Processo de formação do solo

Processo de formação do solo

(Parte 1 de 4)

SEMESTRE: 1º ANO: 2010 C/H: 60 DISCIPLINA: Gênese e propriedades do solo

6. Gênese do solo -Processo de formação do solo

Professor: Mauricio Vicente Alves

Unidade 5.2 Aula 6

Simonson, em 1959, publicou um artigo no qual fez um esboço de uma teoria universal de Gênese do Solo.

Reações ou mecanismos de caráter químico, físico e biológico, que produzem no solum zonas características - horizontes.

Atuam em condições ambientais específicas, originando solos com características bem definidas.

São úteis para entender as feições do solo, identificá-los e classificá-los.

São processos que levam à constituição dos horizontes e/ou camadas particulares a cada situação ambiental.

5.2. PROCESSO DE FORMAÇÃO DO SOLO

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO - TRANSFORMAÇÃO

5.2. PROCESSO DE FORMAÇÃO DO SOLO

5.2.2. PROCESSOS ESPECÍFICOS - Gleização;

- Sulfetização;

- Sulfurização;

-Salinização, sodificação e solodização;

- Calcificação; - Eluviação e Iluviação;

- Latossolização;

- Plintitização;

- Pedoturbação;

- Biociclagem;

Aporte de material do exterior do perfil ou do horizonte do solo. Movimentação de material dentro do perfil.

Exemplo de adição é a sedimentação, a adubação, decomposição da matéria orgânica.

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO

Vegetação

Sedimentação

Adubação

Chuva Vento

REMOÇÃO: O material é removido para fora do perfil.

É o contrário de adição “por para fora”.

Exemplos de remoção: erosão, colheita, lixiviação de elementos para o lençol freático.

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO

Lixiviação Bases e Si

Ocorre quando o material passa de um Horizzonte para outro, sem abandonar o perfil.

É movimentação lenta dentro do perfil de sais, carbonatos, argila e matéria orgânica do horizonte A para o B. Exemplo:

Translocação de M.O. e argila de um lugar para o outro;

Biociclagem,onde nutrientes são levados dos horizontes mais profundos para horizontes superficiais;

Lixiviação,quando ela é parcial ou quando ela ocorre dentro do mesmo, e nutrientes saem do horizonte A e se acumulam no horizonte B.

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO

Argila

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO TRANSLOCAÇÃO

TRANSFORMAÇÃO O material muda sua natureza química ou mineralógica.

Intemperismo e decomposição: Transformação de minerais em outros minerais;

Decomposição da matéria orgânica, quando detritos vegetais parcialmente decompostos se transformam em ácido sulfúrico.

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO TRANSFORMAÇÃO

Adição e Remoção

Translocação

Transformação

5.2.1. PROCESSOS GERAIS DE FORMAÇÃO DO SOLO

(Parte 1 de 4)

Comentários