Estabilidade de Injetáveis

Estabilidade de Injetáveis

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ

SECRETARIA EXECUTIVA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

HOSPITAL REGIONAL DE CAMETÁ

SERVIÇO DE FARMÁCIA

ESTABILIDADE DE INJETÁVEIS

Amicacina.

Diluir para 10-20 ml com AD e aplicar lentamente, 2-4 min. .  SF 0,9% ou SG 5%, diluir 1 frasco/ampola para se obter uma concentração de 0,25 a 5 mg/ml. Administrar em 30 a 60 minutos.

Acido tranexamico (Transamin)

Diluir para 10 ml com AD e aplicar lentamente, 2-4 min. Pode ser diluído em SF, SG e SRS. Estável 12 hrs a temperatura ambiente e protegido da luz. Pode ser aplicada diretamente na veia sem diluiçao (Hemoblock).

Ampicilina.

Após reconstituição com AD, estável 01 hr em temperatura ambiente e até 06 hrs sob refrigeração (8˚C). Estabilidade de 8 hrs quando diluído em 100ml de SF em temperatura ambiente e até 72 hrs em geladeira. Quando diluído em SG 5%, a sua estabilidade é de apenas 2 hrs.

Butilbrometo de escopolamina + dipirona sodica

Diluiçao recomendada para 20 ml com AD. Consumir imediatamente após a abertura da ampola.

Cefalotina (Keflin).

Reconstituir com 10 ml de AD. Estavela até 24 hrs em temperatura ambiente ou até 10 dias em geladeira.

Ceftriaxona (Rocefin).

Reconstituir com 10 ml de AD. Em temperatura ambiente é estável por 6 hs ou por 24 hs se guardado na geladeira. Diluição com SF 0,9% ou SG 5% em 50-100 ml com tempo de infusão de 30 minutos. Estável 2 dias a temp ambiente.

Cetoprofeno IV.

Diluir em 100-150 ml de SF 0,9 % ou 100-150 ml de SG 5 %. A solução não apresenta estabilidade considerável a temperatura ambiente. O tempo de aplicação é de 20 a 30 min.

Cimetidina

Diluir para 10-20 ml com AD ou SF 0,9%. Administrar em 5 min. Estável 24 h a temp ambiente, não refrigerar.

Ciprofloxacino.

Apresentação de uso único, a solução que sobra deve ser descartada. Deixar em temperatura ambiente. Não refrigerar. Produto fotossensível.

Cloranfenicol (Quemicetina).

Após reconstituição com AD (10 ml) é estável por 1 mês em temperatura ambiente e por 6 meses se refrigerado. Com SF 0,9% ou SG 5%, reconstituir em 5 ml de AD e diluir em 50 a 100 ml e administrar em 30 a 60 minutos.

Clorpromazina

Utilizar como diluente SF 0,9%. Não é recomendado diluir em AD, pode haver turvação ou precipitação da solução. Não misturar na mesma seringa com fenobarbital, pode haver precipitação/turvação.

Dipirona

Diluir com agua destilada, SF 0,9%, SG 5% ou Ringer lactato. Diluir 1 ampola para 10-20 ml. Aplicar lentamente, 2-4 minutos.

Dexametasona

Diluir uma ampola em 50 a 100 ml de SF 0,9% ou SG 5%. Administrar em 30 a 60 minutos. Com AD, diluir para 10-20 ml ou a substancia pode ser retirada diretamente da ampola para aplicação, sem necessidade de mistura ou diluiçao. Estável 24 horas em temperatura ambiente e protegido da luz e do calor. Não refrigerar.

Dopamina

Diluir em 200-250mL de SF 0,9% ou SG 5%. Infusão Contínua. Estável 24 horas em temperatura ambiente, protegido da luz. Não refrigerar.

Incompatibilidade:Ampicilina, Benzilpenicilina Potássica, Cefalotina, Furosemida, Gentamicina, Insulina, Tiopental, Amicacina, Heparina, Metronidazol. Soluções alcalinas (bicarbonato de sódio). Não misturar na mesma seringa, soro ou cateter.

Fenobarbital

Utilizar como diluente AD ou SF 0,9%. Não misturar na mesma seringa com clorpromazina, pode haver precipitação/turvação.

Fitomenadiona (solução) 1 mg/1 mL – Via Intravenosa Direta

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%; Glicose 5%. Volume: 10 ml. Velocidade de injeção: 1 mg/min.

Furosemida ( Lasix )

Diluir para 10 ml com AD. estavel 24hs sob refrigeraçao, proteger da luz. Se a solução mudar de incolor para amarela, não deve ser usada.

Incompatibilidade:Ciprofloxacina, Diazepam, Dobutamina, Dopamina, Epinefrina, Gentamicina, Metoclopramida, Morfina, Norepinefrina, Vitamina C. Soluções ácidas (SG acima de 5%). Não misturar na mesma seringa, soro ou cateter.

Gentamicina. (Garamicina)

Diluir em 50 a 200 ml de SF 0,9 % ou SG 5 % e infundir em 30 a 120 min. A diluiçao é estável por 24 hrs a temperatura ambiente. A diluiçao com AD não é recomendada, mas se usada utilizar 18 ml. Estável 24 hrs a temperatura ambiente.

Heparina E.V. em infusão contínua.

Diluir em SF 0,9% pode-se utilizar um frasco de heparina de 5mL – 25.000UI para 245mL de SF, obtendo uma solução final com 100UI/mL. Uma vez diluída, a heparina não deve ser guardada em frasco de vidro.

Homogeneizar a solução logo após a adição da Heparina (inverter o frasco pelo menos 6 vezes) e periodicamente durante a infusão contínua (a cada 4 horas), a fim de prevenir a aglomeração de heparina na solução. Seguindo estas orientações a solução pode ser utilizada por 24 horas. Monitorar o aparecimento de sangramentos e controlar tempo de coagulação.

Soluções compatíveis: SG 5 %, Ringer Simples.

Hidrocortisona.

Após reconstituição com 10 ml de AD, guardar na geladeira por no máximo 3 dias. Diluir em SF 0,9% ou SG 5% para se obter uma concentração de 0,1 a 1 mg/mL. Administrar de 30 a 60 minutos. Estavel 24 horas em temperatura ambiente ou sob refrigeração.

Insulina Humana Regular EV.

Quando a Insulina Humana Regular é administrada por via EV contínua, ocorre a adsorção/deposiçao da Insulina nas superfícies do frasco, do equipo e do filtro, se estiver presente. A adsorção é imediatamente após o contato da solução com estas superfícies. Devido a variabilidade da extensão desta adsorção (alguns estudos apresentam que cerca de 35% da insulina fica aderida às superfícies em 24 horas), não é possível prever com precisão a concentração de insulina que será infundida. Consequentemente, o paciente deve receber monitoramento intensivo da glicemia .

A solução de Insulina Humana Regular em solução fisiológica é quimicamente estável até 24 horas em temperatura ambiente e exposta a luz fluorescente.

Com o objetivo de facilitar o controle glicêmico pode-se saturar os locais de ligação nas superfícies do frasco e equipo, enchendo-os com a solução de insulina e esperar uns 20 minutos, antes de iniciar a infusão.

Deve-se ficar atento a formação de gel ou precipitados no frasco e na linha de infusão, se isto ocorrer deve-se trocar o sistema imediatamente e encaminhar para a farmácia.

Metoclopramida (Plasil)

Diluentes: água destilada, SF 0,9% e SG 5%. Diluir 1 ampola 2ml + 8ml = 10 ml de solução. Estável 24 hrs sob refrigeração e protegido da luz.

Incompatibilidade:Gluconato de Cálcio, Bicarbonato de Sódio, Furosemida, Penicilina G Potássica, Cefalotina, Ampicilina e Dexametasona.

Metronidazol (Flagyl).

Apresentação de uso único, a solução que sobra deve ser descartada. Deixar em temperatura ambiente..Não refrigerar, pois pode resultar em formação de cristais. Produto fotossensível.

Omeprazol.

Estabilidade de 4 hrs após reconstituição. O produto deve ser reconstituído com o diluente próprio (o que o acompanha). O diluente do Omeprazol não deve ser utilizado em outros medicamentos. Deve ser administrado por injeção IV lenta.

Oxacilina.

Após reconstituição com 10 ml de AD (até 1 g), estavel ate 72 hrs em temperatura ambiente ou 1 semana sob refrigeração. Depois de diluído com SF 0,9% ou SG 5% (100 ml), estável por 24 hrs na geladeira.

Penicilina G cristalina (5.000.000 UI).

Estável por 24 hrs em temperatura ambiente ou 1 semana sob refrigeração, após reconstituição com AD. Reconstituição recomendada: 2 ml do medicamento (pó) + 8 ml de AD = 500.000 UI/ml. Diluiçao recomendada para 100 ml de SF 0,9 % ou SG 5 %. Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%: temperatura ambiente (15-30°C): 24 horas. Refrigeração (2-8°C): 7 dias.

Petidina (Dolosal/Dolantina)

Agua destilada, SF 0,9% ou SG 5%. Diluir 2 ml + 8 ml = 10ml de solução final. Infusão lenta. Estável até 24 horas protegido das luz.

Incompatibilidade:Clorpromazina, Fenobarbital, Prometazina.

Ranitidina.

Diluentes: Água destilada, SF 0,9% ou SG 5%. Diluir 1 ampola para 10-20 ml e administrar lentamente 2-4 min. Estável 48 horas a temperatura ambiente, protegido da luz.

Incompatibilidade:

Fenobarbital, Fenitoína, Cefazolina, Diazepan, Cefalotina, Ceftazidina, Clindamicina e Midazolam.

Obs: Os prazos de estabilidade se referem às propriedades físico-químicas dos medicamentos, quando não houver recomendação específica do fabricante e desde que preservadas a segurança, qualidade e eficácia do medicamento, portanto, estes prazos foram estabelecidos considerando que não ocorra contaminações microbiológicas, caso haja suspeita de contaminação, o produto deve ser descartado. Qualquer produto que apresente uma alteração (mudança de cor, precipitação, turvação) não deve ser utilizado e deve ser encaminhado ao farmacêutico para possível investigação.

RECONSTITUIÇAO: com água destilada.

DILUIÇAO: com sol fisiológica 0,9% ; sol glicosada 5% ; AD

TEMPERATURA AMBIENTE: 20 a 30˚ C

EM GELADEIRA OU REFRIGERAÇÃO: 8˚ C

Cameta, 18/07/2010

4

Comentários