Saúde ambiental e do trabalhador

Saúde ambiental e do trabalhador

SAÚDE AMBIENTAL E DO TRABALHADOR

  • Profª Ms. RENATA DE SOUZA ZANATELLI

INTRODUÇÃO

  • 1 – CONCEITOS:

  • Enfermagem:

  • “ É a ciência e a arte de cuidar, necessária a todos os povos e todas as nações imprescindível em época de paz ou em época de guerra e indispensável à preservação da saúde e da vida dos seres humanos em todos os níveis, classes ou condições sociais.”

  • Geovanini

INTRODUÇÃO

  • Equipe de enfermagem:

  • . Enfermeiro

  • . Técnico de enfermagem

  • . Auxiliar de enfermagem

  • Equipe multidisciplinar e interdisciplinar

INTRODUÇÃO

  • Saúde Ambiental:

  • Saúde do trabalhador:

  • “É a ciência que tem como objetivo a promoção e a manutenção do mais alto grau de bem estar físico, mental e social dos trabalhadores em todas as ocupações; a prevenção entre os trabalhadores de desvios de saúde causados pelas condições de trabalho; a proteção dos trabalhadores em seus empregos, dos riscos resultantes de fatores adversos à saúde, a colocação e a manutenção do trabalhador adaptados as aptidões fisiológicas e psicológicas. Em suma: a adaptação do trabalho ao homem e de cada homem a sua atividade.”

SAÚDE AMBIENTAL

  • 1 – Concepções de saúde – doença:

  • A – Diferença entre concepção e conceito:

  • Concepção:

  • . Conjunto de crenças sobre o fenômeno que vai se formando em uma determinada sociedade, ao longo dos anos. É fruto da experiência individual e coletiva, presente e passada. Ou seja, significa experiência vivida.

  • . Ato ou efeito de formar idéias

SAÚDE AMBIENTAL

  • Conceito:

  • . É a noção, a idéia, a opinião, a representação, o símbolo, que se faz da coisa, do objeto, do fato ou do processo.

  • . Formulação de uma idéia por palavras; definição. Pensamento. Idéia.

SAÚDE AMBIENTAL

  • B – Concepções diversas sobre saúde e doença:

  • 1 – Lógico-formal: saúde e ausência de doença, como situação ideal. Doença seria o oposto.

  • 2 – Física ou fisiológica: saúde é o equilíbrio dinâmico entre as forças internas (endógenas) e externas (exógenas). Doença é quando se rompe este equilíbrio.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 3 – Finalística: saúde é um estado de completo bem estar físico, mental e social, e não apenas ausência de doença.

  • 4 – Antropológica: saúde é uma necessidade básica humana. Doença (dor, sintoma, lesão)

  • 5 – Vulgar ou não científica: saúde na maneira de sentir do povo é “estar de pé”, “poder andar”, “poder trabalhar”, confunde-se com robustez. Doença é “estar de cama”.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 6 – Orgânica: saúde é um estado de quem tem funções normais. Doença seria qualquer alteração do organismo ou parte do mesmo.

  • 7 – Biológica: saúde representa uma condição “normal”, resultante do equilíbrio dos agentes causais da natureza ou do controle de agentes determinantes, os quais são causadores da doença. Doença é um processo ou estado resultante de fatores biológicos.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 8 – Unicausal: saúde é um fator específico. Doença seria uma “ entidade” resultante de uma causa específica e única.

  • 9 – Ecológica ou multicausal: saúde é a relação multifatorial de equilíbrio e adequação natural. Doença é a perda do equilíbrio ecológico entre o homem e o meio ambiente.

  • 10 – Pragmática: saúde é o meio para o bem estar do indivíduo e sociedade. Doença é o desencontro ou a ruptura de se chegar a algo.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 11 – Econômica: saúde é um meio de faturamento, de produtividade. Doença é vista como uma ameaça de crise econômica.

  • 12 – Mercadológica: saúde é um objeto de troca, cuja vendo no mercado conduz uma ideologia de saúde. Doença é o verdadeiro substrato para a venda de serviços.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 13 – Comportamental ou psicológica: saúde é consequência da harmonia com a natureza e com as pessoas com quem se vive. Doença se desenvolve a partir do momento em que houver somatização de energias não elaboradas.

  • 14 – Dialética: saúde e doença são considerados como processos, com sua particularidade, individualidade e sua universalidade que podem coexistir.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 15 – Social: saúde e doença refletem o estilo de vida das pessoas.

  • Segundo Lalonde (1974), saúde resulta da interação de 4 fatores:

  • Estilo de vida:

  • Biologia humana

  • Ambiente físico ou meio ambiente

  • Organização dos serviços de saúde

SAÚDE AMBIENTAL

  • 16- Política: saúde na lei 8.080, tem como fatores determinantes e condicionantes, entre outros, a alimentação, moradia, saneamento básico, meio ambiente, trabalho, renda, educação, transporte, lazer e acesso aos bens e serviços essenciais.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 2 – Concepções do processo saúde-doença:

  • Conceito – modo pelo qual as pessoas se vêem, como indivíduos e como parte do ambiente, afeta a maneira pela qual se define saúde e como é causada.

SAÚDE AMBIENTAL

  • A – Antigas concepções do processo saúde-doença:

  • Teoria do sobrenatural

  • Teoria atmosférica

  • Teoria comportamental

  • Teoria do contágio

SAÚDE AMBIENTAL

  • B – Concepções científicas do Processo saúde-doença:

  • Modelo monocausal:

  • . Prática médica curativa

  • . Doença – único fator (agente biológico)

  • . Penetração no organismo

  • . Pauster/Koch

SAÚDE AMBIENTAL

  • Modelo Multicausal:

  • . Incorpora fatores sócio-econômicos

  • . Mais de um agente causa doença

  • . Prática médica se baseia na explicação do imediato

SAÚDE AMBIENTAL

  • Modelo da História Natural da Doença ( Leavell e Clark):

  • . Expressa os 3 elementos do processo saúde-doença em sua relação homem-hospedeiro, o agente patogênico e o meio.

  • . Equilíbrio e desequilíbrio

  • . Fase pré-patogênica e patogênica ou clínica

  • . Propõe 3 níveis de ação

SAÚDE AMBIENTAL

  • Modelo da determinação social da doença:

  • . Estrutura social

  • . Maneira de adoecer e morrer de uma classe ou grupo social – perfil patológico

  • Ex: qual a relação entre morbidade e mortalidade infantil e o período da colheita do café?

SAÚDE AMBIENTAL

  • 3 – Saúde Ambiental:

  • A educação ambiental, tem o papel de determinar e avaliar os problemas ambientais de modo integrado, interdisciplinar e global. Devem ser implementadas a partir do microambiente para o macroambiente.

  • Os danos causados ao meio ambiente afetam toda a sociedade.

SAÚDE AMBIENTAL

  • Função da educação ambiental:

  • . Incorporar novos e alterar velhos hábitos, fazer da população, cidadãos ambientalmente educados.

SAÚDE AMBIENTAL

  • 3.1 – Conceitos:

  • A – meio ambiente – conjunto de interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas. É o resultado das relações entre a sociedade e a natureza

SAÚDE AMBIENTAL

  • B – Saneamento ambiental – conjunto de ações sócio-econômicas que têm por objetivo alcançar níveis de salubridade ambiental, por meio de abastecimento de água potável, coleta e disposição sanitária de resíduos sólidos, líquidos e gasosos, controle de doenças transmissíveis, dentre outros, com a finalidade de proteger e melhorar as condições de vida urbana e rural.

SAÚDE AMBIENTAL

  • C – Salubridade ambiental – é o estado de higidez em que vive a população urbana e rural, com capacidade de inibir, prevenir ou impedir a ocorrência de endemias e epidemias veiculadas ao meio ambiente.

SAÚDE AMBIENTAL

  • A saúde ambiental está dividida em:

  • Saúde coletiva – é o resultado da relação entre saúde individual e o saneamento básico ambiental.

  • Desenvolvimento ambiental sustentável – é o desenvolvimento que atende as nossas necessidades, sem impedir que as gerações que virão satisfaçam suas necessidades

SAÚDE AMBIENTAL

  • Destacam-se:

  • Urbanização sustentável

  • Qualidade de vida

  • Saúde dos ecossistemas

  • Cidadania ambiental

SAÚDE AMBIENTAL

  • Formas de encorajamento:

  • . Reciclagem

  • . Prevenção de problemas de saúde

  • . Controle de poluição

  • . Regulação do controle de crescimento da população

  • . Reutilizar sobras

SAÚDE AMBIENTAL

  • Biosfera:

  • É o espaço de vida que envolve o planeta, onde existe a combinação e circulação de 4 elementos fundamentais para a vida: água, solo, ar e energia. Esta organizada em ecossistemas com flora e fauna típicos.

SAÚDE AMBIENTAL

  • Fatores ambientais de risco:

  • . Poluentes químicos, campos eletromagnéticos, desastres naturais e acidentes com produtos perigosos.

SAÚDE AMBIENTAL

  • Principais doenças ligadas a precariedade do ambiente doméstico/ problema ambiental:

  • Tuberculose – superlotação

  • Diarréia – falta de saneamento, higiene

  • Doenças tropicais – falta de saneamento, má disposição do lixo, foco de vetores

  • Verminoses – falta de saneamento, higiene

  • Infecção, doenças e câncer do aparelho respiratório – poluição do ar

Comentários