Linguagem 2013 socialização e enunciação

Linguagem 2013 socialização e enunciação

“Somente o homem é um animal político, isto é, social e cívico, porque somente ele é dotado de linguagem. A linguagem permite ao homem exprimir-se e é isso que torna possível a vida social”

  • “Somente o homem é um animal político, isto é, social e cívico, porque somente ele é dotado de linguagem. A linguagem permite ao homem exprimir-se e é isso que torna possível a vida social”

  • (Aristóteles)

“A linguagem é a capacidade humana de articular significados coletivos e compartilhá-los(...). A principal razão ato de linguagem é a produção de sentido”

  • “A linguagem é a capacidade humana de articular significados coletivos e compartilhá-los(...). A principal razão ato de linguagem é a produção de sentido”

  • É todo sistema que permite a expressão ou a representação de idéias, e se concretiza em um texto.

“(...)texto, em sentido lato, designa toda e qualquer manifestação da capacidade textual do ser humano (...), isto é, qualquer tipo de comunicação realizada através de um sistema de signos.”

  • “(...)texto, em sentido lato, designa toda e qualquer manifestação da capacidade textual do ser humano (...), isto é, qualquer tipo de comunicação realizada através de um sistema de signos.”

  • A comunicação ocorre quando interagimos com outras pessoas utilizando a linguagem e essas são capazes de compreender o assunto abordado.

Compreender o contexto;

  • Compreender o contexto;

  • Relação comunicativa entre os interlocutores.

  • Compreensão do assunto abordado.

É a relação existente entre o significante (seqüência sonora / representação gráfica) e o significado (conceito).

  • É a relação existente entre o significante (seqüência sonora / representação gráfica) e o significado (conceito).

  • Exemplo:

  • O papagaio do Hagar é muito dócil.

  • Essa menina é um papagaio.

  • Os meninos brincaram a tarde toda empinado um papagaio.

Linguagem verbal: fala ou escrita.

  • Linguagem verbal: fala ou escrita.

  • Linguagem não-verbal: gestos, imagens.

  • Linguagem mista

  • Linguagem digital

Fala

  • Fala

  • Forte dependência contextual;

  • Pouco planejamento ou planejamento simultâneo à produção da fala;

  • Coesão por meio de recursos paralinguísticos;

  • Predomínio de frases curtas, ordem direta, período simples e coordenação.

Competência comunicativa;

  • Competência comunicativa;

  • Ideologia e Cultura;

  • Aspectos psicológicos;

  • Gêneros textual.

Intencionalidade;

  • Intencionalidade;

  • Situacionalidade;

  • Aceitabilidade;

  • Informatividade;

  • Intertextualidade;

  • Coesão;

  • Coerência.

Texto literário;

  • Texto literário;

  • Textos científicos;

  • Texto verbal;

  • Texto não-verbal.

Introdução: o autor apresenta o assunto e o problema a ser abordado, traça objetivos, delimita, tematiza e, pois, os pressupostos que serão explorados no desenvolvimento.

  • Introdução: o autor apresenta o assunto e o problema a ser abordado, traça objetivos, delimita, tematiza e, pois, os pressupostos que serão explorados no desenvolvimento.

  • Desenvolvimento: consiste na explicação, análise, interpretação, demonstração dos dados apresentados na introdução;

  • Conclusão: caracteriza-se como o lugar onde se processa a síntese, a recuperação dos pontos essenciais discutidos no desenvolvimento e diretamente vinculados aos objetivos apresentados na introdução.

Comentários