Farmacologia

Farmacologia

(Parte 1 de 6)

Prof. Dr. Luiz Henrique Amarante

• Farmacêutico-Bioquímico • Especialista em Toxicologia

• Ph.D. em Farmacologia e Fisiologia

BRUNTON, Laurence L.; LAZO, John S.; PARKER, Keith L. As bases farmacológicas da terapêutica. 1. ed. São Paulo: McGraw-Hill Interamericana, 2007.

KATZUNG, Bertram G. Farmacologia Básica & Clínica. 10. ed. São Paulo: McGraw-Hill Interamericana, 2008.

Portal Amarante: w.amaranteconsultoria.com.br

FARMACOCINÉTICA Estuda a interação dos

compostos químicos com os sistemas vivos

Organela Celular Um órgão ou Tecido

Sistema Orgânico

Espécie Animal ou Vegetal

Jamais é estático

Integra-se ao meio externo, alterando ou sendo alterado por este meio

Exógenos:

Molécula bem definida (AAS) Mistura de substâncias (antigripais)

Extratos de plantas (chás)

Alimentos (nutracêuticos )

Endógenos: Hormônios

HCl gástrico

Neurotransmissores

Compostos Químicos

+ Sistemas Vivos

Efeitos Benéficos Efeitos Deletérios

Cura (farmacoterapia) Prevenção (Profilaxia)

Diagnóstico

Anovulatórios

Cosméticos

(Tóxicos)

Estudados pela Toxicologia

Forense Ocupacional

Social

De medicamentos

Farmacognosia Farmacotécnica

Farmacocinética

Farmacodinâmica

Estuda a droga em seu estado natural

Matéria Prima Fitoterapia

Estuda as técnicas de produção de medicamentos

Estuda o comportamento da droga no organismo

Absorção Distribuição

Biotransformação

Excreção

Estuda as alterações causadas no organismo pelas drogas

Farmacocinética: o que o organismo faz com a droga

Farmacodinâmica: o que a droga faz com o organismo

Qualquer substância ou conjunto de substâncias químicas, capaz de interagir com o sistema vivo provocando alterações somáticas e/ou funcionais, benéficas ou deletérias (maléficas)

Droga com estrutura química bem definida com ação BENÉFICA ao sistema vivo

Fármaco quando utilizado com fins Terapêuticos

Profiláticos

Diagnósticos

(Parte 1 de 6)

Comentários