Treinamento sobre processos seguros de escavação de valas

Treinamento sobre processos seguros de escavação de valas

(Parte 1 de 2)

Dispor o trabalhador, em atividades de escavações, de medidas técnicas de

segurança do trabalho e ações pró-ativas que eliminem ou minimizem os riscos existentes.

ObjetivoObjetivo Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

De ruptura ou desprendimento de solo e rochas, devido a: •Operação de máquinas;

•Sobrecargas nas bordas dos taludes;

•Execução de talude inadequado;

•Aumento da umidade do solo;

•Vibrações na obra e adjacências;

Riscos comunsRiscos comuns Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

•Realização de escavações abaixo do lençol freático;

•Realização de trabalhos de escavações sob condições meteorológicas adversas;

•Interferência de cabos elétricos, telefone e de redes de água, esgoto e produtos;

•Falta de espaço suficiente para a operação e movimentação de máquinas.

Riscos comuns (continuação)Riscos comuns (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

Antes de se realizar uma escavação, éimportante que o terreno receba um estudo detalhado, havendo necessidade de se conhecer previamente sua natureza geológica e resistência.

Este procedimento de segurança éa base para que qualquer movimento de terra, seja manual ou mecânico, não perturbe o equilíbrio do conjunto, sendo o desabamento o maior risco existente.

Considerações prévias àescavaçãoConsiderações prévias àescavação Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

Antes de dissertar sobre as medidas preventivas, deve-se ser consciente que:

A proteção coletiva deve prever a adoção de medidas que evitem a ocorrência de desmoronamento, projeção de materiais e acidentes com: máquinas, equipamentos e deslocamento.

Medidas preventivasMedidas preventivas Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

•As áreas de trabalho devem ser previamente limpas; •As áreas de circulação devem estar desobstruídas;

•Informar-se da existência de galerias, canalizações ou cabos elétricos no terreno;

•Retirar ou escorar árvores, pedras grandes ou qualquer material com risco de cair ou tombar durante a execução dos serviços.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

Em caso de risco de queda de árvores, muros, estruturas, linhas de transmissão, deslizamento de rochas e objetos de

qualquer natureza, é necessário o escoramento, a amarração ou a retirada dos mesmos.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

Na existência de cabos elétricos subterrâneos nas proximidades do serviço de escavação, sóiniciar as atividades quando estes estiverem desligados. Quando observada dificuldade no desligamento do cabo de energia elétrica, énecessário que medidas técnicas especiais sejam tomadas, com orientação do cliente e supervisão de profissional habilitado.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

Nas escavações com profundidade superior a 1,25m deve ser previsto, por motivo de segurança, a colocação de escada ou rampa junto aos postos de trabalho, permitindo, assim a possibilidade de uma saída rápida para os trabalhadores.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

Devem ser construídas passarelas de largura mínima de

0,80m, protegidas por guarda-corpos com altura mínima de

1,20m, quando houver necessidade de circulação de pessoas sobre as escavações e/ou para acesso a elas.

A transposição de pisos com diferença de nível superior a 0,40m deve ser feita por meio de escadas, passarelas ou rampas.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

•As escadas de uso coletivo, rampas e passarelas para a circulação de pessoas e materiais devem ser de construção sólida e dotadas de corrimão e rodapé.

•A escada de mão deve ter seu uso restrito para acessos provisórios e serviços de pequeno porte.

•As escadas de mão devem ultrapassar 1,00m o piso superior.

•As rampas provisórias devem ser fixadas no piso inferior e superior, não ultrapassando 30ºde inclinação em relação ao piso.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

•A madeira a ser usada para construção de escadas, rampas e passarelas deve ser de boa qualidade, sem apresentar nós e rachaduras que comprometam sua resistência, estar bem seca, sendo proibido o uso de pintura que encubra imperfeições.

•Nas rampas provisórias, com inclinação superior a 18º, devem ser fixadas peças transversais, espaçadas em 0,40m, no máximo, para apoio dos pés.

•Não devem existir ressaltos entre o piso da passarela e o pisodo terreno.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

•Deve ser prevista estrutura estável e adequada nos taludes (talude –inclinação ou declive nas paredes de uma escavação) de escavações com profundidade superior a 1,25m. Para os taludes que superam a altura de 1,75m, deve ser garantida a total estabilidade.

•A estabilidade dos taludes deve ser garantida por meios técnicas de estabilização, tais como: retaludamento, escoramento, atiramento, grampeamento e impermeabilização.

Medidas preventivas (continuação)Medidas preventivas (continuação) Segurança em EscavaçãoSegurança em Escavação

Ex: Escavação com paredes em taludes

•As cargas e sobrecargas ocasionais, bem como possíveis vibrações, devem ser consideradas para a determinação das paredes do talude, a construção do escoramento e o cálculo dos seus elementos estruturais.

(Parte 1 de 2)

Comentários