fertilização ASSISTIDA

fertilização ASSISTIDA

O que é a reprodução assistida??

  • Reprodução Assistida é um conjunto de técnicas que auxiliam o processo de reprodução humana dando oportunidade aos casais que não conseguem ter filhos.

Reprodução Assistida

  • Os estudos e pesquisas sobre a FERTIZAÇÃO ASSISTIDA

começou desde 1791,com o Inglês Hunter.

  • Em 1961, o Bioquímico italiano Daniel Petrucci e Cols

conseguiram realizar a primeira fertilização extracorporal

De um óvulo humano e deixá-lo vivo por 29 dias.

Um pouco de história…

  • No dia 25 de julho de 1978 nascia, por cesariana, Louise Brown, o primeiro bebê-proveta. A sua mãe, Lesley Brown, tentara durante nove anos engravidar, mas uma malformação na trompa de Falópio impedia-a  de procriar.

  • No dia 7 de outubro de 1984, nasceu Anna Paula Caldeira, o primeiro bebê de proveta do Brasil e da América Latina. A mãe, Ilza Caldeira, tinha peritonite, que a impedia de engravidar.

  • Entre 1978 e 2005, calcula-se que tenham nascido em todo mundo, graças a técnica, mais de 300.000 crianças.

Métodos de Fertilização

Métodos de fertilização Assistida

  • Inseminação Artificial - recolhe-se o sêmen na ejaculação e os melhores espermatozóides são concentrados e levados ao tubo de ensaio. E no momento mais próximo da ovulação, esse sêmen é depositado na vagina com o auxílio de um cateter.

  • Fertilização in vitro - Retirada de um ou mais óvulos da mulher, onde se adiciona os espermatozóides do marido. Se houver fertilização, os pré-embriões resultantes entre 48 a 72h são transferidos para o útero com o uso de um cateter. Dando início a uma gravidez normal.

  •  

  •  

REPRODUÇÃO ASSISTIDA: A BASE DEONTOLÓGICA

  • Não há normatização legislativa sobre o assunto. A Resolução CFM nº 1.358/92 é a referência deontológica sobre o assunto:

    • Necessidade de vínculo matrimonial:
      • A Resolução exige para a sua aplicação a concordância livre e consciente em documento de consentimento informado, e a anuência formal do cônjuge ou companheiro.
    • Seleção do sexo do bebê:
      • Proibida, exceto quando se trate de evitar doenças genéticas ligadas ao sexo.

Diagnóstico genético in vitro:

    • Diagnóstico genético in vitro:
      • Podem ser utilizadas no diagnóstico e tratamento de doenças hereditárias e genéticas, quando indicadas e com garantias de sucesso.
    • A gravidez de substituição
      • Permite desde que exista impedimento físico ou clínico para que a mulher, doadora genética, possa levar a termo uma gravidez.
      • Em conformidade com a tendência internacional, restringe a receptora biológica ao ambiente familiar, permitindo que a gestação aconteça dentro da família, criando os laços de afetividade necessários para o desenvolvimento saudável da criança.
      • Impede qualquer caráter lucrativo ou comercial na relação estabelecida.

Nenhuma relação de filiação se reconhece entre doador de gameta e o filho assim gerado, resguardado o anonimato dos envolvidos, salvo se houver interesse terapêutico.

  • Nenhuma relação de filiação se reconhece entre doador de gameta e o filho assim gerado, resguardado o anonimato dos envolvidos, salvo se houver interesse terapêutico.

Discussões éticas

Problemas Éticos

  • É legítimo manipular formas de vida humana ainda que estas não tenham nascido?

  • Deve realizar-se uma fecundação estritamente "artificial" quando a natureza não o permitiu?

  • No caso de uma inseminação com esperma de um doador anônimo: o doador não tem nenhuma responsabilidade sobre o seu filho genético? Não tem o direito de reclamar os seus direitos de paternidade ?

Problemas Éticos

  • Um filho não tem o direito de saber quem é o seu pai e herdar do seu progenitor?

  • É legítimo que uma mulher leve dentro da sua barriga o filho de outras pessoas?

  • O que é família?

Problemas Éticos

  • Status do embrião

    • Congelamento
    • Danos potenciais

  • Multiplicidade de participantes

    • Perda da privacidade/intimidade

  • Disputas de linhagens

    • Doador não identificado/anônimo/não identificável
    • Identificação dos participantes

  • Maternidade substitutiva

    • Vínculo comercial
    • Vínculo familiar

Problemas Éticos

  • Reprodução além da idade reprodutiva

  • Reprodução além da vida de um dos pais

    • Orfandade programada

  • Potencial eugênico

    • Seleção de embriões por sexo
    • Seleção por características imunológicas

  • Repercussões psicológicas e sociais tardias

Avó barriga de aluguel dará à luz gêmeos para a filha

Avó 'barriga de aluguel' fez um pré-natal rigoroso pelo risco de hipertensão e diabetes. Filha diz que foi difícil fazer o pedido à mãe. 15/11/2007

Comentários