Grupos musculares- Membros superiores

Grupos musculares- Membros superiores

(Parte 1 de 5)

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE FARMÁCIA

DISCIPLINA: ANATOMIA

CLASSIFICAÇÃO DOS GRUPOS MUSCULARES-

Membros Superiores

Alunos(a):

Juliana M.Hernandez

Mallone Lopes da Silva

BELÉM

2010

Músculos

Os músculos são estruturas anatômicas que apresentam a capacidade de se contrair quando estimulados. Estão conectados com os ossos, cartilagens, ligamentos, pele, olho, seja direta ou indiretamente através de estruturas fibrosas, os tendões ou aponeuroses.

Músculos do membro superior

Coluna vertebral

trapézio - grande dorsal - rombóides (maiormenor) - levantador da escápula

Cavidade torácica

peitoral maior - peitoral menor - subclávio - serrátil anterior

Ombro

deltóide - manguito rotador (supra-espinhalinfra-espinhalredondo menorsubescapular) - redondo maior

Braço

Anterior

coracobraquial - bíceps braquial - braquial

Posterior

tríceps braquial - ancôneo

Antebraço

Anterior

superficiais - pronador redondo - palmar longo - flexor radial do carpo

flexor ulnar do carpo –

 flexor superficial dos dedosprofundos - pronador quadrado - flexor profundo dos dedos - flexor longo do polegar

Posterior

superficiais - braquiorradial - extensor radial longo do carpo - curto do carpo

 extensor dos dedos – extensor do dedo mínimo-extensor ulnar do carpoprofundos - supinador - tabaqueira anatômica (abdutor longo do polegar

extensor curto do polegar, extensor longo do polegar) – extensor do índex

Mão

Palmares

Laterais

tenar (oponente do polegarflexor curto do polegarabdutor curto do polegar)

adutor do polegar

Palmares

Mediais

hipotenar (oponente do mínimoflexor curto do mínimoabdutor do mínimo)

palmar breve

Intermediários

lumbricais - interósseos (dorsaispalmares)

Músculos da Coluna Vertebral

  • Trapézio

O músculo trapézio, de configuração triangular, é o mais superficial dos músculos da região posterior do tronco e do pescoço.

Origem: na base do occipital, ligamento nucal superior e processos espinhosos, desde a 7ª cervical até a décima segunda vértebra torácica.

Inserção: no terço lateral da clavícula, acrômio e espinha da escápula.

Ações: Eleva a escapula, aproxima-a da coluna vertebral, inclina a cabeça lateralmente, rotação para o lado oposto. Origem desse músculo é linha occipital ligamento nucal processos espinhosos da C1 até T12.

  • Grande Dorsal

O grande dorsal é um músculo que atua sobre os braços.

Origem: vértebras T7 à T12 (no processo espinhoso), crista ilíaca e fáscia torácico-lombar.

Inserção: úmero (crista do tubérculo menor e assoalho do sulco intertubercular).

Ações: extensão, adução e rotação medial do braço.

  • Rumbóides

-Menor

Origem: origina-se na parte inferior do ligamento nucal, e nos processos espinhosos entre a sétima vértebra cervical e a primeira torácica.

Inserção: está inserido na base da espinha da escápula até o ângulo inferior,borda medial da escápula, parte superior à da inserção do músculo rombóide maior.

Ações: retrai a escápula, a fixa junto à parede torácica, e inclina seu ângulo lateral para baixo.

- Maior

O rombóide maior é um músculo das costas que liga a escápula com as vértebras da coluna vertebral.

Origem: processos espinhosos da vértebra T2 até T5.

Inserção: borda medial da escápula (da raiz da escápula até o ângulo inferior).

Ações: retração e elevação da escápula.

  • Levantador da escápula

Origem: Tubérculos posteriores dos processos transversos das vértebras cervicais de 1 a 4.

Inserção: Parte superior da borda medial da escápula.

Inervação: Nervo cervical (C3, C4) e Nervo escapular dorsal (C5)

Ações: Traciona a escápula verticalmente, abaixa a ponta do acrômio, roda a escápula durante o abaixamento forçado do braço e a estabiliza durante sua elevação.

Músculos da cavidade torácica

  • Músculo peitoral maior

Origem: metade medial da clavícula, esterno e seis primeiras cartilagens costais, aponeurose do m. oblíquo externo do abdômen.

Inserção proximal: nas cartilagens costais, no esterno e na clavícula.

Inserção distal: sulco intertubercular do úmero.

Inervação: nn. Peitorais mediais e laterais.

Ações: adução e flexão do braço.

  • Músculo peitoral menor

Origem: da 3ª à 5ª costela.

Inserção proximal: da terceira à quinta costelas.

Inserção distal: processo coracóide da escápula.

Inervação: nervo peitoral medial.

Ações: Estabiliza a escápula.

  • Músculo subclávio

Origem: 1ª costela (união da cartilagem costal com a costela).

Inserção: clavícula (sulco na face inferior).

Inervação: n. subclávio.

Ações: fixa a clavícula na art. Esternoclavicular e auxilia na depressão do ombro.

  • Músculo serrátil anterior

Origem: superfície das costelas superiores oito ou 9 ao lado do peito.

Inserção: porção costal da margem medial da escápula.

Inervação: nervos torácicos longos (das raízes do plexo braquial C5, 6, 7).

Ações: protrai e estabiliza a escápula.

Músculos do ombro

(Parte 1 de 5)

Comentários