i) Memorial justificativo e descritivo

As faturas, além da emissão das Notas Fiscais, deverão vir acompanhadas de relatórios de andamento e deverão ser apresentadas em 02 (duas) vias, devendo conter cópia de todos os documentos exigidos pela Resolução de Diretoria Nº / , os quais deverão antecipadamente ser conferidos com o original no Departamento de Projetos. Nenhum pagamento será feito ou devido, pela simples assinatura do Contrato. Todas as faturas deverão estar vinculadas a uma etapa do trabalho.

O pagamento da Primeira Fatura, só será efetuado com a apresentação da ART, quitada e registrada no CREA, bem como cópias das guias CND e FGTS. Para projetistas autônomos, a RPA preenchida e a Guia do DARF de retenção de IRPF a ser efetuado pela CEHOP, se for acima do limite de isenção publicado pela Receita Federal, a guia de ISS preenchido ou o comprovante de cadastro na Prefeitura, e o comprovante de quitação com o INSS.

Todos os projetos deverão ser entregues à CEHOP devidamente aprovados nos órgãos Municipais, Estaduais e Federais , especialmente prefeituras, EMURB, DESO, ENERGIPE, SULGIPE, TELEMAR, ADEMA, IPHAN, CORPO DE BOMBEIROS, quando for o caso. Caberá única e exclusivamente à Firma Projetista e/ou Projetista contratado o ônus referente às despesas com aprovação.

A liberação da última fatura que deverá corresponder a 15% do contrato ficará condicionada à apresentação de todos os projetos aprovados nos órgãos competentes.

“Será exigido o rigoroso cumprimento da forma de apresentação dos Projetos/Consultoria”.

4. PROJETOS DE ARQUITETURA E COMPLEMENTARES DE ENGENHARIA

A cada apresentação do desenho com modificação, deverá ser alterado o número da revisão e a data de sua efetivação.

As modificações devem ser descritas no campo “ revisão” , destacando as partes alteradas na última revisão.

4.1 SERVIÇOS BÁSICOS

Compreendem os levantamentos topográficos, geotécnicos, cadastro de estruturas e redes subterrâneas, entre outros.

4.1.1 SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS

Os desenhos deverão ser elaborados na mesma escala dos desenhos de locação da obra.

Devem ser entregues à CEHOP para verificação, os desenhos originais, as cadernetas de campo, os cartões do levantamento e os croquis de locação.

O levantamento topográfico deve conter todas as informações necessárias à elaboração do projeto inclusive com indicação dos marcos e RN´s utilizados.

Devendo ser entregues em 02(duas) vias encadernados e 01(um) CD.

O levantamento Topográfico Planialtimétrico deverá apresentar :

1 - Planta de situação da área em relação à cidade 2 - Planta topográfica planialtimétrica 3 - Perfil do caminhamento (Água) 4 - Memorial Descritivo da Poligonal 5 - Identificação dos proprietários e vizinhos

A planta de situação deve conter:

Acessos à área;

Amarração a pontos de fácil identificação, tais como Gasoduto, Linhas de Transmissão de Energia etc;

Norte magnético e verdadeiro com sua deflexão;

O traçado urbano da cidade dando prioridade ao do entorno da área, caracterizando as seguintes edificações:

1 - Prefeitura 2 - Câmara de Vereadores 3 - Escolas 4 - Matriz católica

Projetos 3 Projetos Básicos e Executivos 3.01 Procedimentos para Elaboração de Projetos Básico e Executivo 3.01.01

5 - Hospital 6 - Centros urbanos 7 - Cemitério 8 - Campo de Futebol 9 - Praças 10 - Posto policial 1 - Mercado 12 - Feira 13 - Clubes Sociais 14 - Centros Sociais Urbano 15 - Escritório do DESO/SAE 16 - Escritório da ENERGIPE/SULGIPE 17 - Escritório da TELERGIPE 18 - Estação Rodoviária 19 - Posto de gasolina, etc.

Planta Topográfica planialtimétrica contendo: A poligonal fechada:

Todos os vértices, devidamente marcados no local onde se encontram com piquetes, com ângulo interno, distância entre alas e rumos achados com teodolito e aparelho de melhor precisão, amarrados com os vizinhos;

No caso de curva, marcam os PC’s, PT’s e PI’s, raios, os ângulos centrais e desenvolvimentos;

Identificação dos vizinhos e colocação das edificações existentes no entorno;

Caracterização do tipo de passagem (cancela, mata burro, portão, etc.);

Caracterização do tipo da demarcação do contorno (cerca, muro, etc.).

Quando a área for contornada por uma via, inclusive caminhos reais de pedestre, traça-se também uma poligonal pelo oposto desta via com a mesma solicitação dos itens 1 e 1.a, acrescendo a largura das pistas e suas faixas de domínio, se as tiverem.

Na Gleba:

Curva de nível de 1,0 m a 1,0 m;

Malha trançada de 20 m por 20 m com cotas de níveis nos 04 (quatro) vértices da malha em toda área;

Cálculo exato da área em m2;

Colocação das referências de nível (RN) em pontos de fáceis reconhecimento, tais como soleiras de igreja, etc., além da linha base;

Norte magnético e verdadeiro com sua deflexão;

Caracterização detalhada das linhas de alta e baixa tensão, telégrafo, gasodutos aéreos ou subterrâneos, rios, canais ou sangradouros ou tubulações de águas pluviais, servidas ou de esgoto, com suas cotas, seções e faixa de domínio;

Marcação das árvores de corte, bem como das habitações existentes;

Marcação dos greides das vias existentes;

Quando a área for íngreme, ou com acidentes expressivos, fornecer detalhes à parte, seccionando com as devidas cotas;

Colocar RN em Campo com base em concreto fixando placa de metal com a cota altimétrica;

Caracterizar cota altímetrica de máxima enchente no RN Celne.

4.1.2 SONDAGENS

Os serviços deverão ser realizados com o acompanhamento de 01 técnico da CEHOP. O relatório dos serviços deverá conter:

(Parte 1 de 9)

Comentários