Behaviorismo: Definição e História

Behaviorismo: Definição e História

Behaviorismo: Definição e História

  • Psi. Mariana Paz

  • Mestre em Psicologia Comportamental

Definição

  • É possível uma ciência do comportamento.

  • Ciência do comportamento Análise do Comportamento

  • Behaviorismo Filosofia da ciência

História

  • Verdade filosófica: é absoluta. Se as premissas forem enunciadas explicitamente e se o raciocínio for correto, as conclusões seguem-se necessariamente.

  • Verdade científica: é relativa e provisória; relativa à observação e susceptível de não ser confirmada por novas observações.

Para se fazer ciência...

  • Rompe-se com suposições filosóficas, que se referem a abstrações além do universo natural, seguindo um raciocínio lógico e atem-se a suposições científicas, que se referem apenas ao universo natural e sua possível forma de organização.

A teoria Darwiniana: um verdadeiro furor

  • Seleção natural: variação e seleção de características úteis para a sobrevivência da espécie.

  • Contribuições para uma ciência do comportamento: variação e seleção de comportamentos ao longo da vida do indivíduo.

Introspecção

  • Método dos filósofos

  • Objeto de estudo: mente

  • Séc. XIX: dificuldades da introspecção como método científico poderiam ser superadas com treino.

  • Objeções: Psicologia Objetiva e Comparativa.

Psicologia Objetiva

  • Utilização de métodos objetivos no lugar da introspecção implica:

    • Diferenças de procedimento poderiam explicar resultados diferentes
    • Maior fidedignidade quanto às relações explicitadas.

Psicologia Comparativa

  • Noção de continuidade da espécie: espécies se assemelhavam entre si (traços anatômicos e comportamentais) à medida em que compartilhavam a mesma história evolutiva.

  • Nasceu da idéia de fazer comparações entre espécies a fim de conhecer melhor a nossa própria.

Psicologia Comparativa

  • Antropomorfismo: Inferir sensações, sentimentos e pensamentos a animais como explicação de seus comportamentos.

  • Objeções: Vieses individuais e subjetividade não poderia servir como método científico.

A primeira versão do Behaviorismo: Watson

  • Objeto de estudo da psicologia: o comportamento objetivamente observável.

  • Evita termos como mente e consciência; evita a subjetividade da introspecção e do antropomorfismo.

  • BEHAVIORISMO METODOLÓGICO

  • “ Se Darwin agrediu ao deixar de fora a mão oculta de Deus, os behavioristas agridem ao deixar de fora outra força oculta: o poder das pessoas governarem seu próprio comportamento. Assim como a teoria darwiniana desafiou a venerada noção de um Deus criador, o behaviorismo desafia a venerada noção do livre-arbítrio” (Baum, 1998, p. 28).

Determinismo

  • Uma ciência do comportamento pretende encontrar regularidades no comportamento, seu objeto de estudo.

  • O comportamento é determinado pela hereditariedade e pelo ambiente.

Livre- arbítrio

  • Supõe um terceiro elemento além da hereditariedade e do ambiente: algo dentro do indivíduo.

  • “(...) pode-se argumentar que o livre-arbítrio é simplesmente um nome para a ignorância dos determinantes do comportamento. Quanto mais sabemos das razões que estão por trás dos atos de uma pessoa, tanto menos nos inclinamos a atribuir esses atos ao livre- arbítrio” (Baum, 1998, p. 32).

  • Problema: tomar o livre-arbítrio como explicação dos comportamentos explicações circulares.

Comentários