Fundamentos da Administarção da Informação

Fundamentos da Administarção da Informação

(Parte 3 de 3)

BI (Business Intelligence ou Inteligência de Negócios) - esse termo refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte a gestão de negócios, ajudando no processo de tomada de decisões. As principais ferramentas do conjunto de BI são: Data Warehouse, ferramentas de OLAP, Data Mininng e ferramentas de modelagem.

KM (Knowledge Management ou Gestão de Conhecimento) – a gestão do conhecimento é a capacidade da empresa de armazenar e disponibilizar as informações de forma segura, confiável e de fácil acesso.

AI (Artificial Intelligence ou Inteligência Artificial) – esse campo engloba as ferramentas administrativas avançadas que permitem, com o uso correto, melhorar os processos de planejamento empresarial e a tomada de decisões.

A internet está rapidamente se tornando a infra-estrutura preferida para o comércio e os negócios eletrônicos, e o profissional de tecnologia deve buscar conhecer o mercado, assumir uma postura ética e atuar com integridade e competência profissional.

17 8 CONCLUSÃO

O vínculo entre negócios e tecnologia tem-se intensificado nessa Era

Digital, ou Era da Informação, visto que informação tem se tornado o bem econômico de maior valor nesse século XXI. O tempo não é mais sinônimo de “dinheiro”, a informação adquiriu esse status.

Isso nos mostra como a tecnologia da informação está alterando os negócios. Fica claro que as empresas dependem de todos seus gerentes e funcionários para ajudá-los a administrar o uso da TI para alcançar o sucesso.

Os sistemas de informações e seu contexto organizacional precisam ser estudados, compreendidos e geridos simultaneamente. O boom da internet tem ajudado empresas a se tornarem empreendimentos interconectados. O E-Business tornou-se a mola mestra de grandes organizações.

E exatamente onde todos esses fatores convergem surge o profissional de TI, um tipo especial de profissional, o “especialista-generalista”.

Além dos conhecimentos conceituais e técnicos, esses profissionais precisam desenvolver habilidades humanas. Precisam conhecer tanto as modalidades de sistemas de informação como as modalidades de negócios. As empresas querem cada vez menos a informática e cada vez mais a Informação, por isso precisam de profissionais multidisciplinares, que possam falar de finanças, marketing ou vendas.

18 REFERÊNCIAS

SANTANA, Denise Dias de; PERINI, Luis Cláudio. Fundamentos da administração da informação. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009.

SILVA, Wilson Caldeira da. Como alinhar negócios e TI? 2002. 02 f. Artigo (Revista TI), 2002. Disponível em: <http://w.timaster.com.br/revista/artigos/ >. Acesso em: 20 de março de 2010.

LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane Price. Sistemas de informação com internet. Rio de Janeiro: LTC, 1999.

LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane Price. Gerenciamento de Sistemas de informação. São Paulo: LTC, 2001.

BATISTA, Emerson de Oliveira. Sistemas de Informação: o uso consciente da tecnologia para o gerenciamento. São Paulo: Saraiva, 2006.

KWASNICKA, Eunice Laçava. Introdução à administração. São Paulo: Atlas, 2006.

STAIR, Ralph M.; REYNOLDS, George W. Princípios de sistemas de informação: uma abordagem gerencial. São Paulo: Thomson Learning, 2006.

O‟BRIEN, James A. Sistemas de informação e das decisões gerenciais na era da Internet. São Paulo: Saraiva, 2004.

REZENDE, Denis Alcides. Tecnologia da informação aplicada a sistemas de informações empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas empresas. São Paulo: Atlas, 2003.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1986

(Parte 3 de 3)

Comentários