Lipidios slides

Lipidios slides

B I O Q U Í M I C A

  • Ligação entre a Biologia e a Química, tornou-se a Disciplina que introduz os Químicos na Biologia e os Biólogos na Química;

  • Estuda os processos químicos que ocorrem nos organismos vivos, animais e vegetais, os compostos bioquímicos e sua importância industrial;

  • Fornece as explicações moleculares dos processos vitais;

  • Os compostos bioquímicos podem ser divididos em três classes principais:

1)PROTEÍNAS  Poliamidas, formadas pela condensação de -aminoácidos;

2)LIPÍDIOS  Ésteres (ceras) ou triésteres (óleos e gorduras);

3)CARBOIDRATOS  Monossacarídeos e polissacarídeos.

Álcoois graxos e Ácidos graxos

  • Álcoois graxos: 8 a 11 átomos de carbono são líquidos oleosos, acima de 11 de átomos de carbono são sólidos. Acima de 16 são chados de álcoois graxos superiores.

  • Ácidos graxos: obtidos a partir de óleos e gorduras animais e vegetais, são monocarboxílicos ( 1 grupo OH) terminal com um total de 4 a 22 átomos de carbono.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - IFPA

L I P Í D I O S

DEFINIÇÕES

  • Lipídios constituem um grupo de substâncias que, genericamente, chamamos de óleos ou gorduras, tanto de origem animal quanto de origem vegetal. (do grego “lipos” = gordura).

DEFINIÇÕES

CLASSIFICAÇÃO

CLASSIFICAÇÃO

1) Lipídios Simples ou Ternários

- Formados de C, H e O; São ésteres de ácidos graxos.

- Segundo o tipo de álcool, dividem-se em:

1.1) Glicerídeos (ésteres de glicerol):

óleos e gorduras.

1.2) Cerídios ou ceras (ésteres de monoálcoois acíclicos superiores)

1.1. Glicerídios, Triglicerídios ou Triacilgliceróis

Ácidos Graxos: Unidades Fundamentais dos lipídios

Ácidos Graxos

Propriedades dos Ácidos Graxos

  • Solubilidade: São insolúveis em água e solúveis no éter, clorofórmio e benzeno (solvente das gorduras). Até 3 carbonos são solúveis em água.

  • Ponto de Fusão e Ebulição: Quanto maior o nº de insaturações e menor o nº de carbonos, menor o PF e PE.

  • Saponificação: Os ácidos graxos na presença de cátions formam sais denominados sabões. Com metais alcalinos formam sabões solúveis e com metais alcalinos terrosos e pesados formam sabões insolúveis.

Propriedades dos Ácidos Graxos

  • Solidificação ou Hidrogenação: Os ácidos graxos insaturados podem ser solidificados em presença de hidrogênio e de catalisadores como: Ni (níquel), Pt (platina), Pd (paládio).

  • Halogenação: Os ácidos graxos insaturados podem perder as insaturações por reação com halogênios.

1.1.GLICERÍDIOS

Classificação: de acordo com o estado físico

a) ÓLEOS: - são líquidos à temperatura ambiente.

- Predominam ésteres de glicerol com ác. graxos insaturados.

- São líquidos viscosos incolores ou levemente amarelados, de origem animal ou vegetal.

- São divididos em óleos comestíveis e óleos secativos.

ÓLEOS

ÓLEOS COMESTÍVEIS DE ORIGEM ANIMAL:

  • Óleo de peixes: fígados de diversos peixes (bacalhau, tubarão). São ricos em vitamina A e D, e usados como medicamentos;

  • Óleo de capivara: de cor amarela, cheiro e sabor pronunciados e usado como tônico e reconstituinte;

ÓLEOS

ÓLEOS COMESTÍVEIS DE ORIGEM VEGETAL: algodão, amendoim, babaçu, coco, milho, oliva, soja, dendê, etc. São usados em culinária.

ÓLEOS

ÓLEOS SECATIVOS

- Possuem a propriedade de, em contato com o ar, se polimerizarem, produzindo resinas. São empregados em vernizes e tintas para alvenaria, pois assim, dão películas finas e resistentes.

- Óleos de linhaça, oiticica, rícino, tungue, cânhamo, etc. Apresentam alta percentagem de ácidos graxos insaturados, como por exemplo, o ác. linoléico.

b) GORDURAS:

São sólidas à temperatura ambiente. Predominam ésteres de glicerol com ácido graxo saturado. As gorduras são sólidos brancos ou levemente amarelados, de origem animal ou vegetal.

De origem animal:

  • Sebo: É a gordura branca e consistente que se encontra em volta das vísceras de alguns animais, especialmente do gado bovino e do carneiro adulto. Usado na fabricação de sabões, sabonetes, velas e glicerina;

GORDURAS

Banha: É obtida pela refinação da gordura dos suínos. É composta, em sua maioria de 62% de oleína e 38% de palmitina e estearina. A oleína é usada como lubrificante; a palmitina é usada para sabonetes e velas; e a estearina na fabricação de sabão, de unguentos e de alguns tipos de manteiga.

Manteiga: Consiste principalmente na gordura que existe no leite. Usada na alimentação: como cobertura para o pão; em frituras e como ingrediente de vários alimentos assados.

GORDURAS

De origem vegetal:

  • Gordura de coco: usada na fabricação de sabonetes e perfumaria em geral.

  • Gordura de cacau: usada na obtenção da manteiga de cacau

1.2. CERÍDIOS

São constituídos por uma mistura de ésteres de ácidos graxos superiores(C14 – C36) e monoálcoois superiores. Entram na constituição das ceras. As ceras classificam-se em vegetais (ex: cera de carnaúba) e ceras animais (ex: cera de abelhas).

APLICAÇÃO DOS CERÍDIOS

  • Fabricação de velas;

  • Fabricação de sabões;

  • Graxa para sapatos;

  • Ceras para assoalhos;

  • Fabricação de vernizes;

  • Medicamentos.

2. LIPÍDIOS COMPOSTOS OU CONJUGADOS

Além de C, H, O podem conter N, P e S.

São constituídos de ácidos graxos, algum tipo de álcool e outros grupos químicos.

Dividem-se em:

  • Fosfolipídios : Derivados do ácido fosfatídico.

  • Esfingolipídios ou esfingomielinas: Derivados do álcool aminado esfingosina.

  • Cerebrosídios ou glicolipídios: Apresentam um açúcar como parte integrante da molécula

2.1. FOSFOLIPÍDIOS

  • Derivados do Ácido fosfatídico.

Álcoois constituintes dos fosfolipídios.

A fosfatidil etanolamina e a fosfatidil serina são coletivamente chamadas de cefalinas.

OCORRÊNCIA DOS FOSFOLIPÍDIOS

As lecitinas ocorrem principalmente na gema do ovo, no azeite de soja e no cérebro.

2.2. ESFINGOLIPÍDIOS ou ESFINGOMIELINAS

- Derivados da esfingosina, onde o grupo amino é ligado a um AG e o grupo alcoólico terminal, à fosfocolina.

- Ocorrem no sistema nervoso.

2.3.CEREBROSÍDIOS OU GLICOLIPÍDIOS

-Compostos com nitrogênio e ácido graxo, que dão por hidrólise um açúcar (quase sempre uma hexose). Não apresentam fósforo.

Ocorrência dos Cerebrosídios

Ocorrem nas células vivas, principalmente do sistema nervoso.

3. ESTERÓIDES

- São classificados como lipídios, apesar de serem derivados da seguinte estrutura cíclica.

  • Funcionam como componentes de membranas celulares e como hormônios.

- Precursores dos ácidos biliares que estão envolvidos na digestão e na formação da vitamina D.

Lípídios com estrutura esteroidal

COLESTEROL Provém de duas fontes: dieta alimentar e síntese pelo organismo (fígado).

COLESTEROL E GORDURAS EM 100g DE ALGUNS ALIMENTOS

COMPOSIÇÃO DAS LIPOPROTEÍNAS DO PLASMA SANGUÍNEO

FUNÇÕES DOS LIPÍDIOS

-Apresentam duas funções principais:

Substância de reserva energética;

Formação dos tecidos.

DIGESTÃO E ABSORÇÃO DOS TRIGLICERÍDIOS

  • Enzimas responsáveis: LIPASES.

  • BOCA: lipase lingual→TG pouco tempo→ sem digestão.

  • ESTÔMAGO: TG + lipase lingual + lipase gástrica (pH=5) → sem digestão.

  • INTESTINO DELGADO: lipase pancreática e sais biliares → hidrólise dos TG nas posições 1 e 3, libera AG e não ataca os MG.

  • DUODENO: TG + AG + MG + DG + sais biliares + fosfolipídios + lipase-colipase → emulsão → hidrólise → micelas mistas → absorção pela mucosa intestinal.

ESTRUTURA DO COMPLEXO TG -SAIS BILIARES – COLIPASE -LIPASE

HIDRÓLISE DE UM TRIGLICERÍDIO POR UMA LIPASE

Comentários