Slad Microbiologia Escarlatina e Cólera

Slad Microbiologia Escarlatina e Cólera

Escarlatina.

  • Escarlatina.

Escarlatina

  • Escarlatina

  • Febre Escarlatina

  •  

Escarlatina:

  • Escarlatina:

Parece rubéola, mas não é. Parece catapora também, e não é. Os sintomas são bem parecidos e, principalmente, as temidas manchas vermelhas pelo corpo causam confusão à primeira vista. A diferença das manchas de catapora em relação à escarlatina é que as primeiras são bolhas de água que vão ficando amareladas e formam uma crosta, enquanto as da escarlatina parecem uma lixa e coçam. Crianças e adolescentes são os principais alvos da escarlatina, que é uma doença infecciosa, causada pela bactéria estreptococo do grupo A. E é nessa época do ano, a primavera, em que mais acontecem casos da doença.

  • Parece rubéola, mas não é. Parece catapora também, e não é. Os sintomas são bem parecidos e, principalmente, as temidas manchas vermelhas pelo corpo causam confusão à primeira vista. A diferença das manchas de catapora em relação à escarlatina é que as primeiras são bolhas de água que vão ficando amareladas e formam uma crosta, enquanto as da escarlatina parecem uma lixa e coçam. Crianças e adolescentes são os principais alvos da escarlatina, que é uma doença infecciosa, causada pela bactéria estreptococo do grupo A. E é nessa época do ano, a primavera, em que mais acontecem casos da doença.

Após um período de incubação de 2-5 dias, a escarlatina inicia-se com febre elevada (39º-40º), dor nas faces durante a deglutição, cefaléias, náuseas, vômitos; o pulso tem a freqüência elevada, a pele está quente e seca. Após 48 horas, no máximo, aparece o característico exantema, que se inicia nas raízes dos membros, para depois se estender ao tronco, aos próprios membros e a partes do rosto.

  • Após um período de incubação de 2-5 dias, a escarlatina inicia-se com febre elevada (39º-40º), dor nas faces durante a deglutição, cefaléias, náuseas, vômitos; o pulso tem a freqüência elevada, a pele está quente e seca. Após 48 horas, no máximo, aparece o característico exantema, que se inicia nas raízes dos membros, para depois se estender ao tronco, aos próprios membros e a partes do rosto.

Cólera:

  • Cólera:

  • Uma doença transmissível, que atinge o intestino e é causada por um bacilo chamado vibrião colérico (vibro cholerae).

A mortalidade da doença:

  • A mortalidade da doença:

  • 50% Em casos graves quando a doença não é tratada,

  • 2% Com tratamento indicado depois dos primeiros sintomas .

  • Onde se esconde o bacilo:

  • O vibrião colérico se esconde

  • em água doce, do rio, por duas

  • semanas , no mínimo.

  • Na água do mar, o bacilo

  • permanece vivo durante um ano.

  • Em superfície de frutas, legumes

  • e verduras cruas e em alimentos

  • congelados,vive por duas semanas.

Cólera:

  • Cólera:

Vítimas de cólera em hospital de Monróvia (Libéria) :

  • Vítimas de cólera em hospital de Monróvia (Libéria) :

Segundo o ministro da Saúde, a doença também se alastra pelo país porque a população "não tem estado a colaborar" com as autoridades para o cumprimento das diretrizes de higiene e saneamento básico.

  • Segundo o ministro da Saúde, a doença também se alastra pelo país porque a população "não tem estado a colaborar" com as autoridades para o cumprimento das diretrizes de higiene e saneamento básico.

  • Vibrio cholerae:

Atenção! Mesmo a água transparente, que parece limpa, poderá trazer doenças porque dentro da água se podem encontrar microrganismos, ainda que os nossos olhos não os consigam ver.

  • Atenção! Mesmo a água transparente, que parece limpa, poderá trazer doenças porque dentro da água se podem encontrar microrganismos, ainda que os nossos olhos não os consigam ver.

Ácido graxo inibe proteína que atua prevenindo a infecção da cólera.

  • Ácido graxo inibe proteína que atua prevenindo a infecção da cólera.

Comentários