atualização em feridas

atualização em feridas

ESTRUTURA: É formada por duas camadas que se encontram firmemente aderidas uma à outra: a epiderme e derme.

  • ESTRUTURA: É formada por duas camadas que se encontram firmemente aderidas uma à outra: a epiderme e derme.

É a camada mais externa , não é vascularizada e, conseqüentemente, deve ser nutrida pelo líquido tissular originário da derme. É composta por células epiteliais, arranjadas em camadas , desde o estrato córneo esterno até o estrato germinativo imediatamente acima da derme que contém melanócitos.

  • É a camada mais externa , não é vascularizada e, conseqüentemente, deve ser nutrida pelo líquido tissular originário da derme. É composta por células epiteliais, arranjadas em camadas , desde o estrato córneo esterno até o estrato germinativo imediatamente acima da derme que contém melanócitos.

Consiste em células queratinizadas mortas, achatadas, formadas nas camadas mais internas e viável da epiderme( estrato de malpighii). Através de um processo de diferenciação estas células migram para a superfície e sintetizam a queratina, que é uma proteína característica deste estrato.

  • Consiste em células queratinizadas mortas, achatadas, formadas nas camadas mais internas e viável da epiderme( estrato de malpighii). Através de um processo de diferenciação estas células migram para a superfície e sintetizam a queratina, que é uma proteína característica deste estrato.

FUNÇÕES:

  • FUNÇÕES:

  • Impermeabilidade relativa à água;

  • Resistência relativa a agentes danosos e corrosivos;

  • Alta impedância elétrica;

  • Retarda a proliferação de microorganismos

A derme , que se localiza imediatamente abaixo da epiderme, é a principal estrutura de suporte da pele. Composta principalmente por colágeno e tecido conjuntivo, contém terminações nervosas, vasos linfáticos e um rico suprimento vascular , também estão presentes as glândulas sudoríparas, sebáceas e folículos pilosos.

  • A derme , que se localiza imediatamente abaixo da epiderme, é a principal estrutura de suporte da pele. Composta principalmente por colágeno e tecido conjuntivo, contém terminações nervosas, vasos linfáticos e um rico suprimento vascular , também estão presentes as glândulas sudoríparas, sebáceas e folículos pilosos.

É responsável pela produção e estocagem de gordura, funciona como isolante térmico, absorve os choques cutâneos e reservatório de calorias .

  • É responsável pela produção e estocagem de gordura, funciona como isolante térmico, absorve os choques cutâneos e reservatório de calorias .

  • Também conhecido como hipoderme.

Proteção para estruturas internas e ação de agentes externos;

  • Proteção para estruturas internas e ação de agentes externos;

  • Proteção imunológica;

  • Termorregulação;

  • Sintetizador de vitamina D;

  • Excreção

  • Psicossocial.

Intencionalmente : incisivas – ferida cirúrgica limpa ( podem ser aproximadas por suturas)

  • Intencionalmente : incisivas – ferida cirúrgica limpa ( podem ser aproximadas por suturas)

  • Excisivas : quando ocorre a remoção de uma área da pele. ( Enxerto).

LIMPA;

  • LIMPA;

  • LIMPA/ CONTAMINADA;

  • CONTAMINADAS;

  • SUJAS/ INFECTADAS.

São aquelas provocadas acidentalmente por:

  • São aquelas provocadas acidentalmente por:

  • Agentes cortantes:vidro faca ou navalha.

  • Agentes perfurantes: FAF .

  • Atrito: Superfícies ásperas: ABRASÃO – atinge apenas a epiderme e LACERAÇÃO- atinge todas as camadas da pele.

  • Inoculação de veneno:Aranha, cobra, escorpião.

Exposição a diversos agentes:

  • Exposição a diversos agentes:

  • QUEIMADURA: Lesão causada por agentes térmicos, químicos , elétricos, ou radiativos, que agem no tecido de revestimento do corpo humano

ÚLCERA: São lesões escavadas, formadas pela morte e expulsão do tecido, resultante de traumatismo ou doença relacionada com impedimento de suprimento sanguíneo.

  • ÚLCERA: São lesões escavadas, formadas pela morte e expulsão do tecido, resultante de traumatismo ou doença relacionada com impedimento de suprimento sanguíneo.

  • TIPOS: Úlceras de pressão, úlcera de estase venosa e úlcera por insuficiência arterial crônica – incluindo ai as úlceras arteriais diabéticas.

MOBILIDADE: paralisia , parestesia, condição mental, nível de consciência.

  • MOBILIDADE: paralisia , parestesia, condição mental, nível de consciência.

  • NUTRIÇÃO: Proteínas, gorduras , vitaminas, minerais e volume de fluidos.

  • UMIDADE:o Acúmulo excessivo de umidade leva à maceração e predispõe o paciente ao rompimento de integridade da pele.

FRICÇÃO: Atrito entre duas superfícies .

  • FRICÇÃO: Atrito entre duas superfícies .

  • ANEMIA: Condição em que ocorre uma redução na hemoglobina ou na percentagem de células circulantes no sangue. Isto resulta num decréscimo do oxigênio para os tecidos

  • MASSA CORPÓREA: Pacientes abaixo do peso, com menor tecido subcutâneo, e obesos predispõe a maceração.

INFECÇÃO: aumenta a demanda metabólica e predispõe o paciente a úlcera de pressão.

  • INFECÇÃO: aumenta a demanda metabólica e predispõe o paciente a úlcera de pressão.

  • IDADE AVANÇADA E DOENÇAS ASSOCIADAS: Devido ao grande comprometimento físico geral e à debilidade do paciente.

Há dois estágios anteriores à formação de úlceras – hiperemia e formação de vesículas com edema e cor azulada, por deficiência sanguínea.

  • Há dois estágios anteriores à formação de úlceras – hiperemia e formação de vesículas com edema e cor azulada, por deficiência sanguínea.

  • Quando aparece podemos classificá-lá de acordo com sua profundidade.

EVENTOS: A pele é a primeira linha de defesa contra patógenos, quando quebrada o corpo se torna vulnerável à invasão microbiana. Durante os processos dinâmicos da cicatrização as forças do organismo são mobilizadas para o contra ataque.

  • EVENTOS: A pele é a primeira linha de defesa contra patógenos, quando quebrada o corpo se torna vulnerável à invasão microbiana. Durante os processos dinâmicos da cicatrização as forças do organismo são mobilizadas para o contra ataque.

1 – Estancar a perda sanguínea;

  • 1 – Estancar a perda sanguínea;

  • 2 – Remover patógenos e restos celulares da ferida;

  • 3 – Selar a ferida contra a infecção;

  • 4 – Regenerar a cobertura epidérmica natural;

  • 5 – Reparar o tecido mais profundo danificado

DEFENSIVO: hemostasia , agregação plaquetária e deposição de fibrina e formação de coágulo sanguíneo.Seguida de formação de crosta – Na seqüência as células chamadas mastócitos secretam histamina causando vasodilatação levando a exudação de plasma e leucócitos para a área danificada.

  • DEFENSIVO: hemostasia , agregação plaquetária e deposição de fibrina e formação de coágulo sanguíneo.Seguida de formação de crosta – Na seqüência as células chamadas mastócitos secretam histamina causando vasodilatação levando a exudação de plasma e leucócitos para a área danificada.

O suprimento sanguíneo aumentado, o edema e a obstrução dos vasos adjacentes contribuem para a inflamação. Os leucócitos predominam neste infriltado e os neutrófilos atuam com sua atividade fagocitária.

  • O suprimento sanguíneo aumentado, o edema e a obstrução dos vasos adjacentes contribuem para a inflamação. Os leucócitos predominam neste infriltado e os neutrófilos atuam com sua atividade fagocitária.

EPITELIZAÇÃO , NEOVASCULARIZAÇÃO E SÍNTESE DE COLÁGENO, ocorrem durante o estágio proliferativo da cicatrização que tem início durante o estágio inflamatório e termina aproximadamente 22 dias depois.

  • EPITELIZAÇÃO , NEOVASCULARIZAÇÃO E SÍNTESE DE COLÁGENO, ocorrem durante o estágio proliferativo da cicatrização que tem início durante o estágio inflamatório e termina aproximadamente 22 dias depois.

Durante este estágio ocorre um decréscimo progressivo da vascularização na cicatriz, diminuição da quantidade de fibroblastos, reorientação das fibras colágenas e aumento da força tênsil.

  • Durante este estágio ocorre um decréscimo progressivo da vascularização na cicatriz, diminuição da quantidade de fibroblastos, reorientação das fibras colágenas e aumento da força tênsil.

PRIMEIRA INTENÇÃO: Quando ocorre pouca perda de tecido , geralmente a ferida é limpa, apresenta pouco edema, sua cicatrização é mais fácil e rápida de ocorrer.

  • PRIMEIRA INTENÇÃO: Quando ocorre pouca perda de tecido , geralmente a ferida é limpa, apresenta pouco edema, sua cicatrização é mais fácil e rápida de ocorrer.

  • SEGUNDA INTENÇÃO:Ocorre perda excessiva de tecido , podendo apresentar infecção. Neste caso, o processo de contração aproxima as bordas e a cicatrização é mais lenta.

PRIMEIRA INTENÇÃO RETARDADA: Geralmente é praticada pelo cirurgião propositalmente , quando este espera uma possível infecção pós-operatória .

  • PRIMEIRA INTENÇÃO RETARDADA: Geralmente é praticada pelo cirurgião propositalmente , quando este espera uma possível infecção pós-operatória .

Idade avançada.

  • Idade avançada.

  • Vasculopatia;

  • Má nutrição;

  • Medicação;

  • Fumo;

  • Localização da ferida, cuidados com a ferida;

  • Presença de corpos estranhos na ferida

Comentários