6 01 Instalações Eletricas de Baixa Tensao (Apostila)

6 01 Instalações Eletricas de Baixa Tensao (Apostila)

(Parte 1 de 14)

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas

Instalações Elétricas – GEE025 INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO

ELABORADO POR: Paula Campos Fadul de Freitas

REVISÃO 1: Victor de Paula e Silva

REVISÃO 2: Mauro Guimarães

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas

Sumário

Sumário Lista de Figuras Lista de Tabelas Lista de Quadros Lista de Códigos Simbologia

1. Planejamento da instalação 1 1.1. O projeto e suas etapas 1 1.1.1. Análise inicial 1 1.1.2. Fornecimento de energia normal 1 1.1.3. Quantificação das instalações 2 1.1.4. Esquema básico da instalação 2 1.1.5. Escolha e dimensionamento dos componentes 3 1.1.6. Especificação e contagem dos componentes 3 1.2. Simbologia gráfica 3

2. Esquemas de aterramento 7

3. Pontos de utilização 9

3.1. Previsão de carga para iluminação 9 3.2. Marcação dos pontos de utilização 10 3.3. Potências típicas 1 3.4. Condicionadores de ar 12 3.5. Bombas 13 3.5.1. Potência do motor 13 3.5.2. Vazão 14 3.5.3. Altura total 14 3.5.4. Tubulação 15 3.5.5. Acréscimos de potência do motor 17 3.6. Elevadores 17 3.6.1. Capacidade de tráfego 17 3.6.2. População de um edifício 18 3.6.3. Intervalo de tráfego 19 3.6.4. População a ser transportada em 5 minutos 19

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas

3.6.5. Percurso 20 3.6.6. Paradas prováveis 20 3.6.7. Tempo total de viagem 20 3.6.8. Capacidade de transporte 21 3.6.9. Capacidade nominal de tráfego 21 3.6.10. Intervalo de tráfego real 21

4. Divisão dos circuitos da instalação 2

5. Linhas elétricas 23

5.1. Definição e aspectos básicos 23 5.2. Tipos de linhas recomendadas pela NBR 5410 23 5.3. Condutores elétricos 24

6. Quadro de distribuição 25

7. Dispositivos de proteção 27 7.1. Disjuntores de baixa tensão 27 7.2. Dispositivos à corrente diferencial-residual 29

8. Dimensionamento dos condutores 29 8.1. Dimensionamento do condutor fase 29 8.1.1. Seção mínima 30 8.1.2. Capacidade de condução de corrente 30 8.1.3. Queda de tensão 3 8.1.4. Sobrecarga 35 8.1.5. Curto-circuito 36 8.1.6. Choques elétricos por contatos indiretos 37 8.2. Dimensionamento do condutor neutro 39 8.3. Dimensionamento do condutor de proteção 41

9. Dimensionamento de eletrodutos 42 Anexos 4

Anexo A: Fornecimento de energia elétrica – Edificações individuais e edificações coletivas 45

A.1. Definições 48 A.2. Tensões de fornecimento 51 A.3. Limites de fornecimento 51 A.4. Tipo de fornecimento para unidades consumidoras individuais 52 A.4.1. Classificação das unidades consumidoras individuais 52 A.5. Tipo de fornecimento às unidades consumidoras coletivas 56 A.5.1. Classificação das unidades consumidoras coletivas 56 A.6. Determinação da carga instalada 59 A.7. Cálculo da demanda de Edificações individuais 60 A.8. Entrada de Serviço de Edificações individuais 64 A.9. Cálculo da demanda de Edificações coletivas 64 A.10. Entrada de Serviço de Edificações coletivas 68

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas

Anexo B: Comunicado técnico nº 2 – Alterações nas tabelas para dimensionamento dos padrões de entrada de baixa tensão de uso individual

Anexo C: Comunicado técnico nº 3 – Alterações nas tabelas para dimensionamento dos padrões de entrada de baixa tensão de uso coletivo

Referências bibliográficas 92

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas

Lista de Figuras 1.1 Simbologia – Quadro de distribuição

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas

Lista de Tabelas 1.1 Simbologia – Quadro de distribuição

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas vii

Lista de Quadros 1.1 Simbologia – Quadro de distribuição

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas viii

Símbolos e Siglas

Instalações Elétricas de Baixa Tensão

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Engenharia Elétrica GEE025 – Instalações Elétricas

1 Planejamento da Instalação

1.1 O projeto e suas etapas

Projetar uma instalação elétrica, para qualquer tipo de prédio ou local consiste essencialmente em selecionar, dimensionar e localizar, de maneira racional, os equipamentos e outros componentes necessários a fim de proporcionar, de modo seguro e efetivo, a transferência de energia da fonte até os pontos de utilização.

Convém lembrar que o projeto de instalações elétricas é apenas um dos vários projetos necessários à construção de um prédio e, assim, sua elaboração deve ser conduzida em perfeita harmonia com os demais projetos (arquitetura, estruturas, tubulações, etc.).

Passamos agora a enumerar as etapas que devem ser seguidas num projeto de instalações elétricas prediais, válidas em princípio, para qualquer tipo de prédio (industrial, residencial, comercial, etc.). A ordem indicada é a geralmente seguida pelos projetistas de empresas de engenharia. No entanto, é bom frisar que, em muitos casos, não só a ordem pode ser alterada, como também etapas podem ser suprimidas ou ainda duas ou mais etapas podem vir a ser uma única.

1.1.1 Análise inicial

(Parte 1 de 14)

Comentários