FUND GEOLOGIA - Elementos Estruturais das Rochas

FUND GEOLOGIA - Elementos Estruturais das Rochas

(Parte 8 de 8)

ELEMENTOS ESTRUTURAIS DAS ROCHAS 43

De acordo com Chiossi (1979) o espaçamento entre as diáclases de um bloco rochoso pode variar de metros até poucos centímetros, sendo normalmente fechadas mas que podem ser alargadas pelo intemperismo químico.

6.1 TIPOS DE FRATURAS

6.1.1 Diáclases por esforços de compressão

As diáclases originadas por esforços de compressão são mais freqüentes e ocorrem principalmente por esforços tectônicos. Caracterizam-se por superfícies planas e ocorrem sistemas, cortando-se em ângulo. Nos anticlinais ocorrem principalmente nas partes côncavas dos anticlinais e nas convexas dos sinclinais como ilustrado nas imagens abaixo.

Quando a estrutura da rocha (metamórfica ou sedimentar) for inclinada, podem ocorrer as diáclases paralelas à estrutura ou ainda oblíquas a ela.

Foto 15: Diáclases paralelas.

Fonte: w.geologia.ufpr.br/graduacao /estrutural2006/aula6.pdf

Foto 16: Diáclases inclinadas.

Fonte: w.geologia.ufpr.br/graduacao /estrutural2006/aula6.pdf

ELEMENTOS ESTRUTURAIS DAS ROCHAS 4

6.1.2 Diáclases de tensão

O processo de formação ocorre perpendicularmente às forças que tendem a puxar na direção oposta o bloco rochoso. São caracterizadas por superfícies não muito planas e suas origens podem ser:

• Tectônica, sendo mais freqüentes nos anticlinais e sinclinais;

• Contração ocorre tanto em rochas ígneas como em sedimentares caracterizando-se por vários sistemas entrecruzados. Como exemplos podemos citar as diáclases de contração do basalto, formando colunas prismáticas. Essas diáclases são mais comumente denomindas de juntas.

Foto 17: Resfriamento do magma.

Fonte: w.geologia.ufpr.br/graduacao /estrutural2006/aula6.pdf

Foto 18: Diáclase por contração.

Fonte: w.geologia.ufpr.br/graduacao /estrutural2006/aula6.pdf

ELEMENTOS ESTRUTURAIS DAS ROCHAS 45

7 CONCLUSÃO

Tanto obras de infraestrutura quanto imobiliárias são baseadas nos estudos de solos. A importância dos elementos estruturais está associada a resistência dos elementos constituintes do solo pois, obras como túneis e barragens ou cortes rodoviários podem encontrar zonas de fraqueza ou ruptura, causadas por falhas, dobras ou fraturas. Na construção imobiliária, a composição do solo irá determinar as fundações e consequentemente os custos com o empreendimento. Com isso a disposição das camadas do solo é fundamental para viabilizar tecnicamente e financeiramente uma construção. Outro fato importante está relacionado ao crescimento demográfico na região metropolitana do Recife que impulsionou a ocupação de áreas de encostas sendo muitas delas áreas de preservação permanente e impróprias para construção, mas que foram ocupadas de forma irregular. Esta atitude, aliada às chuvas e às especificidades do solo na região metropolitana da cidade do Recife aumenta a frequência de incidência dos deslizamento tornando um fenômeno que seria natural em um problema social. Com isso tudo torna-se de fundamental importância a compreensão do tema abordado por parte do engenheiro.

ELEMENTOS ESTRUTURAIS DAS ROCHAS 46

CHIOSSI, Nivaldo José. Geologia aplicada à engenharia. 2ª Edição. São Paulo: Grêmio Politécnico, 1979.

E-PORTEFÓLIO. Deformações das Rochas. Disponível em: <http://eporteflio.blogspot.com/2009/04/deformacao-das-rochas.html>. Acessado em: 1º de abril de 2010.

LEINZ, Viktor; ESTANISLAU, Sérgio. Geologia Geral. 8ª Edição. São Paulo: Editora Nacional. 1980.

MACHADO, Rômulo; SILVA, Marcos Egydio. Estruturas em rochas. In: Wilson Teixeira; Thomas Rich Fairchild; Maria Cristina Motta de Toledo; Fabio Taioli. (Org.). Decifrando a Terra. 2 ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2009, p. 399-420.

POPP, José Henrique. Geologia Geral. 4ª Edição. Rio de Janeiro: LTC – Livros Técnicos e Científicos. 1987.

SALAMUNI, Eduardo. Introdução à geologia estrutural - Deformação na crosta Disponível em: <http://w.geologia.ufpr.br/graduacao/estrutural2006/indicegeoestrutural.html>. Acesso em: 29 mar. 2010.

_. Dobras. Disponível em: <http://w.geologia.ufpr.br/graduacao/estrutural2006/indicegeoestrutural.html.> Acesso em: 29 mar. 2010.

_. Fraturas: Juntas e falhas. Disponível em: <http://w.geologia.ufpr.br/graduacao/estrutural2006/indicegeoestrutural.html.> Acesso em: 1 abr. 2010.

_. Falhas: normais e inversas. Disponível em: <http://w.geologia.ufpr.br/graduacao/estrutural2006/indicegeoestrutural.html.> Acesso em: 1 abr. 2010.

(Parte 8 de 8)

Comentários