Prova Alemão

Prova Alemão

(Parte 1 de 13)

01 – Você recebeu do fiscal o seguinte material:

a) este caderno, com o enunciado das 60 questões objetivas e da questão dissertativa, sem repetição ou falha; as questões objetivas têm o mesmo valor e totalizam 10,0 pontos e a dissertativa vale 10,0 pontos; b) uma folha para o desenvolvimento da questão dissertativa, grampeada ao CARTÃO-RESPOSTA destinado às respostas às questões objetivas formuladas na prova.

02 – Verifique se este material está em ordem e se o seu nome e número de inscrição conferem com os que aparecem no CARTÃO-RESPOSTA. Caso contrário, notifique IMEDIATAMENTE o fiscal.

03 – Após a conferência, o candidato deverá assinar no espaço próprio do CARTÃO-RESPOSTA, preferivelmente a caneta esferográfica transparente de tinta na cor preta.

04 – No CARTÃO-RESPOSTA, a marcação das letras correspondentes às respostas certas deve ser feita cobrindo a letra e preenchendo todo o espaço compreendido pelos círculos, a caneta esferográfica transparente de preferência de tinta na cor preta, de forma contínua e densa. A LEITORA ÓTICA é sensível a marcas escuras; portanto, preencha os campos de marcação completamente, sem deixar claros.

Exemplo:

05 – Tenha muito cuidado com o CARTÃO-RESPOSTA, para não o DOBRAR, AMASSAR ou MANCHAR.

O CARTÃO-RESPOSTA SOMENTE poderá ser substituído caso esteja danificado em suas margens superior ou inferior - BARRA DE RECONHECIMENTO PARA LEITURA ÓTICA.

06 – Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas 5 alternativas classificadas com as letras (A), (B), (C), (D) e (E); só uma responde adequadamente à questão proposta. Você só deve assinalar UMA RESPOSTA: a marcação em mais de uma alternativa anula a questão, MESMO QUE UMA DAS RESPOSTAS ESTEJA CORRETA.

07 – As questões objetivas são identificadas pelo número que se situa acima de seu enunciado. 08 – SERÁ ELIMINADO o candidato que:

a) se utilizar, durante a realização da prova, de máquinas e/ou relógios de calcular, bem como de rádios gravadores, headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie; b) se ausentar da sala em que se realiza a prova levando consigo o Caderno de Questões e/ou o CARTÃO-RESPOSTA grampeado à folha de resposta à questão dissertativa; c) se recusar a entregar o Caderno de Questões e/ou o CARTÃO-RESPOSTA grampeado à folha de resposta à questão dissertativa, quando terminar o tempo estabelecido.

09 – Reserve os 30 (trinta) minutos finais para marcar seu CARTÃO-RESPOSTA. Os rascunhos e as marcações assinaladas no Caderno de Questões NÃO SERÃO LEVADOS EM CONTA.

10 – Quando terminar, entregue ao fiscal ESTE CADERNO DE QUESTÕES E O CARTÃO-RESPOSTA grampeado à folha de resposta à questão dissertativa e ASSINE A LISTA DE PRESENÇA.

Obs. O candidato só poderá se ausentar do recinto da prova após 2 (duas) horas contadas a partir do efetivo início da mesma.

1 – O TEMPO DISPONÍVEL PARA ESTA PROVA DE QUESTÕES OBJETIVAS E DISSERTATIVA É DE 4 HORAS E 30 MINUTOS, findo o qual o candidato deverá, obrigatoriamente, entregar este Caderno de Questões e o CARTÃORESPOSTA grampeado à folha de resposta à questão dissertativa.

12 – As questões objetivas, a dissertativa e os gabaritos das questões objetivas serão divulgados no primeiro dia útil após a realização da prova, no endereço eletrônico da FUNDAÇÃO CESGRANRIO (http://w.cesgranrio.org.br).

3 PEB II – PARTE GERAL

1 De modo mais abrangente, o que se espera que o aluno demonstre, ao término da escolaridade básica,

(A) competências e habilidades para leitura de diferentes mídias.

(B) domínio de algoritmos computacionais e de uma língua estrangeira.

(C) competências para transformar informação em conhecimento e saber utilizá-lo em diferentes contextos.

(D) domínio das novas tecnologias exigidas pelo mundo do trabalho.

(E) domínio das técnicas de comunicação e expressão.

2 Com base no princípio da centralidade atribuída ao desenvolvimento da competência leitora e escritora na Proposta Curricular do Estado de São Paulo, esperase que os professores das diferentes disciplinas compreendam que apenas

I os professores de Língua Portuguesa são os responsáveis por favorecer o desenvolvimento desta competência.

I os professores das disciplinas da área de Ciências

Humanas contribuem para o desenvolvimento desta competência por meio de interpretação de textos.

I os professores de Matemática estão dispensados desta atribuição, pois só utilizam textos científicos.

IV os professores das disciplinas da área de Ciências da Natureza estão habilitados a favorecer o desenvolvimento dessa competência por meio de textos científicos, entre outros.

Estão corretas

(A) I, apenas. (B) I, I e IV apenas. (C) I, I e IV apenas. (D) I, II e IV apenas. (E) I, I, II e IV.

3 Quando Luzia começou a trabalhar na escola estadual em que é professora, tinha muita dificuldade em identificar os papéis e funções dos diferentes profissionais. Hoje, depois de alguns anos na escola e de muitas reuniões, ela já compreende como se estabelecem as relações entre os diferentes agentes e suas responsabilidades.

Assim, Luzia deve entender que

(A) o professor coordenador é um profissional com autonomia para modificar o projeto pedagógico da escola sempre que achar necessário.

(B) na escola, cabe ao professor a identificação das dificuldades do aluno, a definição dos conteúdos e dos procedimentos de avaliação, sempre em diálogo com o professor coordenador.

(C) a presença do professor no Conselho de Classe é facultativa, mas a do supervisor é obrigatória.

(D) a direção da escola não se deve envolver em ações de formação continuada nas escolas, tendo em vista que essa é função apenas do professor coordenador.

(E) cabe somente aos funcionários da escola assegurar a presença dos alunos das séries avaliadas nos dias de aplicação do Saresp.

4 Um professor, responsável por uma disciplina numa escola da rede estadual de São Paulo, avisado pela direção sobre uma reunião para decidir sobre a gestão financeira da escola, recusou-se a participar, citando as incumbências docentes previstas na Lei 9394.

O professor está

(A) errado, porque a Lei é clara quando prevê a participação dos professores em trabalhos dedicados ao planejamento financeiro.

financeiro não faz parte de suas atribuições

(B) correto, porque, segundo a Lei, o planejamento

(C) correto, porque, segundo a Lei, o planejamento financeiro não é atribuição da escola.

escola deve ser coordenado pelos professores

(D) errado, porque o planejamento financeiro da

(E) errado, porque o planejamento financeiro de cada escola é organizado pela Diretoria de Ensino com participação dos professores.

4 PEB II – PARTE GERAL

psicológicas, sociais, familiares e etcE foi então que

5 “Em 1998 entrei para rede municipal de ensino e me deparei com uma turma de 5ª série (508) que os alunos estavam numa faixa etária acima da esperada para série (média 17 anos) e que tinham muita dificuldade para aprender, por não sentirem interesse em estar inclusive estudando. De início eu não conseguia aceitar tanta falta de conhecimento e tanto desinteresse, depois comecei a pesar as condições comecei a repensar essa nova postura e atitude com relação a métodos de trabalho e avaliações pois as condições deles eram bem diferentes das quais eu estava habituada.” (depoimento de uma professora)

Como expressado no depoimento da professora, os fatores que envolvem a aprendizagem escolar são muitos e precisam ser considerados no momento de definição de estratégias de ensino. Para ajudar a formular essas estratégias, a professora deve sugerir ao coordenador que discutam, nas HTPCs,

(A) os problemas de cada família de alunos da escola, procurando soluções para eles.

(B) as questões que dizem respeito à política de financiamento da Educação Básica.

(C) as questões que envolvem a política estadual de atribuição de classes.

(Parte 1 de 13)

Comentários