Projeto de pesquisa

Projeto de pesquisa

(Parte 1 de 2)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO ARAGUAIA

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

CURSO DE LETRAS

INFORMÁTICA NA ESCOLA FILINTO MULLER: A EDUCAÇÃO NA ERA DAS TECNOLOGIAS”

ZENALDA VIANA NEVES

MARIA CLAUDINO DA SILVA BRITO

ODORICO FERREIRA CARDOSO NETO

BARRA DO GARÇAS

NOVEMBRO DE 2009

U NIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO ARAGUAIA

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

CURSO DE LETRAS

Projeto: “Informática na escola Filinto Muller: A Educação na Era das Tecnologias”

Título do Plano de trabalho: Coordenadora:: “Informática na escola Filinto Muller: A Educação na Era das Tecnologias” – estudo realizado na Escola Estadual de 1° Grau Senador Filinto Muller

Coordenadora: Profª. Ms. Maria Claudino da Silva Brito e Odorico Ferreira Cardoso Neto

Início do Projeto: Outubro/2009 Término: Dezembro/2009

Curso: Licenciatura Plena em Letras

Ano: 1°

Período do Relatório:Outubro /2009 a Dezembro/2009

Assinatura: ____________________________________________________________

Orientadora: Profª Ms. Maria Claudino da Silva Brito e Odorico Ferreira Cardoso Neto

Lotação: Curso de Letras

Assinatura: _____________________________________________________________

Orientanda: Zenalda Viana Neves

S UMÁRIO

RESUMO ................................................................................................................ 04

  1. INTRODUÇÃO................................................................................................. 05

  2. REVISÃO DE LITERATURA.......................................................................... 06

  3. METODOLOGIA.............................................................................................. 07

4. RESULTADOS E DISCUSSÕES..................................................................... 08

  1. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS................................................................. 15

  2. DIFICULDADES ENCONTRADAS E AÇÕES ADOTADAS PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES............................................................. 16

  3. CONCLUSÕES.................................................................................................. 17

  4. CONSIDERAÇÕES FINAIS............................................................................. 18

9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................................................... 20

ANEXOS...................................................................................................................21

R ESUMO

O estudo, que se apresenta neste trabalho denominado: “Informática na Escola Filinto Muller: A Educação na era das Tecnologias”, foi desenvolvido no período de Outubro a Novembro.

A pesquisa tem como objetivo conhecer os recursos tecnológicos que os professores utilizam para educar na sociedade da informação, que atua na Escola Estadual de 1º Grau Senador Filinto Muller, na cidade de Barra do Garças.

Este estudo foi feito por meio da pesquisa qualitativa, selecionamos, dois professores, dois alunos e a diretora da escola, com o intuito de entrevistá-los e conhecer a postura que traduz a capacidade de refletir sobre a formação de um indivíduo preparando-o para viver em uma nova sociedade inserida na era das grandes evoluções tecnológicas.

Contudo, observamos que os professores se preocupam, mas não estão preparados para educar o aluno atendendo ás exigências do mundo contemporâneo que têm evoluído desen-freadamente em todas as áreas do conhecimento.

Palavras-Chave: Educação, Tecnologia, Conhecimento.

  1. INTRODUÇÃO

Falar em educação significa falar do desenvolvimento humano. Sob esta ótica se pode afirmar que estamos a todo vapor na era do conhecimento.

O primeiro passo para entendermos com mais precisão, a nova realidade, é perceber que a missão da escola mudou.

Trata-se de formar os indivíduos para “aprender a aprender”, de modo a serem capazes de lidar positivamente com a contínua e acelerada transformação da base tecnológica.

Essa pesquisa tem como objetivo analisar no que determina o desempenho dos profissionais da educação que atuam na Escola Estadual de 1º Grau Senador Filinto Muller, tendo em vista que a capacidade do aluno para assumir a sua participação efetiva na vida social e política depende da formação fundamentada no papel desse profissional.

A pesquisa teve início com reuniões em sala de aula para a apresentação do material teórico, e depois discussões com a finalidade de obter maior conhecimento da importância dessa pesquisa e sugestões para qualificar o nosso trabalho.

Após isso, encaminhamos até a escola para realizar as entrevistas com os informantes da pesquisa.

Fizemos entrevistas gravadas em áudio e as transcrevemos, e por fim elaboramos esse projeto.

  1. REVISÃO DA LITERATURA

Os pesquisadores que fundamentam a nossa pesquisa na Escola Estadual de 1° Grau Senador Filinto Muller - Barra do Garças – MT , no enfoque da pesquisa como princípio científico e educativo foram: Takahashi (2000) que fala a respeito do “uso da tecnologia da informação e comunicação” Fonseca (2006) que nos informa sobre a recepção do professor em relação ao avanço tecnológico.

Silva (2005) faz uma colocação quando diz, segundo o pedagogo Jan Amos Comenius, considerado um dos maiores educadores do século XVII, fala que “é necessário desenvolver um método em que os professores lecionem menos, e os alunos, por seu lado, aprendam mais”

Perroti (2000) fala sobre a falta de conhecimento da população em relação aos fundamentos da ciência que move o mundo da tecnologia, e também menciona sobre a grande parcela da população que ainda se encontra excluída desse processo de informações.

Santos Neto (2000) nos alerta em relação a utilização dos meios eletrônicos e das tecnologias de comunicação que ao seu parecer precisam ser pensada com a finalidade do pleno desenvolvimento humano.

Paulo Freire (1996) aborda sobre a questão de que a escola é basilar para o processo de transformação da sociedade.

Ferrati(1994) trata mais especificamente sobre o papel do professor, diz que a era das novas tecnologias, solicita aos professores uma maior domínio, não só de seus conteúdos disciplinares, mas também dos processos de construção do conhecimento e da formação do ser social, além de conhecimentos de informática.

3.METODOLOGIA

O projeto teve início por meio de reuniões em sala de aula, reunimos para discutir o tema e planejar a realização do projeto baseando nas leituras feitas do tema proposto nessa pesquisa. Assim, as reuniões nos ajudou a ter uma visão mais ampla e crítica para planejar, elaborar e analisar as informações obtidas dos professores, alunos e da diretora, a fim de avaliar o desempenho da instituição como um todo no processo de ensino-aprendizagem tendo em vista a crescente evolução tecnológica.

A escola escolhida para participar da pesquisa foi, Senador Filinto Muller- Barra do Garças – MT, mantida pelo estado, foi fundada no dia em março,de 1960, decreto lei -2516 passa a denominar-se Escola Estadual de 1° Grau Senador Filinto Muller. Filinto Muller, por ser ele um cidadão Mato-Grossense venerável como cidadão civil, militar e político contribuiu muito para o progresso regional, nasceu em 11 de julho de 1900 e veio a falecer em 11 de julho de 1973.

A escola oferece ensino do primeiro ao nono ano, e depois de 2005 passa a oferece também o EJA (Educação de Jovens e Adultos), no período matutino e noturno. Atende aproximadamente 600 (seiscentos) alunos. Desses seiscentos alunos foram escolhidos três aleatoriamente, um da oitava série e dois do nono ano para participar dessa pesquisa. Para atender estes alunos, a escola tem, aproximadamente, 10 (dez) professores de áreas diferentes. Dos dez professores, foram escolhidos dois de forma aleatória para participar dessa pesquisa. E a diretora da escola também contribuiu para a entrevistada a fim de proporcionar a nós maiores informações do tema proposto.

Essa investigação teve uma importante questão em foco, como que os professores que atuam na Escola Filinto Muller trabalham para desenvolver a educação na era das tecnologias.

O estudo realizado é de cunho qualitativo, sendo assim, utilizamos a abordagem etnográfica, para ter maior aproximação direta da realidade do sujeito pesquisado As entrevistas foram gravadas em áudio, para obter maiores informações sobre as idéias dos entrevistados á respeito do tema, depois transcrevemos para o caderno de campo.Vale ressaltar que a pesquisa preocupou com a forma que os professores preparam os alunos para viver em um mundo cada vez mais globalizado em decorrência da acelerada evolução tecnológica .

  1. RESULTADOS E DISCUSSÃO

A intenção desta pesquisa é refletir a respeito da educação, no que diz respeito a formação do professor universitário junto ao processo educativo, principalmente no que tange a formação pedagógica docente visto que uma das críticas mais comuns dirigidas aos cursos superiores diz respeito à falta de didática dos professores universitários.

Entendendo a Universidade como uma instituição que se configura o espaço de construção científica e discussão do conhecimento produzido percebe-se que o ensino superior necessita abrir espaços de produção de conhecimento e de pesquisa e que aos professores compete compartilhar seus conhecimentos. Para Pimenta:

Entendendo a Universidade como um serviço de Educação que se efetiva pela docência e pela investigação, suas funções podem ser: criação, desenvolvimento, transmissão e crítica da ciência, da técnica e da cultura, preparação para o exercício de atividades profissionais que exijam a aplicação de conhecimentos e métodos científicos e para a criação artística; apoio científico e técnico ao desenvolvimento cultural, social e econômico das sociedades. (PIMENTA 2002: pag 131)

Ressaltamos a preocupação do estudo em foco que centra-se na formação pedagógica docente universitária posto que a profissão professor apresenta a especificidade acadêmica que trata dos saberes e do saber fazer, que remete à transmissão, ao ensino de conhecimentos, técnicas e seu emprego e a especificidade pedagógica que nos remete às formas de ensinar, as metodologias e técnicas utilizadas no exercício da atividade profissional.

A partir dessa observação pudemos notar que os professores entrevistados demonstraram clareza e discernimento no que diz respeito à Didática:

“Didática acho que são metodologias que a gente pode aplicar em sala de aula, a forma de você passar conteúdos, as maneiras como você pode ministrar um mesmo conteúdo. Acho que pra mim isso é didática! Considero fundamental. Tem pessoas que tem conhecimento mas não tem didática para passar o conhecimento, então fica um conhecimento isolado. Agora se a pessoa tem didática, sabe transmitir, ela sabe passar aquele conhecimento, então é fundamental!” (Professor 1)

[...] “Didática pra mim eu vejo como, uma... Eu vejo assim que é a forma, a metodologia mais adequada de você tentar passar para o estudante né, determinado conhecimento.” (Professor 2)

“Eu considero super importante até fundamental! É o modo que você trabalha, e desenvolve a educação junto com os seus alunos. Se você não tiver didática provavelmente não consegue ta trabalhando a questão educacional, dos conhecimentos e tudo mais né? O aluno não vai consegui assimilar, aprender né? Então é o modo que você trabalha e desenvolve né? Esses conhecimentos educacionais.” (Professor 3)

Levando em consideração as afirmações dos professores entrevistados constatamos que todos foram unânimes ao considerarem a didática um aspecto de grande importância no processo educativo:

[...] A Didática hoje precisa comprometer-se com a qualidade cognitiva das aprendizagens e esta, por sua vez, está associada à aprendizagem do pensar. Cabe-lhe investigar como se pode ajudar os alunos a se constituírem como sujeitos pensantes, capazes de pensar e lidar com conceitos, argumentos, resolver problemas, para se defrontarem com dilemas e problemas de vida prática [...] (LIBANÊO, 2001, p. 3)

(Parte 1 de 2)

Comentários