Temas de DDS

Temas de DDS

(Parte 9 de 14)

- Tentativa de ser o forte, ou seja, levantar pesos acima da capacidade da pessoa;

- Escorregões quando transportando objetos ou operando ferramentas;

- Giro do corpo nos calcanhares quando se levanta ou carrega objetos;

- Posição de trabalho incorreto e freqüente.

A maioria de vocês já sabem como levantar do chão um peso corretamente? Todos nós temos limitações quando temos de levantar um peso, pois nosso organismo não foi moldado como levantador e transportador de cargas. Se um objeto pesa acima de 40 kg, solicite ajuda de um guincho para içá-lo. Para transportá-lo solicite a presença de um equipamento apropriado. Sua condição física, constituição e estrutura orgânica tem muito a ver com sua capacidade de levantar e transportar objetos pesados. Não faça mais do que dá conta.

Em locais onde o terreno é irregular o risco ainda é maior. Solicite ajuda aos companheiros. Nunca gire o corpo ao levantar ou transportar objetos pesados, mude a posição dos pés.

Sua coluna e músculos não foram preparados para suportar pressão ou tensão superior a determinados limites característicos de cada um.

Diálogo Diário de Segurança - D D S

Segurança do Trabalho

MANUSEIO DE CARGAS COM SEGURANÇA

Mesmo com o auxilio mecânico para o levantamento de cargas, encontramos certas coisas que precisam ser feitas manualmente. Para evitar distensões de mau jeito nas costas, temos que fazê-lo corretamente. Isto já foi dito várias vezes, porém ainda ocorre muita lesão por levantamento de pesos.

Consideremos algumas coisas que temos de levantar manualmente. O que pesa mais? O que é mais difícil de manusear? Pense nisso enquanto falamos nos principais pontos sobre levantamento de peso com segurança. A proteção das mãos é de máxima importância. Ao levantar materiais com bordas cortantes ou superfície áspera, use luvas para proteger suas mãos. Devemos evitar o pinçamento de dedos e cortes nas mãos.

Mesmo que você esteja usando luvas, deve certificar-se de que suas mãos não correm riscos, não podem ser atingidas por alguma projeção no momento do levantadlevantamento, e que a mesma não atingirá os pés.

A firmeza dos pés é essencial para se tentar levantar um objeto de qualquer peso substancial. Muitas

distensões resultam da perda do equilíbrio. Com isso o peso da carga é lançado sobre os músculos das costas.

A posição dos pés determina se você está ou não bem equilibrado. Eles devem estar ligeiramente separados um do outro. Dobrar os joelhos para levantar o peso com os músculos da perna é o requisito básico de segurança.

Se estiver pegando uma caixa, posicione-a em diagonal pegando pelos cantos opostos. A coluna deve ficar quase reta. Se encurvar a coluna em demasia poderá ocorrer lesões graves na coluna vertebral. Lembre-se que a coluna é composta de pequenas vértebras intercaladas com um disco gelatinoso. A compressão então deve ser no sentido vertical.

Após levantada a carga, mantenha próxima ao corpo para evitar esforços nos músculos dos braços e manter o equilíbrio da pessoa. Antes de levantar deve ser feita uma avaliação para ter certeza de que, ao erguê-la poderá traze-la próxima ao seu corpo.

Levantar lentamente é outra recomendação básica de segurança. Coloque lentamente sua força no levantamento. Levante lentamente esticando suas pernas, mantendo as costas retas e a caixa próxima ao corpo. Se a carga for muito pesada, logo no início você poderá retornar a carga para a posição original. Peça ajuda quando precisar e não hesite em fazer isto. Apresentamos a seguir alguns conselhos:

- Dimensione a carga primeiro, não tente ser o mais forte. Na dúvida peça auxílio;

- Certifique-se de que está com os pés firmes no chão e verifique os desníveis do local, se existir;

- Mantenha os pés ligeiramente separados, uns 30 centímetros um do outro;

- Coloque seus pés próximo à base do objeto. Isto é importante porque evita colocar toda a carga sobre os músculos das costas;

- Dobre seus joelhos, mantendo suas costas retas e o mais vertical possível.

As botas de segurança com biqueira de aço previnem possíveis acidentes com projeções de objetos sobre os pés Levantamento de cargas representam muitos problemas no trabalho em relação a acidentes típicos ou problemas relacionados com a saúde do empregado.

Assim sendo, procure utilizar a força dos músculos das pernas e braços, pois costas não possuem músculos para essa finalidade.

Diálogo Diário de Segurança - D D S

Segurança do Trabalho

CARRINHOS DE MÃO

Todos aqui conhecem um carrinho de mão. Eles se parecem um com o outro. Uma rodinha de pneu, a caçamba e duas barras de segurá-lo. Pode haver apenas uma grande diferença no jeito que cada um executa um trabalho com segurança.

As pessoas que utilizam esses carrinhos de mão os conhecem muito bem e sabem quais os trabalhos que podem executar. Isto é importante para uma utilização segura. Já vimos carrinhos carregados com caixas empilhadas tão alto que a caixa do topo fica na altura do peito.

O tempo perdido tentando equilibrar esta carga prova que uma carga menor é mais segura e melhor para se executar a tarefa. Os ferimentos mais comuns entre aqueles trabalhadores que utilizam este tipo de carrinho, envolve as mãos e os pés. Assim sendo, use luvas para proteger as mãos. Se algum de vocês já teve o dedão do pé atropelado por um carrinho, sabe bem a importância de usar as botas de segurança.

Não tente impedir o movimento do carrinho usando os pés. Isto acabará mais tarde com uma lesão Existem certos procedimentos que deve ser seguido para os utilitários destes carrinhos:

- mantenha a carga mais baixa possível;

- coloque primeiro os objetos pesados, depois os mais leves;

- coloque a carga de modo que o peso concentre no eixo;

- não obstrua sua visão com cargas altas;

- ao levantar o carrinho, faça força com os braços e pernas e não com as costas;

- o carrinho é que deve transpolar a carga, você só empurra e equilibra;

- nunca ande para trás com carrinho carregado;

- quando descer uma rampa, mantenha o carrinho virado para frente, quando subir inverta a posição;

- os carrinhos de mão não devem ser usados em rampas acima de 5%.

Ao final do expediente o mesmo deve ser mantido numa posição tal que os cabos não venham a oferecer riscos de choques por pessoas.

Diálogo Diário de Segurança - D D S

Segurança do Trabalho

EMPILHADEIRAS - AS MULAS DE CARGA DO TRABALHO

As empilhadeiras, verdadeiras mulas de carga da indústria, estão se tomando rapidamente bestas perigosas.

Anualmente, milhares de ferimentos com afastamento estão relacionados com as empilhadeiras. Desde quem foram introduzidas nos locais de trabalho elas são responsáveis pelo aumento do índice de acidentes tirais de 400%. O aumento alarmante de operação insegura de empilhadeiras foi relatado num estudo recente. Eis aqui algumas das conclusões desse estudo:

- Mais da metade - 52% - dos fermentos no período estudado envolveu empilhadeiras móveis, 19% envolveram empilhadeiras sendo operadas em veículos estacionados e em 19% dos casos a empilhadeira estava parada;

- Quase a metade - 45% - dos ferimentos foram sofridos por empregados trabalhando ou caminhando em áreas onde as empilhadeiras estavam sendo operadas;

- Cerca de 15% dos ferimentos foram causados em trabalhadores regularmente designados para tarefas próximas das empilhadeiras;

- Os ferimentos mais típicos - 22% - envolviam escoriações e contusões nas pernas, pés;

- Esmagamentos foram os ferimentos mais comuns associados com elevação ou abaixamento dos garfos das empilhadeiras;

- Os acidentes fatais que houveram, foram provocados principalmente por quedas de cargas, tombamento.

A maior parte destes acidentes poderia ter sido evitada se as regras de segurança abaixo fossem seguidas:

- Não levante a carga com a empilhadeira em movimento;

- Não transporte a carga com o garfo totalmente levantado;

- Dirija cuidadosamente e lentamente nas esquinas e sinalize com a buzina nos cruzamentos;

- Verifique se as plataformas usadas para acesso a caminhões ou vagões tem a largura e a resistência necessárias para suportar a empilhadeira;

- Evite paradas súbitas;

- Não transporte passageiros de carona;

- Observe os espaços acima e o giro da extremidade traseira;

- Para melhor visão, dê ré ao transportar cargas grandes, mas fique virado para a direção do deslocamento;

- Transporte carga somente em conformidade com a capacidade nominal da empilhadeira;

- Levante a carga com o mastro vertical ou ligeiramente inclinado para trás;

- Não transporte cargas ou pilhas instáveis. Certifique que as cargas estejam posicionadas uniformemente nos garfos e observe o equilíbrio adequado;

- Abaixe as cargas lentamente e abaixe o suporte de carga totalmente quando a empilhadeira for estacionada.

A operação segura das empilhadeiras pode torná-las as verdadeiras mulas de cargas confiáveis, ao invés de bestas perigosas no seu local de trabalho.

Diálogo Diário de Segurança - D D S

Segurança do Trabalho

(Parte 9 de 14)

Comentários