Inflamaã?ã?o crã?nica

Inflamaã?ã?o crã?nica

(Parte 1 de 2)

Definição: É a soma de reações do organismo como persistência do agente agressor que não é eliminado pelos mecanismos da inflamação aguda.

Características: aumento na proporção de linfócitos e macrófagos, proliferação de vasos e de fibroblastos, com deposição de colágeno. Possui tempo mais longo e não apresenta os sinais cardinais da inflamação.

Nova vascularização em Febre Reumática na Válvula Mitral-notar área proliferativa de colágeno

Novos vasos

Colágeno

Motivos em que persistem na área inflamada:

Inertes

Fio de sutura EspinhoMaterial vegetal inalado

Insolúveis Sílica

Dificuldade anatômica para sua eliminação(abscessos crônicos na profundidade de tecidos ou no interior das cavidades)

Abscesso cerebral Esquistossomose cerebral

Abscesso ovariano

Biológicos Complexos Intracelulares

Toxoplasma

Leishmania sp TRYPANOSOMA CRUZI

Plasmodium sp.

Biológicos Complexos Estrutura

Mycobacterium leprae

Mycobacterium tuberculosis

Treponema palidum Schistosoma mansoni

Lâmina: 20 Órgão: Coração Diagnóstico: Cardiopatia chagásica crônica

Tecido miocárdico apresentando infiltrado inflamatório mononuclear intrafascicular acompanhado de proliferação vascular e conjuntiva. Alguns linfócitos encontram-se aderidos às fibrocélulas cardíacas fazendo supor que participem eles de um processo de autoagressão (Obj. 40x).

Conclusão: Cardiopatia chagásica crônica..

A inflamação crônica pode suceder a inflamação aguda,

A inflamação crônica, com freqüência começa de maneira insidiosa, como uma resposta de baixo grau, latente e muitas vezes assintomática.

Exemplos: artrite reumatóide, tuberculose, doenças pulmonares crônicas.

INFECÇÕES PERSISTENTES: Mycobacterium tuberculosis

Treponema palidum (sífilis)

Fungos: Histoplasma capsulatum

todos possuem baixa toxicidade e suscitam uma reação de hipersensibilidade tardia

Necrose caseosa tuberculose

HISTOPLASMOSE Histoplasma capsulatum

Lymph node, mediastinal, histoplasmosis -Gross, cut surface

SÍLICASILICOSE

USO DE LUZ POLARIZADA PARA PESQUISA DE SÍLICA Luz comumLuz Polarizada

Corpos de asbesto podem também ser encontrados em espaços aéreos terminais (bronquíolos e alvéolos). Alguns macrófagos são multinucleados, correspondendo a células gigantes de corpo estranho.

This is the gross appearance of severe coronary atherosclerosis, which involves virtually 100% of the surface of the coronary. There is extensive calcification, especially at the right where the lumen is narrowed.

Microscopically, the aortic atheromatous plaque is thicker than the remaining media at the right. The plaque contains amorphous pink material with slit-like "cholesterol clefts" of lipid material.

Artrite Reumatóide,

Lúpus Eritematoso.

AUTOIMUNIDADE Artrite reumatóide

AUTOIMUNIDADE Lupus Eritematoso Sistêmico /SLE

Infiltração de células mononucleares:

macrófagos, linfócitos e plasmócitos, reflexo de uma reação persistente à lesão.

Destruição tecidual continuada da inflamação.

Tentativa de cicatrização por substituição do tecido danificado por tecido conjuntivo: fibrose e angiogênese.

Tecido ósseo com processo inflamatório crônico: proliferação de vasos e de tecido conjuntivo além de células predominantemente mononucleares, com numerosos plasmócitos

Resultado principalmente da persistência dos macrófagos no tecido inflamado recrutados pela expressão continuada de moléculas de adesão no endotélio, pela quimiotaxia (liberação de citocinas), pela grande proliferação local e medular.

Macrófago ativado: * aumento do volume celular

* aumento do metabolismo

* aumento da fagocitose

(Parte 1 de 2)

Comentários