Sispre-natal Manual

Sispre-natal Manual

(Parte 2 de 3)

Material Impresso

• As fichas: Ficha de Cadastramento da Gestante (mod. S 500) e Ficha de Cadastro de Consultas, Vacinas e Exames (mod. 524) são distribuídas pela Equipe de Material (EMAT) aos serviços de saúde, mediante solicitação no pedido mensal de impressos.

• Após o preenchimento as fichas enviadas semanalmente para CGVS/Equipe de Vigilância de Eventos Vitais (Av. Padre Cacique, 372 - 5º andar frente).

• A equipe do SISPRENATAL é responsável pela qualificação e digitação dos dados.

Sempre que necessário, fará contato com os serviços por telefone, buscando recuperar os campos não preenchidos ou as informações inconcistentes ou ainda devolverá a ficha, com bilhete anexo, solicitando a qualificação dos dados que faltem.

• É importante que o responsável pelo pré-natal no serviço de saúde revise as fichas, quanto ao seu correto preenchimento, antes de enviá-las ao CGVS, evitando reenvio das mesmas.

• Observar sempre o endereço no envelope. Em caso de envelopes reaproveitados observar se o endereço está legível e claramente identificado.

• Em caso de dúvida entrar em contato com a equipe do SISPRENATAL pelo fone 3289 2465.

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Saúde/SMS

Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde/CGVS Equipe de Vigilância de Eventos Vitais, Agravos e Doenças Não Transmissíveis

Instruções de Preenchimento

ATENÇÃO: Preencher com letra legível a caneta todos os campos de cada ficha. Lembramos que essas informações serão digitadas no banco de dados do SISPRENATAL.

FICHA DE CADASTRAMENTO DA GESTANTE (mod.S 500)

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Saúde/SMS

Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde/CGVS Equipe de Vigilância de Eventos Vitais, Agravos e Doenças Não Transmissíveis

A ficha de cadastramento da Gestante será utilizada na primeira consulta de pré-natal e utilizada para o cadastramento da gestante. Campos de Preenchimento Obrigatório

Bloco I – Identificação da Unidade de Saúde

Campo 1- Identificar a Unidade de Saúde, sem a identificação do serviço não é possível cadastra-lá.

Bloco I – Identificação da Gestante

Campo 7- Número do SISPRENTAL - que foi destinado a gestante . Esse número também deverá ser registrado na carteira da gestante. Campo 9- Nome da gestante - registrar o nome completo Campo 10 - Data de nascimento: registrar dia, mês e ano, esse dado ajuda a excluir os homônimos (pessoas que tenham o mesmo nome). Campo 1- Nome da mãe da gestante completo: ajuda a excluir os homônimos (pessoas que tenham o mesmo nome). Campo 12 - Endereço Residencial: registrar Rua, número, complemento, telefone, bairro, município e CEP. Fundamental para localizar a gestante.

Bloco I – Documentos

Preencher a ficha de cadastro mesmo que a gestante não apresente documento de identidade. Contudo sempre que possível solicitar e registrar o documento no preenchimento da ficha de cadastro. Bloco IV – Campos de Preenchimento Obrigatório Campo 18 – Data da Primeira Consulta de pré-natal: registrar dia, mês e ano. Esse campo permite o cálculo, do ingresso da gestante no programa, no período preconizado. Campo 19 – Data da Última Menstruação (DUM): registrar dia, mês e ano. Esse campo permite o cálculo pelo programa do ingresso no período preconizado. Campo 20 – Identificação do responsável pela Consulta de Pré-natal/Atividade Profissional. Preencher o nome e categoria profissional do pré-natalista.

Observação: Os campos 19 e 20 geram a informação para o incentivo financeiro do programa.

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Saúde/SMS

Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde/CGVS Equipe de Vigilância de Eventos Vitais, Agravos e Doenças Não Transmissíveis

FICHA DE CADASTRO DE CONSULTAS, VACINAS E EXAMES (mod S 524)

Campos de Preenchimento Obrigatório

Bloco I – Identificação

Campo Nome da paciente- registrar o nome completo Campo Nº SISPRENATAL - que foi destinado a gestante . Esse número também deverá ser registrado na carteira da gestante. Campo Unidade de Saúde - Identificar a Unidade de Saúde. Campo Tipo de consulta - Identificar o tipo de consulta: Pré-natal ou Puerpério.

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Saúde/SMS

Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde/CGVS Equipe de Vigilância de Eventos Vitais, Agravos e Doenças Não Transmissíveis

Observação: As eventuais consultas de pré-natal ou puerpério de usuárias que realizem o acompanhamento em outro serviço de saúde devem ser preenchidas na mesma ficha e enviadas para o registro no sistema. Campo Tipo de Parto - Descrição do tipo de parto e condição do nascido vivo ou natimorto. Campo Interrupção - Tipo de interrupção do acompanhamento do pré-natal se houver identificar quando abortamento, mudança de endereço, migração para convênio ou óbito. Observação: Quando houver mudança de endereço da gestante, ela permanecera no sistema segundo o serviço de saúde de origem do cadastro.

Bloco I Exames e Resultados

Campo Exames - Preencher o resultado dos exames somente no trimestre que foram solicitados, não é necessário preencher novamente a cada consulta.

Bloco I Vacinação

Campo Vacinação - Registrar a situação vacinal da gestante após a administração da vacina. É importante ter um sistema de referência e contra-referência com a sala de vacina para considerar a gestante imunizada. Campo Realizou Coleta de CP? - Registrar se a gestante realizou coleta de CP.

Bloco IV Pode ser utilizado para observações ou informações que achar importante.

A gestante diagnosticada como de alto risco deve ser encaminhada para o ambulatório de pré-natal de alto risco. Nesse encaminhamento é necessário identificar o número da gestante no SISPRENATAL, o número será utilizado para a continuidade do registro das consultas no sistema pelo serviço especializado.

Observação: Todas gestantes de alto risco encaminhadas ao ambulatório especializado devem ser monitoradas pelo serviço de saúde de referência que a encaminhou. Sugere-se que mantenham a continuidade de atividades como: agendamento de retorno ao serviço de saúde para confirmação do seu acompanhamento

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Saúde/SMS

Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde/CGVS Equipe de Vigilância de Eventos Vitais, Agravos e Doenças Não Transmissíveis no pré-natal de alto risco e/ou a manutenção da sua participação em grupo educativo no serviço de saúde.

• Será considerada realizada ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL quando a gestante for cadastrada no período correto (até o 4º mês de gestação), este cadastro reverte em pagamento individual de R$ 10,0 ao Fundo Municipal de Saúde a título de incentivo. Será pago incentivo quando realizadas e registradas no SISPRENATAL 6 consultas de pré-natal, todos os exames obrigatórios, a imunização antitetânica, a realização do parto e a consulta de puerpério.

• O ciclo de atenção a gestante em pré-natal encerra após a consulta de puerpério.

• O cumprimento do elenco de procedimentos previstos no programa, e a devida alimentação do SISPRENATAL, gerará automaticamente o pagamento do Boletim de Produção Ambulatorial (BPA) para o SIA/SUS, permitindo o pagamento de R$ 40,0 reais por gestante ao Fundo Municipal de Saúde.

Legislação referente ao Programa de Humanização no Parto e Nascimento

Todas portarias encontram-se em w.saude.gov.br ; acessar LEGISLAÇÃO • Portaria GM/MS n.º 569 de 01/06/0 - Institui o Programa

• Portaria GM/MS n.º 570 de 01/06/0 - Estabelece incentivos Componente I

• Portaria GM/MS n.º 571 de 01/06/0 - Define o Componente I

• Portaria GM/MS n.º 572 de 01/06/0 – Pagamento do Parto

• Portaria GM/MS n.º 9 de 5/07/0, republicada em 01/09/0 – Define o Termo de Adesão

(Parte 2 de 3)

Comentários