Arquivos MS-Project

Arquivos MS-Project

Gerenciamento de Projetos

  • Utilizando o PMBOK™ 4th Edition

Conteúdo Programático

  • Conceitos Básicos sobre Projetos

  • O que é o Gerenciamento de Projetos?

  • O PMBOK™ 4th Edition

  • As Áreas do Gerenciamento de Projetos

    • 4. Gerenciamento da Integração
    • 5. Gerenciamento do Escopo
    • 6. Gerenciamento do Tempo
    • 7. Gerenciamento dos Custos

Conteúdo Programático

    • 8. Gerenciamento da Qualidade
    • 9. Gerenciamento dos Recursos Humanos
    • 10. Gerenciamento das Comunicações
    • 11. Gerenciamento dos Riscos
    • 12. Gerenciamento das Aquisições

O que é um Projeto?

  • Projeto é qualquer empreendimento com as seguintes características:

    • Não repetitivo;
    • Caracterizado por uma seqüência lógica e clara de eventos (com início, meio e fim);
    • Cujo destino principal é atingir um objetivo também claro e definido;
    • Conduzido por pessoas, obedecendo a algumas variáveis.

As Variáveis de Um Projeto

  • Alguns empreendimentos necessitam ser executados e entregues sob determinadas variáveis. As variáveis principais também podem ser denominadas como tradicionais. O gerenciamento de projetos tenta adquirir controle sobre três variáveis:

    • tempo;
    • custo; e,
    • escopo.

A “Quarta Variável”

  • Algumas literaturas definem como quatro variáveis, sendo qualidade a quarta variável.

    • Contudo a qualidade é um dos principais componentes do escopo.

Exemplos de Projetos

  • Construção de prédio comercial

  • Construção de prédio residencial;

  • Desenvolvimento de um web site;

  • Planejamento estratégico;

  • Lançamento de produtos;

  • Criação de uma nova empresa;

  • Migração de sistemas operacionais em uma empresa;

  • Desenvolvimento do plano de cargos e salários;

  • TCC.

Características de um Projeto

  • Temporariedade: todo projeto possui início, meio e fim.

  • Individualidade: os projetos possuem uma “identidade” única. Mesmo que sejam usados como modelo para outros projetos o conjunto de ferramentas usadas para sua materialização não raro são mutáveis como orçamento, recursos materiais, recursos de trabalho, etc.

Características de um Projeto

  • Complexidade: cada projeto possui seu próprio grau de complexidade, i.e., um conjunto de coisas, fatos ou circunstâncias que têm ligação entre si.

  • Incerteza: são muitos os incidentes que podem ocorrer na execução de um projeto. Trabalhar num projeto significa trabalhar com o desconhecido e saber gerenciá-lo, já que nem tudo pode ser minuciosamente planejado ou calculado.

O Gerenciamento de Projetos como Disciplina

  • Gerência de projetos, gestão de projetos, gerenciamento de projetos ou ainda administração de projetos é a aplicação de conhecimentos, habilidades e técnicas na elaboração de atividades relacionadas para atingir um conjunto de objetivos pré-definidos.

Breve Histórico do Gerenciamento de Projetos

  • Henry Gantt, “o pai de técnicas do planejamento e do controle”

    • Gráfico de barras como uma ferramenta de gerenciamento do projeto
    • Associado das teorias de Frederick Winslow Taylor da administração científica
    • Precursor a muitas ferramentas de gerência modernas do projeto, tais como a WBS (Work Breakdown Structure) ou EAP (Estrutura Analítica do Projeto) de recurso que avalia o trabalho.

Outras Técnicas

  • Program Evaluation and Review Technique ou o PERT, desenvolvido como parte do programa do míssil do submarino Polaris da marinha dos Estados Unidos (conjuntamente com o Lockheed Corporation); e

  • Critical Path Method (CPM) desenvolvido em conjunto por DuPont Corporation e Remington Rand Corporation para projetos da manutenção de planta. Estas técnicas matemáticas espalharam-se rapidamente em muitas empresas.

Outras Técnicas

  • Em 1969, o Project Management Institute (PMI) foi dando forma para servir ao interesse da indústria da gerência de projeto.

    • A premissa de PMI é que as ferramentas e as técnicas da gerência de projeto devem ser comuns mesmo entre a aplicação difundida dos projetos da indústria do software à indústria de construção.
      • Em 1981, os diretores do PMI autorizaram o desenvolvimento no que se transformou em um guia de projetos o Project Management Body of Knowledge, contendo os padrões e as linhas mestras das práticas que são usados extensamente durante toda a profissão.

Abordagens

  • Abordagem “tradicional” (fases)

  • Abordagem ágil de software (pequenas tarefas)

Abordagem Tradicional

  • Distinguem-se cinco grupos de processos no desenvolvimento de um projeto:

    • Iniciação;
    • Planejamento;
    • Execução;
    • Monitoramento e Controle; e,
    • Encerramento.

Fatores impulsionadores

  • Ambiente mundial caracterizado pela velocidade das mudanças, novidades tecnológicas e complexidade;

  • Foco em prioridades e objetivos;

  • Crescimento da competitividade;

  • Falta de padrões;

  • Forte exigência por qualidade;

  • Redução sistemática nas margens de lucro;

  • Pressão por resultados financeiros acima do custo de capital;

  • Responsabilidade social;

  • Cenário político-econômico mundial instável.

Vantagens do GP

  • Permite maior visibilidade de cada “detalhe” do projeto;

  • Cria diferenciais competitivos e fomenta novas técnicas;

  • Auxilia na identificação de “gargalos” que podem resultar no fracasso do projeto;

  • Agiliza a tomada de decisões;

  • Facilita o controle gerencial;

  • Otimiza a utilização de recursos;

  • Cria “modelos” de projetos.

Projeto Bem-Sucedido

  • Projeto de sucesso é aquele que atinge os objetivos iniciais, sofrendo mínimas alterações ou causando o menor impacto cultural possível.

Fracasso em Projetos

  • Ausência de um planejamento bem-elaborado ou planejamento feito “às pressas”: isso pode incluir estimativas de prazo, recursos e orçamentos pobres ou incompletas, planejamento “empírico”;

  • Ausência ou má qualificação do gerente do projeto;

  • Ausência de uma estrutura de controle gerencial;

  • Ausência ou deficiência na comunicação das partes interessadas (stakeholders);

  • Treinamento inexistente ou deficiente;

  • Diferença entre os objetivos da equipe e do cliente.

PMBOK™ 4th Edition

  • O Project Management Body of Knowledge, também conhecido como PMBOK® é um conjunto de práticas em gerência de projetos levantado pelo Project Management Institute (PMI) e constituem a base da metodologia de gerência de projetos do PMI.

    • Estas práticas são compiladas na forma de um guia, chamado de Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, ou Guia PMBOK®.

PMBOK™ 4th Edition

  • Versões:

    • 1996 – 1ª edição
    • 2000 – 2ª edição
    • 2004 – 3ª edição
    • 2008 – 4ª edição

Alterações

  • A quarta edição, para manter o requisito de consistência, completou a mudança do formato de todos os processos de substantivo para verbo.

  • O número de processos foi reduzido de 44 para 42.

    • 4.2 Desenvolver a declaração do escopo preliminar do projeto - Eliminado
    • 4.7 Encerrar o projeto – Alterado para 4.6 Encerrar o projeto ou fase
    • 5.1 Planejamento do escopo - Eliminado
    • 5.1 Coletar os requisitos - Adicionado
    • 9.4 Gerenciar a equipe do projeto – Alterado de um processo de controle para um processo de execução
    • 10.1 Identificar as partes interessadas - Adicionado
    • 10.4 Gerenciar as partes interessadas – Alterado para Gerenciar as expectativas das partes interessadas; alterado de um processo de controle para um processo de execução
    • 12.1 Planejar compras e aquisições e 12.2 Planejar contratações – Alterado para 12.1 Planejar as aquisições
    • 12.3 Solicitar respostas de fornecedores e 12.4 Selecionar fornecedores – Alterado para 12.2 Realizar aquisições

Aplicabilidade

  • O Guia PMBOK® é o guia que identifica um subconjunto do conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos que seria amplamente reconhecido como boa prática na maioria dos projetos na maior parte do tempo, sendo em razão disso utilizado como base pelo Project Management Institute (PMI). Uma boa prática não significa que o conhecimento e as práticas devem ser aplicadas uniformemente a todos os projetos sem considerar se são ou não apropriados.

Aplicabilidade

  • O Guia PMBOK também fornece e promove um vocabulário comum para se discutir, escrever e aplicar o gerenciamento de projetos possibilitando o intercâmbio eficiente de informações entre os profissionais de gerência de projetos.

Aplicabilidade

  • O guia é baseado em processos, ou seja, uma subdivisão em processos foi adotada para descrever de forma organizada o trabalho a ser realizado durante o projeto.

    • Essa abordagem se assemelha à empregada por outras normas como a ISO 9000 e a do Software Engineering Institute's, CMMI.
  • Os processos descritos se relacionam e interagem durante a condução do trabalho, a descrição de cada um deles é feita em termos de:

    • Entradas (documentos, planos, desenhos etc.);
    • Ferramentas e técnicas (que se aplicam as entradas);
    • Saídas (documentos, produtos etc.).

Constituição

  • O conhecimento de gerenciamento de projetos, descrito no Guia PMBOK consiste em:

    • Definição do ciclo de vida e da organização de um projeto
    • Descrição dos cinco grupos de processos de gerenciamento de projetos
    • Descrição das nove áreas de conhecimento

Ciclo de Vida de um Projeto

  • Fase de Iniciação: caracteriza-se pelo levantamento de necessidades, a identificação de um problema ou oportunidade, que definirá a missão do projeto (mais relacionada com o “sentimento” do que se quer fazer).

    • Uma vez criada a missão do projeto, definem-se os objetivos (i.e, o quê fazer), não raro especificados em valores numéricos.
    • Com os objetivos em mente estabelece-se a estratégia a ser adotada (i.e, como fazer).
  • Fase de Planejamento: caracterizada pela materialização da estratégia através de cronogramas, estabelecimento de interdependências entre tarefas, alocação de recursos, apuração dos custos, níveis de qualidade, matriz de riscos, etc.

Ciclo de Vida de um Projeto

  • Fase de Execução: caracteriza-se pela materialização do planejamento. A concretização de cada pacote de tarefas através de seus recursos (humanos ou não).

  • Fase de Monitoramento e Controle: ocorre paralela à execução e caracteriza-se pela constante análise do Status atual X Status Previsto.

  • Fase de Encerramento: caracteriza-se pela verificação do que foi feito (auditorias interna e externa), pela desmobilização de equipes, encerramento de contratos, e análise das falhas do projeto.

Diagrama dos 44 Processos

Comentários