Gerenciamento-Residuos-Solidos-Parte II

Gerenciamento-Residuos-Solidos-Parte II

(Parte 1 de 3)

PARTE 2 PARTE 2

Acondicionamento, armazenamento, coleta e transporte

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

O acondicionamento consiste na preparação dos resíduos sólidos para a coleta de forma sanitariamente adequada, compatível com o tipo e a quantidade de resíduos.

A qualidade da operação de coleta e transporte de lixo depende da forma adequada do seu acondicionamento, armazenamento e da disposição dos recipientes no local, dia e horários estabelecidos pelo órgão de limpeza urbana para a coleta. A população tem, portanto, participação decisiva nesta operação.

A importância do acondicionamento adequado estáem: •evitar acidentes;

•evitar a proliferação de vetores;

•minimizar o impacto visual e olfativo;

•reduzir a heterogeneidade dos resíduos (no caso de haver coleta seletiva);

•facilitar a realização da etapa da coleta.

Os recipientes adequados para acondicionar o lixo domiciliar devem ter as seguintes características:

•dispositivos que facilitem seu deslocamento no imóvel atéo local de coleta; •serem herméticos, para evitar derramamento ou exposição dos resíduos;

•serem seguros, para evitar que lixo cortante ou perfurante possaacidentar os usuários ou os trabalhadores da coleta; •serem econômicos, de maneira que possam ser adquiridos pela população;

•não produzir ruídos excessivos ao serem manejados;

•possam ser esvaziados facilmente sem deixar resíduos no fundo. Fonte: IBAM, 2001

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Trata-se da contenção temporária de resíduos em área específica dentro do estabelecimento, durante o aguardo da coleta externa.

O armazenamento temporário poderáser dispensado se a distância entre o ponto de geração e o armazenamento externo não for grande.

Éa contenção temporária de resíduos em área específica, durante o aguardo da coleta externa, para a destinação visando ao tratamento ou àdisposição final. Deve ter identificação na porta e os sacos de resíduos devem permanecer dentro dos contêineres devidamente identificados.

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

•NBR 12.235 –Armazenamento de resíduos sólidos perigosos

Nenhum resíduo perigoso pode ser armazenado sem análise prévia de suas propriedades físicas e químicas, uma vez que disso depende a sua caracterização como perigoso ou não e o seu armazenamento adequado.

O acondicionamento de resíduos sólidos perigosos como forma temporária de espera para tratamento e/ou disposição final, pode ser realizado em contêineres, tambores, tanques e/ou a granel.

Um local de armazenamento deve possuir um plano de amostragem deresíduos que tenha: as parâmetros que são analisadas em cada resíduo, justificando-se cada um; métodos de amostragem utilizados; métodos de análise e ensaios a serem utilizadas, freqüência de análise, características de reatividade, inflamabilidade e corrosividadedos resíduos, bem como as propriedades que os caracterizam como tais; incompatibilidade com outros resíduos.

Considerar densidade, umidade, tamanho da partícula, ângulo de repouso, ângulo de deslizamento, temperatura, pressões diferenciais,propriedades de abrasão e corrosão, ponto de fusão do material e higroscopicidade. Devido às características de corrosividadede determinados resíduos, o depósito deve ser construído de material e/ou revestimento

O armazenamento de resíduos sólidos perigosos, a granel, deve ser feito em construções fechadas e devida mente i mper meabilizadas adequados.

•NBR 7.505 -Armazenamento de petróleo e seus derivados líquidos –Procedimento

•NBR 1.174 -Armazenamento de resíduos inertes (I b) e não inertes (I a)

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

Coletar o lixo significa recolher o lixo acondicionado por quem o produz para encaminhá-lo, mediante transporte adequado, a uma possível estação de transferência, a um eventual tratamento e àdisposição final. Coleta-se o lixo para evitar problemas de saúde que ele possa propiciar.

A coleta e o transporte do lixo domiciliar produzido em imóveis residenciais, em estabelecimentos públicos e no pequeno comércio são, em geral, efetuados pelo órgão municipal encarregado da limpeza urbana. Para esses serviços, podem ser usados recursos próprios da prefeitura, de empresas sob contrato de terceirização ou sistemas mistos, como o aluguel de viaturas e a utilização de mão-de-obra da prefeitura.

O lixo dos "grandes geradores" (estabelecimentos que produzem mais que 120 litros de lixo por dia) deve ser coletado por empresas particulares, cadastradas e autorizadas pela prefeitura.

•não permitir derramamento do lixo ou do chorumena via pública;

•apresentar taxa de compactação de pelo menos 3:1, ou seja,cada 3m3 de resíduos ficarão reduzidos, por compactação, a 1 m3 ;

•apresentar altura de carregamento na linha de cintura dos garis,ou seja, no máximo a 1,20m de altura em relação ao solo;

•possibilitar esvaziamento simultâneo de pelo menos dois recipientes por vez;

•possuir carregamento traseiro, de preferência.

Disciplina:GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Professora: Viviane JapiassúViana

CUSTO X BENEFÍCIO •Local adequado aos trabalhadores

•Distribuição da carga no caminhão

•Basculhamentode diversos tipos de contêiner

•Menor número de viagem conforme as condições locais

(Parte 1 de 3)

Comentários