Moagem - Gerencial

Moagem - Gerencial

Título da Apresentação Autor

Escolhaumarestriçãoe apagueas outras UsoExclusivodo(a) CTC ouAssociadaouÁrea Uso Exclusivo das Associadas ao CTC Divulgação Livre

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Uso Exclusivo dasAssociadasao CTC Manuel HortaNunes

Descarga e alimentação de cana •Opções para descarga de cana

•Descarga de cana inteira e de cana picada

•Otimização da descarga e fluxo de caminhões

•Armazenamento de cana: opções, vantagens e desvantagens

•Equipamentos para alimentação de cana

•Principais cuidados de projeto e operação dos sistemas de alimentação

•Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para descarga de cana CONTAINER E

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Opções para descarga de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Descarga de cana inteira e de cana picada

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

•Diferenças básicas de operação

•Granulometriae fluidez do material •Variação da densidade do material

•Manuseio e controle

•Descarga direta e estocagem

•Diferenças dos equipamentos de transporte

•Carrocerias tipo fueiro (cana inteira) •Carrocerias tipo caçamba (cana picada)

•Container (cana picada)

•Carroceria com tela (cana picada ou inteira)

Descarga e alimentação de cana Descarga de cana inteira e de cana picada

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Estado da Cana* H (m)Densidade (kg/m3 )

Cana inteira no barracão7,0295 - 370

Cana inteira na esteira2,5175 - 230

Cana picada na esteira1,5345 - 410

Cana desfibrada na esteira-300 - 400 Cana picada no caminhão2,0400 - 500

* H : Altura média do feixe de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Otimização da descarga e fluxo de caminhões

•Disposição dos equipamentos e fluxo de ca minhões

• Cruza mentos •Distâncias para curvas e alinhamento

• Interferências ca minhões/equipa mentos

• Padronização dos equipamentos de transporte

•Altura da carroceria ou do ponto de pivotamento •Tipo de cabos (fixo, permanente, local)

•Unificação dos pontos de descarga

•Facilita o fluxo dos caminhões •Minimiza quantidade de equipamentos

•Simplifica a instalação

Descarga e alimentação de cana Otimização da descarga e fluxo de caminhões

Disposição dos equipamentos e fluxo de ca minhões (Distâncias para curvas e alinhamento)

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Otimização da descarga e fluxo de caminhões

Unificação dos pontos de descarga

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Armazenamento de cana: opções, vantagens e desvantagens

•Opções para armazenamento

• Pátio • Barracão

•Sobre rodas

• Vantagens

•Evita ou minimiza falhas na alimentação de cana •Facilita logística de colheita e transporte

• Desvantagens

•Deterioração da cana •Último estoque é o primeiro que retorna (barracão)

•Consumo de combustível (pátio)

•Investimento e custo operacional (sobre rodas)

•Área para estocagem (pátio e sobre rodas)

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

•Função das Mesas Alimentadoras

•Descarga / Recepção direta da cana •Dosagem da cana no processo

•Limpeza da cana

•Tipos de Mesas

•Convencionais (0 ~ 20º) •Inclinação Média (30 ~ 35 º)

•Inclinação Elevada (45 ~50º)

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

•Controle da carga •Controle da velocidade de operação

•Automação da operação

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Características operacionais das Mesas

• Convencionais

•Capacidade elevada (até 800 TCH com cana inteira)

•Lavagem deficiente

•Controle de alimentação ineficiente

•Inclinação Elevada

•Camada uniforme e de pouca espessura •Controle de alimentação eficiente

•Capacidade reduzida (200 a 350 TCH com cana inteira)

•Desgaste maior das correntes

•Menor consumo de água (5 m 3 /TC)

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

•Tipos de transportadores de cana

•Metálico (Esteira Metálica) • Correia Convencional

•Correia Especial (Baixa Velocidade)

•Aplicação dos transportadores

•Metálico:impacto das cargas, condução da cana através do sistema de preparo, grande volume de cana e baixa velocidade •Correia Convencional:transporte longas distâncias, camada fina de cana (limpeza a seco, alimentação do 1º terno), pequeno volume e alta velocidade •Correia Especial:impacto das cargas, grande volume de cana e baixa velocidade

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana Equipamentos para alimentação de cana

Capacidade Operacional dos Transportadores

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Q = Capacidade máxima do transportador (ton/h)

(Deve atender a capacidade de moagem a 2/3 de V máximo) b = Largura da esteira (m) h = Altura média da cana sobre a esteira (m) d = Peso específico da cana sobre a esteira (kgf/m3) V = Velocidade máxima da esteira (m/min) –6 a18m/min

Descarga e alimentação de cana

Equipamentos para alimentação de cana Controle e Automação dos Transportadores

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

•Transportador Principal (preparo de cana) •Velocidade variável com controle automático

•Velocidade pelo nível de cana na Calha Donnellydo 1º terno

•Ajuste da velocidade pelo apalpadorde cana

• Transportadores Auxiliares

•Velocidade variável com controle automático •Velocidade sincronizada com o transportador principal

• Transportadores Transversais

•Velocidade variável com controle manual •Controle similar ao de mesas alimentadoras

•Transportador de Correia do 1º Terno

•Velocidade fixa (C/C< 15 m) •Velocidade variavel(C/C> 15 m)

Descarga e alimentação de cana

Equipamentos para alimentação de cana Sistema de Alimentação do 1º Terno

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Equipamentos para alimentação de cana Sistema de Alimentação do 1º Terno

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

•Espalhador de Cana •“Cortar” camada de cana da esteira metálica

•Evitar pacotes de cana na correia

• Transportador de Correia

•Obter camada fina de cana para eletroimã

•Obter camada de cana adequada para alimentar o “ chute” • Eletroimã

•Eliminar materiais ferrosos (lavoura, descarga, alimentação e preparo)

• Calha de Alimentação por Gravidade (Chute Donnelly)

•Manter um pulmão de cana sendo alimentada

•Adensar a cana na região de entrada da moenda

Descarga e alimentação de cana

Equipamentos para alimentação de cana Sistema de Alimentação do 1º Terno

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Principais cuidados de projeto e operação dos sistemas de alimentação

•Lay-out, visualização e informações para o operador

•Largura das mesas alimentadoras

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Principais cuidados de projeto e operação dos sistemas de alimentação

•Moegana região traseira das mesas

•Altura de descarga na transferência de cana entre os equipamentos

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Principais cuidados de projeto e operação dos sistemas de alimentação

•Alimentação de cana na esteira metálica

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

•Lavagem com água Remoção das impurezas minerais

•Limpeza a seco

•Remoção das impurezas minerais e vegetais

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Motivos da diminuição do uso de sistemas de lavagem de cana nas Usinas:

•Perda de açúcar •Tratamento da água

•Consumo de energia no bombeamento

• Aspectos a mbientais

•Cobrança da utilização / captação de água

•Aumento da colheita mecânica

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Formas de remoção -Limpeza a Seco

•Remoção das impurezas minerais •Ação mecânica

•Sopragemcom ar

•Remoção das impurezas vegetais

•Sopragemcom ar

•Ação mecânica (escova rotativa)

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Vantagens da remoção das impurezas minerais:

• Moendas • Caldeiras

•Processo de fabricação

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Vantagens da remoção das impurezas vegetais:

• Moendas • Caldeiras (u midade)

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Perdas e eficiência nos sistemas de lavagem com água e de limpeza a seco:

•Perdas na lavagem: 1 a 3 % (Média = 2 %) •Eficiência na lavagem: 40 a 80 %

•Perdas na limpeza a seco: 0,5 a 1,0 %

•Eficiência na limpeza a seco:

•Mineral + Vegetal: ~ 70 %

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Limpeza a seco

Tecnologia Inicial

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Limpeza a seco

Tecnologia Inicial

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Limpeza a seco

Tecnologia Atual

Descarga e alimentação de cana Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Comparação das forças atuantes nas partículas de impurezas

F Peso 1

F jato 1

F Result. 1

Configuração inicial (1) Configuração atual (2)

F Peso 2

F jato 2

F Result. 2

Peso 1 = F Peso 2

Result. 1 = F Result. 2

F jato 2 << F jato 1

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Sopragemde cima para baixo e câmara de captação

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga e alimentação de cana

Opções para limpeza da cana: lavagem com água e limpeza a seco, vantagens e desvantagens

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Preparo de cana

•Conceito de Pol em Células Abertas (PCA) ou Índice de Preparo

•Índice de Preparo para os processos de extração por moagem e difusão

•Função dos picadores (facas) e do desfibrador

•Tipos de facas e desfibradoresexistentes no mercado

•Mecânica do desfibramento da cana e principais fatores que afetam o desempenho do desfibrador

•Consumo de energia no preparo da cana

•Influência do Índice de Preparo no desempenho e na extração por moagem e por difusão

•Principais cuidados de projeto, operação e funcionamento dos equipamentos de preparo

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Preparo de cana

Conceito de pol em células abertas (PCA) ou Índice de Preparo

•Porcentagem de células rompidas •Método de medição (análise)

•Cuidados na amostragem

•Pol em células abertas dos bagaços após cada terno

Preparo de cana

Conceito de pol em células abertas (PCA) ou Índice de Preparo

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Preparo de cana

Índice de Preparo para os processos de extração por moagem e difusão

Objetivos do preparo da cana

•Romper a estrutura da cana desagregando os tecidos fibrosos •Romper as células que armazenam o caldo

•Obter granulometriaadequada para os tecidos fibrosos •Aumentar a densidade da cana

•Homogeneizar o material (funcionamento do eletroimã, alimentação da calha Donnelly, da moenda ou do difusor)

Descarga, Alimentação, Preparo de Cana e Extração

Preparo de cana

Índice de Preparo para os processos de extração por moagem e difusão

Índice de preparo para o processo de moagem

•Moendas continuam o processo de ruptura das células •Caldo disponível para deslocamento X extração do 1ºT

•Resultados de ensaios e resultados práticos de Usinas

•Importância do tamanho médio das partículas

Comentários