Relatorio Destilação Simples Andrey Henrique CORRETO

Relatorio Destilação Simples Andrey Henrique CORRETO

(Parte 1 de 2)

CRICIÚMA, SETEMBRO DE 2010

Relatório apresentado ao Curso de Farmácia da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC, solicitado na disciplina de Química Experimental, pelo Profo Elton Mendes.

CRICIÚMA, SETEMBRO DE 2010

1 INTRODUÇÃO4
2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA5
2.1 O processo de destilação5
2.2 Lei de Raoult5
2.3 Destilação simples6
3 OBJETIVO GERAL8
4 MATERIAIS E MÉTODOS9
4.1 Materiais e reagentes9
4.2 Procedimentos experimentais9
5 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS1
6 CONSIDERAÇÕES FINAIS12

1 INTRODUÇÃO

Destilação é o processo de separação dos componentes de uma mistura por meio de ebulição seguida da condensação do vapor. Os componentes vaporizam e condensam em diferentes temperaturas, o que permite que sejam separados uns dos outros. Neste trabalho será descrito o roteiro para o procedimento experimental de Destilação Simples.

2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

2.1 O processo de destilação

O processo de destilação é a técnica mais utilizada e mais importante para a separação de líquidos (MARAMBIO,2007). É muito utilizada para separar dois ou mais líquidos que tenham pontos de ebulição diferentes, ou impurezas não voláteis presentes na solução. Em outras palavras, trata-se da evaporação de um líquido mais volátil seguido do esfriamento do vapor para promover sua condensação em outro recipiente.

As misturas de líquidos se dividem segundo sua solubilidade em:

• Líquidos imiscíveis: não se misturam de maneira nenhuma e apresentam duas fases quando em contato.

• Parcialmente miscíveis: apresentam uma solubilidade mútua limitada.

• Completamente miscíveis: formam uma mistura homogênea em qualquer proporção.

Entretando, apenas os líquidos completamente miscíveis podem ser separados por meio da destilação.

2.2 Lei de Raoult

Quando se aquece uma solução com dois ou mais componentes,a ebulição começa quando a pressão de vapor total da solução se iguala a pressão atmosférica.

Segundo a Lei de Raoult,a pressão parcial de cada componente em uma mistura é igual ao produto da pressão total da mistura e da fração molar dela na solução.

Então, através da lei de Raoult, MARAMBIO(2007) relaciona as seguintes afirmações com o processo de destilação:

• O ponto de ebulição de uma mistura ideal,depende dos pontos de ebulição de seus componentes e de suas proporçoes dentro da mistura(fração molar).

• Em uma mistura ideal de dois componentes,o ponto de ebulição da mistura em qualquer composição está compreendida entre os pontos de ebulição das susbtancias puras presentes.

• O vapor produzido será sempre composto pelo componente de ponto de ebulição mais baixo do que o líquido com o qual está em equilíbrio.

Baseado nas afirmaçoes da Lei de Raoult, a figura 1 mostra que para separar uma mistura de compstos voláteis por destilação, é necessário que se tenha uma diferença considerável entre os pontos de ebulição dos componentes. A figura trata-se de um diagrama de temperetura de ebulição e composição,em equilíbrio e à pressão constante.

Figura 1:Diagrama da Lei de Raoult para uma mistura de dois líquidos.(Mrambio,2007)

2.3 Destilação simples

Em geral,o procedimento de destilação simples é utilizado para separar duas substâncias em que uma delas apenas é volátil. Para substancias que tenham uma difereça de ponto de ebulição em torno de 20°C - 30°C, repete-se o procedimento até obter a pureza desejada.

Neste procedimento,o líquido começa a ferver em um balão e o vapor gerado ascende em direção ao condensador anexado ao conjunto, onde será resfriado em o condensado começará a escorrer no erlenmeyer.

Um termômetro acomplado na entrada do condensador permite acompanhar a temperatura e interromper o aquecimento caso ultrapasse o limite permitido, que fará destilar o líquido de fundo (menos volátil), já que este tem o ponto de ebuliçao mais alto. É importante que se mantenha uma gota do líquido no bulbo do termômetro durante a destilação, e que se proceda o processo de forma lenta e initerrupta.

É necessário também neste processo, que se adicione no balão de destilação pequenas esferas de vidro apropriadas para este processo. Elas evitam que a fervura ocorra a temperaturas mais elevadas que o ponto de ebulição.

7 O liquido de fundo, então fica retido no balão de destilação.

Figura 2 - :Desenho de sistema de destilação simples(DOMINGUINI,2010).

3 OBJETIVO GERAL

Aplicar a técnica de destilação simples como método de purificação de compostos orgânicos em uma amostra de vinho tinto, a fim de separar o alcool presente na mistura.

4 MATERIAIS E MÉTODOS

No desenvolvimento deste procedimento experimental, foram usados os métodos, materiais e equipamentos descritos abaixo.

4.1 MATERIAIS E REAGENTES

• Suporte universal • Garras

• Balão

• Manta térmica

• Pipeta

• Pipetador

• Pérolas de ebulição

• Conexões para destilação

• Condensador de Leibig

• Erlenmeyer

• Vinho tinto.

4.2 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS

Para montagem do conjunto de destilação, os procedimentos abaixo foram adotados na sequência apresentada.

• Fixar o balão ao suporte universal tendo sido apoiado em uma manta de aquecimento.

• Medir 150 mL de amostra de vinho e introduzir no balão, contendo 4 a 5 pérolas de ebulição.

• Na parte superior do balão fixar um termômetro, cuidando para que o bulbo fique rente a saída lateral.

• Na abertura lateral do tubo, anexar o condensador de Liebig;

(Parte 1 de 2)

Comentários