NBR 6492: Representação do Projeto de Arquitetura

NBR 6492: Representação do Projeto de Arquitetura

(Parte 4 de 7)

A planta de situação deve conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)curvas de nível existentes e projetadas, além de eventual sistema de coordenadas referenciais; c)indicação do norte; d)vias de acesso ao conjunto, arruamento e logradouros adjacentes com os respectivos equipamentos urbanos; e)indicação das áreas a serem edificadas; f)denominação dos diversos edifícios ou blocos; g)construções existentes, demolições ou remoções futuras, áreas non aedificandi; i)notas gerais, desenhos de referência e carimbo. 5.3.2.2 Planta de locação

A planta de locação deve conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)sistema de coordenadas referenciais do terreno, curvas de nível existentes e projetadas; c)indicação do norte; d)indicação das vias de acesso, vias internas, estacionamentos, áreas cobertas, platôs e taludes; e)perímetro do terreno, marcos topográficos, cotas gerais e níveis principais; f)indicação dos limites externos das edificações: recuos e afastamentos; g)eixos do projeto; h)amarração dos eixos do projeto a um ponto de referência; i)denominação das edificações; j) escalas; k)notas gerais, desenhos de referência e carimbo.

5.3.2.3 Plantas

As plantas, em geral, devem conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)indicação do norte; c)eixos do projeto; d) sistema estrutural; e)indicação das cotas entre os eixos, cotas parciais e totais; f)caracterização dos elementos do projeto: -fechamentos externos e internos;

-circulações verticais e horizontais;

-cobertura/telhado e captação de águas pluviais;

-acessos e demais elementos significativos; g)marcação de projeção de elementos significativos acima ou abaixo do plano de corte; h)indicação dos níveis de piso acabado; i)denominação dos diversos compartimentos e respectivas áreas úteis; j)marcação de cortes e fachadas; k) escalas;

Os cortes devem conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)eixos do projeto; c) sistema estrutural; d)indicação das cotas verticais; e)indicação de cotas de nível em osso e acabado dos diversos pisos; f)caracterização dos elementos do projeto: -fechamentos externos e internos;

-circulações verticais e horizontais;

-áreas de instalações técnicas e de serviços;

-cobertura/telhado e captação de águas pluviais;

-forros e demais elementos significativos;

8NBR 6492/1994 g)denominação dos diversos compartimentos seccionados; h) escalas; i)notas gerais, desenhos de referência e carimbo; j)marcação dos cortes transversais nos cortes longitudinais e vice-versa, podendo ainda ser indicadas as alturas das seções horizontais (planta da edificação).

As fachadas devem conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)eixos do projeto; c)indicação de cotas de nível acabado; d) escalas; e)notas gerais, desenhos de referência e carimbo; f)marcação dos cortes longitudinais ou transversais.

5.3.3 Projeto executivo

5.3.3.1 Planta de locação A planta de locação deve conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)curvas de nível existentes e projetadas, além de eventual sistema de coordenadas referenciais; c)indicação do norte; d)indicação das vias de acesso, vias internas, estacionamento, áreas cobertas, taludes e platôs; e)perímetro do terreno, marcos topográficos, cotas gerais, níveis principais; f)indicação dos limites externos das edificações: recuos e afastamentos; g)eixos do projeto; h)amarração dos eixos do projeto a um ponto de referência; i)denominação das edificações; j) escalas; k)notas gerais, desenhos de referência e carimbo.

5.3.3.2 Plantas

As plantas, em geral, devem conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)indicação do norte; c)eixos do projeto; d) sistema estrutural; e)indicação de todas as cotas necessárias para a execução da obra, exceto onde houver ampliação; f)caracterização dos elementos do projeto; -fechamentos externos e internos;

-a cesso;

-circulações verticais e horizontais;

-áreas de instalações técnicas e de serviços;

-cobertura/telhado e captação de águas pluviais;

-acessos e demais elementos significativos; g)denominação e numeração dos compartimentos com suas respectivas áreas úteis para referência dos acabamentos constantes no quadro geral de acabamentos (ver Anexo); h)codificação dos elementos a serem detalhados: portas, janelas, escadas, entre outros; i)marcação de cortes e fachadas; j)marcação dos detalhes e ampliações; k) marcação de projeção de elementos significativos acima ou abaixo do plano de corte; l)indicação dos níveis de piso acabado e em osso; m)escalas; n)notas gerais, desenhos de referência e carimbo. 5.3.3.3 Planta de teto refletivo

A planta de teto refletivo deve conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)indicação do norte; c)eixos do projeto; d) sistema estrutural; e)caracterização dos fechamentos internos e externos em acabado;

NBR 6492/19949 f)desenhos esquemáticos do forro e rebaixos, indicação da modulação de luminárias, aerofusos, sprinklers e outros elementos necessários; g)indicação de cotas; h)indicação das cotas de níveis do forro; i)marcação dos cortes; j)marcação dos detalhes e ampliações; k) escalas;

Os cortes devem conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)eixos do projeto; c) sistema estrutural; d)indicação das cotas verticais; e)indicação das cotas de nível acabado e em osso; f)caracterização dos elementos de projeto: -fechamentos externos e internos;

-circulações verticais e horizontais;

-áreas de instalação técnica e de serviço;

-cobertura/telhado e captação de águas pluviais;

-forros e demais elementos significativos; g)denominação dos diversos compartimentos seccionados; h)marcação dos detalhes; i) escalas; j)notas gerais, desenhos de referência e carimbo; k)marcação dos cortes transversais nos cortes longitudinais e vice-versa.

As fachadas devem conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)eixos do projeto; c)indicação de cotas de nível acabado; d)indicação de convenção gráfica dos materiais; e)marcação e detalhes; f) escalas; g)notas gerais, desenho de referência e carimbo; h)marcação dos cortes longitudinais ou transversais.

5.3.3.6 Ampliações

Locais que exijam detalhamento especial devem seguir os padrões apresentados nos itens de plantas, cortes e fachadas indicados em 5.3.3.

As elevações internas devem seguir os padrões apresentados em 5.3.3.5.

5.3.3.8 Detalhes construtivos gerais

Os detalhes construtivos gerais devem conter:

a)simbologias de representação gráfica conforme as prescritas nesta Norma; b)eixos do projeto; c) sistema estrutural; d)indicação de cotas em osso e acabadas, e cotas totais das partes detalhadas; e)indicação de cotas pormenorizadas na fixação de todas as peças e acessórios existentes; f)indicação de cotas de nível em osso e acabado; g)indicação dos materiais de acabamento utilizados; h)marcação de cortes, elevações; i) escalas; j)notas gerais, desenhos de referência e carimbo. 5.3.3.9 Detalhes de esquadrias

5.3.3.9.1 Os detalhes de esquadrias (portas e janelas), de acordo com os seus materiais, devem atender à nomenclatura de porta e janela, respectivamente, P e J (ver A-16.1 do Anexo).

5.3.3.9.2 Para esquadrias (portas e janelas) de madeira, aço, alumínio, cristal temperado, PVC e outros, utilizar:

a)simbologias de representação gráfica, conforme as prescritas nesta Norma; b)elevações com indicação de funcionamento e locação de detalhes, plantas e cortes esquemáticos, quando necessário;

(Parte 4 de 7)

Comentários