O que é Leitura?

O que é Leitura?

O Que é Leitura?

Maria Helena Martins

O autor do livro diz que a leitura precede em decodificar as palavras. Leitura é também interpretar todas as situações que ocorrem ao nosso redor, que aprendemos a ler a partir do nosso contexto pessoa. E temos que valorizá-lo para poder ir além dele.

O conhecimento da língua não é suficiente para a leitura se efetivar, pois quando começamos a organizar os conhecimentos adquiridos temos a impressão de que o mundo estar ao nosso alcance; não só podemos compreendê-lo, conviver com ele, mas até modificá-lo à medida que incorporamos experiências de leitura.

Saber ler e escrever, já entre os gregos e romanos, significava possuir as bases de uma educação adequada para a vida.Uma vez alfabetizada, a maioria das pessoas se limita à leitura com fins eminentemente pragmáticos, mesmo suspeitando que ler significa inteirar-se do mundo, sendo também uma forma de conquistar autonomia, de deixar de “ler pelos olhos de outrem”.

Vários são os motivos para ampliar a noção de leitura, pois essas perspectiva para o ato de ler permite a descoberta de características comuns e diferenças entre os indivíduos, grupos sociais, as varias culturas; incentiva tanto a fantasia como a consciência da realidade objetiva, proporcionando elementos para uma postura critica, apontando alternativas.A leitura é como um processo de compreensão de expressões formais e simbólicas, não importando por meio da linguagem.

O livro apresenta três níveis de leituras: sensorial, emocional e o racional. O nível sensorial começa muito cedo e nos acompanha por toda vida – visão, tato, audição, olfato, dando a conhecer ao leitor o que ele gosta ou não, mesmo inconscientemente, sem a necessidade de racionalizações, justificativas, apenas porque impressiona. O nível emocional lida com os sentimentos, que necessariamente implicaria falta de objetividade, subjetividade com o texto. O nível racional faz a leitura correta dos textos sem relacioná-los com nossas experiências sensoriais e emocionais, pois isso diminuiria sua significação e revelaria ignorância.

Os níveis de leitura são inter-relacionados e deve ficar claro não haver propriamente uma hierarquia; existe, digamos, uma tendência de a leitura sensorial anteceder a emocional e a esta se suceder a racional, o que se relaciona com o processo de amadurecimento do homem. O homem lê como em geral vive, num processo permanente de interação entre sensações, emoções e pensamentos.

O autor também ressalta que para compreendermos e para a leitura se efetivar, deve preencher uma lacuna em nossa vida, precisa vir ao encontro de uma necessidade, de um desejo de expansão sensorial, emocional ou racional, de uma vontade de conhecer mais.

O homem é um ser pensante por natureza, mas sua capacidade precisa de tanto treinamento quanto necessita seu físico para, por exemplo, torna-se um atleta.O treinamento para a leitura efetiva implica aprendermos e desenvolvermos determinadas técnicas.Fundamental mesmo é a continuidade da leitura, o interesse em realizá-la.

Enfim, cada um precisa buscar o seu jeito de ler e aprimorá-lo para a leitura se tornar cada vez mais gratificante.

A leitura, mais cedo ou mais tarde, sempre acontece, desde que se queira realmente ler. Acima de tudo, precisamos ter presente que se não conseguimos, de vez, dar o pulo do gato- bem, que se continue andando ainda um pouco, pois não é pecado caminhar.

CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE

FACULDADE ATENAS MARANHENSE

FABIANE COSTA DAS CHAGAS

O QUE É LEITURA?

IMPERATRIZ

2010

FABIANE COSTA DAS CHAGAS

O QUE É LEITURA?

Resumo do livro “O Que é Leitura?”, apresentado à disciplina de Leitura e Compreensão Textual, do Curso de Administração, Período I, Turma B da FAMA, para obtenção de nota.

Orientador: Reynaldo Araújo Barreto

IMPERATRIZ

2010

REFERÊNCIA

MARTINS, Maria Helena. O que é leitura?.São Paulo:Editora Brasiliense,, 2003

Comentários