(Parte 1 de 3)

Prof. Luciano Braga de Lacerda

Prof. Henry Costa Lubanco 1

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

2 Álgebra Relacional

A álgebra relacional é um conjunto de operações básicas usadas para manipular relações em um BD relacional.

As operações são geralmente divididas em dois grupos: operações de conjuntos ou específicas.

Operações de conjuntos: união, inserção, diferença e produto cartesiano.

Operações específicas: seleção, projeção e junção.

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

Diagrama do Esquema de BD Relacional 3

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco 4BD Relacional de uma “EMPRESA”

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

5 Seleção (σ-sigma) 1/2

Seleciona um subconjunto de tuplas de uma relação, que satisfazem uma condição de seleção (expressa no predicado). Em outras palavras, esta operação seleciona um subconjunto das linhas de uma tabela. Notação: σ <condição de seleção> (<nome da relação>)

A expressão especificada em <condição de seleção> é composta por cláusulas na forma

<nome do atributo> <op de comparação> <valor do atributo>

A expressão <op de comparação> corresponde a um dos

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

6 Seleção (σ-sigma) 2/2

Repesentação Gráfica

Exemplos:

σ DNO=4(EMPREGADO) σ salario>3000 (EMPREGADO)

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

Projeta as tuplas de uma relação sobre um determinado conjunto de atributos, ou seja, elimina colunas que não correspondem às especificadas.

Notação: π<atributos> (<nome da relação>)

a) π NOME, IDADE (ESTUDANTE) – mostra somente os atributos contendo os nomes e as idades de todos os estudantes.

b) π CODCURSO (ESTUDANTE) – mostra somente os códigos dos cursos de todos os estudantes.

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

Representação Gráfica

Exemplos: π UNOME,PNOME,SALARIO(EMPREGADO).

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

9 Combinação e seqüência de operações

Combinando duas operações:

Exemplo: π UNOME,POME,SALARIO(σ NOD=5(EMPREGADO))

Seqüência de operações: Várias operações podem ser combinadas para formar uma expressão da álgebra relacional, que é uma consulta. Alternativamente, pode-se especificar relações temporárias para cada passo da consulta. Por exemplo:

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

10 Operadores de Conjuntos

UNIÃO efetua a união de duas relações compatíveis (R U S)

DIFERENÇA efetua a diferença entre duas relações compatíveis (R – S)

INTERSEÇÃO efetua a interseção de duas relações compatíveis (R ∩ S) Exemplos:

a) Duas relações compatíveis.

b) ALUNO U INSTRUTOR c) ALUNO ∩ INSTRUTOR d) ALUNO – INSTRUTOR e) INSTRUTOR – ALUNO

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

1 Ilustração do exemplo dado no slide anterior

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

12 Produto Cartesiano (X)

Combina as tuplas de duas relações (R x S), relacionando cada linha de uma relação, com cada linha da outra, levando todos os atributos. Ou seja, o resultado terá todas as colunas das relações envolvidas, com as suas linhas combinadas umas com as outras.

Banco de Dados I –Prof. Henry Costa Lubanco

13 Exemplo de Produto Cartesiano

Cod_ Cidade

(Parte 1 de 3)

Comentários