O Grupo de Socorro de Urgências do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará e sua evolução

O Grupo de Socorro de Urgências do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará e sua...

O Grupo de Socorro de Urgências do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará e sua Evolução.

*José Ananias Duarte Frota

Cidade com mais de dois milhões de habitantes, Fortaleza apresentava na década de oitenta um alarmante índice de acidentes de trânsito continuando nos dias atuais, como uma das mais violentas do Brasil. Naquele período o grande número de pacientes politraumatizados resultante desse tipo de acidente, enfrentava grandes dificuldades para obter cuidados médicos adequados.

A partir do momento em que o trauma eclodia, uma seqüência de erros ocorria de forma a piorar progressivamente o prognóstico das lesões existentes. As vítimas eram socorridas por motoristas de Táxi, transeuntes ou policiais bem intencionados, que as transportavam para o hospital mais próximo. Esses “Bons Samaritanos”, não sabiam que a falta de assistência correta no local do sinistro até ao hospital agravava o trauma do acidentado. O estado de alerta não era desencadeado e nem haviam sido feitos os esforços para o preparo adequado das condições dos sinistrados.

No departamento de Emergência a equipe de plantão dos hospitais era tomada de surpresa com a chegada de pacientes criticamente doentes, já que nenhuma comunicação prévia fora efetuada sobre a condição do transportado.

Em 1986, o Dr. Júlio César Penaforte deslocou-se a cidade de Concord,

New Hampshire através do programa “Companheiros das Américas”, no intuito de conhecer o sistema de atendimento pré-hospitalar Norte-Americano. Ao retornar, em 1987, uma feliz coincidência o matriculou no curso de mergulho que estava sendo ministrado no Clube dos médicos pelo Capitão BM José Ananias Duarte Frota e o médico Marcus Davis Machado Braga. No decorrer do curso, ao ser discutida a viagem do Dr. Júlio César, nasceu uma semente Pré – Hospitalar no Ceará.

Informalmente, pela aproximação familiar de Júlio César, obtivemos sucesso em nos reunir com o então dinâmico Secretário de Saúde Dr. Marco Penaforte, o qual com uma visão holística absorveu o desafio e nos cedeu seu apoio inconteste. Em 09 de junho de 1988, através da portaria 5, da Secretaria de Saúde, (Diário Oficial do Estado n° 14.839), foi criado o Grupo de Coordenação do Sistema de Emergência Médica Pré – Hospitalar em Fortaleza, composto pelos médicos, Dr. Júlio César Penaforte e Marcus Davis Machado Braga, representando a Secretaria de Saúde, Dr. Winston de Castro Graça, representando o Instituto Dr. José Frota, Dr. Carlos Nogueira Brás, representando a Universidade Federal do Ceará e o Capitão Bombeiro José Ananias Duarte Frota, representando o Corpo de Bombeiros do Militar do Ceará.

Deste grupo de trabalho, originou-se o Projeto de Emergência Médica de Fortaleza com os seguintes objetivos concluídos passo a passo; a) Convênio com a Universidade Federal do Ceará (Curso de Emergências Médicas Pré-Hospital com duração de oito meses); b) Corpo de Bombeiros (Seleção de 60 candidatos para o programa); c) Instituto Dr. José Frota (Suporte nos Estágios); d) Universidade de Fortaleza (Impressão do Livro Emergências Médicas Pré-hospitalar); e) Fornecimento de sete ambulâncias com rádio comunicação e todo o equipamento de socorro; f) Instalação de seis estações estratégicas em Fortaleza para situar as ambulâncias; g) Agregação de dez médicos civis da rede pública para supervisionarem o serviço.

nas modernas técnicas de Emergência Pré-hospitalar

Em janeiro de 1989, procedente de Concord, desembarcam no Ceará a equipe chefiada pelo Dr. Russel Jones, médico chefe do setor de emergência daquela cidade, acompanhado do capitão Bombeiro Tonny Bought, Tenente Roy Fanjoy, ambos Paramédicos e do Paramédico voluntário William (Bill) Aughton. Esses nobres companheiros além de doarem ao Estado do Ceará todo o equipamento de suporte básico de vida nos treinaram durante trinta dias

Através dos anos o Governo do Estado ampliou e modernizou o Grupo de

Socorro de Urgência com destaque o governo Lúcio Alcântara implantando novo programa e ações no litoral leste de nosso estado. Das primeiras arcaicas seis ambulâncias modelo Agrale, atualmente dispomos de viaturas apropriadas para o socorro no Ceará. Com sentimento do dever cumprido estive no cargo de primeiro Comandante do Grupo de Socorro de Urgência-GSU, seguido do então Tenente Valdir Fontes. Atualmente o GSU é administrado pelo competente Tenente Coronel Anderson Alves Viana e partilhado com uma tropa de elite na defesa e proteção da vida!

Fortaleza, Ce aos 18 de maio de 2010

*José Ananias Duarte Frota- Cel BM R

Fundador do Grupo de Socorro de Urgência-1988. Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (2003 a 2006). Presidente da Liga Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil- LIGABOM (2005 a 2006). Atualmente professor da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza – FAMETRO e Consultor.

Comentários