manual do inversor de frequencia yaskawa vs606v7

manual do inversor de frequencia yaskawa vs606v7

(Parte 1 de 14)

YASKAWA VS-606V7

Manual Técnico

Recomendamos a completa leitura deste manual antes da colocação em marcha dos inversores.

BCHP-S606-10 DEZEMBRO/9

• Inspeção de recebimento4
• Identificando o inversor4
• Identificando as partes principais4

1.0 INSPEÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DOS INVERSORES

• Escolha do local5
• Montagem5
• Retirando/Reinstalando a tampa frontal6
• Retirando/Reinstalando o Operador Digital6

2.0 INSTALAÇÃO

• Diagrama de interligações7
• Descrição dos terminais8

3.0 DIAGRAMA DE INTERLIGAÇÕES PADRÃO

• Cuidados de interligação9
• Fiação e terminais de controle9
• Fiação e terminais de força - Classe 200V - Alimentação Monofásica9
• Fiação e terminais de força - Classe 200V - Alimentação Trifásica10
• Fiação e terminais de força - Classe 400V - Alimentação Trifásica10

4.0 CUIDADOS DE INTERLIGAÇÃO E FIAÇÃO

• Operador Digital JVOP-1401
• Descrição dos Led’s Funcionais1
6.0 DESCRIÇÃO DOS LED’S INDICADORES DE STATUS1
7.0 NAVEGANDO PELO OPERADOR DIGITAL12

5.0 OPERADOR DIGITAL

• Alterando parâmetros13
• Comando Rodar e Referência pelo potenciômetro do inversor13
• Comando Rodar e Referência pelo Operador Digital13
• Comando Rodar pelo Operador Digital e Referência por potenciômetro externo14
• Comando Rodar e Potenciômetro externo14

8.0 MODO DE PROGRAMAÇÃO

• Tabela de variáveis15
• Status dos terminais de entrada/saida e Erros de comunicação16
• Histórico de Falhas16

9.0 MONITORAÇÃO DE VARIÁVEIS ÍNDICE

• Geral17
• Liberação de acesso17
• Definição de controle Vetorial ou Escalar17
1.0 LISTA DE PARÂMETROS18

10.0AJUSTES BÁSICOS

12.1 C ontrole Escalar27
12.2 C ontrole Vetorial28
12.3 Multi-V elocidades29
12.4 C omando Jog30
12.5 Limite Superior/Inferior da referência de frequência30
12.6 Seleção dos tempos 1 e 2 de Aceleração/Desaceleração30
12.7 Seleção da Curva Acel/Desacel em “S “31
12.8 Detecção de Sobretorque31
12.9 Detecção de frequência 1 e 232
12.10 Pulo de Frequências3 2
12.1 Religamento Automático.da referência de frequência32
12.12 Busca Automática de velocidade3
12.13 Injeção de Corrente Contínua3
12.14 Proibição de Acel/Desacel ( Hold)3
12.15 Canal de saída Analógica/Pulsos34
12.16Entrada Multifunção: Comando Rodar a três fios34
12.17 Entrada Multifunção: Comando Local/Remoto35
12.18 Entrada Multifunção: Comando Sobe/Desce (Up/Down)35
12.19 Entrada Analógica auxiliar (Conector CN2)36
12.20 Frequência concordante38
12.20AParada de Emergência38
12.21Chave seletora da entrada analógica principal para 4-20mA39
12.22Especificações para referência por Trem de Pulsos39
12.23 Prevenção de Stall durante a Aceleração40
12.24 Prevenção de Stall em Regime40
12.25Prevenção de Stall na região de potência constante41
12.26Seleção dos tempos de Acel/Desacel da Prevenção de Stall41
12.27 Prevenção de Stall durante a Desaceleração41
12.28Compensação de escorregamento ( Modo Escalar)42
12.29 Controlador PID43
12.30 Função de cópia de parâmetros47

12.0CARACTERISITCAS DE PARAMETRIZAÇÃO

• Seleção NPN/PNP48
• Interligação com transistores NPN48
• Comunicação MEMOBUS (MODBUS)49
• Especificações de comunicação49
• Conexões dos terminais de comunicação49
• Procedimentos para comunicação com o PLC50
• Formato da menssagem51
• Lendo o conteúdo de registradores [03H]52
• Exemplo de Loop-back teste [08H]52
• Escrevendo em registradores [10H]52
• Dados de referência (Leitura e Escrita)53
• Dados simultâneos, “Broadcasting”, (Somente escrita)53
• Dados de monitoração (Somente leitura)54
• Armazenagem de constantes pelo comando “Enter” (Somente escrita)56
• Codigos de erros de comunicação56
• Auto teste de comunicação56
15.0LISTA DE ALARMES E DIAGNÓSTICOS DE FALHAS57

14.0COMUNICAÇÃO SERIAL MEMOBUS ( MODBUS)

• Especificações da Classe 200V62
• Especificações da Classe 400V62
• Características gerais62
17.0 DIMENSÕES E PESO63

•Inspeção de recebimento:

Ao receber os inversores VS-606V7, verifique:

•Danos na caixa, provocados pelo transporte. •Danos na caixa provocados por armazenagem inadequada.

•Danos no inversor.

•Se o modelo esta de acordo com o solicitado.

•Se a tensão do inversor está de acordo com a sua rede de alimentação.

•Identificando o inversor:

Verifique o modelo do inversor na plaqueta de identificação, localizada no lado direito do mesmo, conforme ilustrado a seguir:

•Identificando as partes principais:

Modelo :

1.0 INSPEÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DO INVERSOR C I M R - V 7 A U 2 0 P 7

Potência (Ver Cap. 16.0 Especificações) 2: Classe 200V 4: Classe 400V U: Certificação UL A:Com Operador Digital e Potenciômetro

•Escolha do local:

Para o perfeito funcionamento e garantia de durabilidade, os inversores devem ser instalados em local abrigado, não classificados e livre de:

•Altas temperaturas (Temperatura ambiente máxima de 40Graus centigrados). •Chuva

•Umidade excessiva.

•Óleo em suspensão.

•Atmosferas salinas.

•Exposição direta ao sol.

•Gases ou líquidos corrosivos.

•Poeira e partículas metálicas em suspensão.

•Vibrações excessivas.

•Ruído magnetico excessivo como máquinas de solda ou similares.

•Substâncias radioativas.

•Combustíveis e/ou solventes.

• Montagem:

Os inversores devem ser instalado na vertical, facilitando a ventilação. As entradas e saídas de ar do inversor devem estar desobstruidas, permitindo a fácil circulação do ar.

Caso necessário os inversores poderão ser montados horizontalmente, desde que seja provido meios de retirada do ar quente de saída.

As distâncias mínimas, para ventilação ao redor do inversor, são ilustradas na figura a seguir:

•Retirando a tampa frontal

Use uma chave de fenda para retirada do parafuso de fixação, situado na parte superior da tampa frontal. Após pressione os lados direito e esquerdo da mesma na direção 2 e desloque a mesma para cima na direção 3, conforme ilustra a figura ao lado.

•Reinstalando a tampa frontal

Reinstale a tampa frontal obedecendo a sequência inversa utilizada para a retirada da mesma.

•Retirando o Operador Digital

Após a retirada da tampa frontal, desloque para cima, na direção 1, os lados inferior e superior do Operador Digital, conforme ilustrado na figura ao lado.

•Reinstalando o Operador Digital

Reinstale o Operador Digital, obedecendo a sequência inversa utilizada para a retirada do mesmo.

(Parte 1 de 14)

Comentários