ECIV 059 - Estruturas de Aço - Tração

ECIV 059 - Estruturas de Aço - Tração

(Parte 1 de 4)

ECIV 059 -Estruturasde Aço Prof. Luciano Barbosa dos Santos (lbsantos@ctec.ufal.br)

Assunto: Barras submetidasà forçaaxial de tração

Introdução

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

Introdução

Necessidade de estratégias para avaliar o comportamento

Região de aplicação da carga Região dos apoios

Regiões afastadas dos apoios e dos pontos de aplicação de carga

Aplicação direta da Mecânica dos Sólidos

Apresentam comportamentos complicados

Apresentam comportamentos simples

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

Distribuiçãode TensõesaoLongo da Barra Furopara colocaçãode parafuso/ SeçãoLíquida

Regiãoafastadados furos/ SeçãoBruta F

Seção Bruta (Ag) Tensão Uniforme

Seção Líquida (An) Tensão Variável

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

Formasde Colapso Escoamento da Seção Bruta Ruptura da Seção Líquida

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

Atenção O colapso ocorrerá na região que apresentar menor resistência.

Formasde Colapso

fy fu

Escoamento da Seção Bruta

Provoca deslocamentos exagerados na barra e na estrutura

Ruptura da Seção Líquida

Provocaa divisãoda barraemduaspartes, o que pode implicar em movimento de corpo rígido da estruturaoude parte dela

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

Recorrendoà Mecânicados Sólidos

fu n u A

N f unu fAN

Carga de Colapso (Ruptura da Seção Líquida)

y A

N f ygy fAN

Carga de Colapso (Escoamento da Seção Bruta)

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

O Conceito de Área Líquida b Chapa com furos alinhados t df

b df fgn A tdAA fgn

Seção transversal a considerar

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

O Conceito de Área Líquida

Universidade Federal de Alagoas Curso de Engenharia Civil

Chapa com furos alinhados1

APR 9 2004

2:07:42VOLUMES TYPE NUM

APR 9 2004

2:10:20VOLUMES TYPE NUM tdAA fgn

4 2 O sinal é positivo porque o percurso percorrido pela linha de ruptura é maior quando os furos estão desalinhados.

Parcela que leva em consideração a existência de furos desalinhados na linha ruptura da seção transversal.

APR 9 2004

2:38:07VOLUMES TYPE NUM

(Parte 1 de 4)

Comentários