Apostila Informatica Cap 1 Noções Básicas

Apostila Informatica Cap 1 Noções Básicas

(Parte 1 de 4)

Capítulo 1

Noções básicas sobre hardware de PCs

Primeiro contato com hardware de PCs

Entender hardware a fundo é uma tarefa árdua. São tantos detalhes que o aprendizado pode se tornar bastante difícil. Vamos então facilitar as coisas, apresentando neste capítulo, noções básicas sobre hardware de PCs. De posse dessas noções, você poderá aprofundar com mais facilidade seus conhecimentos nos capítulos seguintes.

PC significa “Personal Computer”, ou “Computador pessoal”. Os computadores que hoje são chamados de PCs são derivados do IBM PC, criado no início dos anos 80. Os PCs modernos não são mais exclusividade de um pequeno grupo de grandes fabricantes. Como todas as peças que formam um PC são encontradas com facilidade no comércio, qualquer pequena loja pode ser produtora de PCs. Muitos usuários também constroem seus próprios PCs, bastando que tenham conhecimento técnico para tal.

Processador

O processador é o componente eletrônico responsável por executar os programas. Quanto mais rápido é o processador, mais rápida será a execução dos programas. Alguns exemplos de processadores são: Pentium 4, Pentium I, Celeron, K6-2, Athlon e Duron. Os dois principais fabricantes de processadores para PCs são a Intel e a AMD. A cada ano são lançados novos modelos de processadores, cada vez mais velozes.

x-2Hardware Total

Figura 1.1 Exemplo de processador.

RAM é a principal memória na qual são executados os programas e processados os dados. Programas e dados residem no disco rígido, mas eles precisam antes ser copiados para a memória RAM para que o processador possa trabalhar com eles. A quantidade de memória de um PC é medida em megabytes (MB). 1 MB equivale a cerca de 1 milhão de bytes. 1 byte, por sua vez, é a unidade de memória capaz de armazenar, por exemplo, uma letra. PCs modernos possuem 64 MB, 128 MB ou mais. PCs antigos tinham menores quantidades de memória.

Figura 1.2

Módulo de memória.

Disco rígido

Assim como a memória RAM, o disco rígido armazena programas e dados, porém existem algumas diferenças. O disco rígido tem uma capacidade

Capítulo x - x-3 milhares de vezes maior que a RAM. Seus dados não são perdidos quando o computador é desligado, coisa que acontece com a RAM. A memória RAM é muito mais rápida, e é necessário que os programas e dados sejam copiados para ela para que o processador possa acessá-los. Já o disco rígido armazena de forma permanente todos os programas e dados existentes no computador.

Figura 1.3 Disco rígido

Placa mãe

Também chamada de “Placa de CPU”, é a placa de circuito mais importante de um PC. Nela ficam localizados o processador, a memória RAM e outros circuitos de grande importância. Existem placas de CPU de várias marcas e modelos, com preços e qualidades diferentes. Uma placa de CPU de baixa qualidade coloca a perder toda a confiabilidade do computador. Em geral quem vende PCs afirma que “todas as placas são boas”, mas quem trabalha co manutenção conhece bem a verdade. Placas de segunda linha são bastante problemáticas, fontes de dores de cabeça para os usuários e para os técnicos que têm que consertar computadores.

x-4Hardware Total

Exemplo de placa de CPU.

Placa de vídeo

É uma placa responsável por gerar as imagens que aparecem na tela do monitor. Hoje em dia existem muitas placas de CPU que possuem embutidos os circuitos de vídeo (vídeo onboard). Esses PCs portanto dispensam o uso de uma placa de vídeo. Normalmente as placas de vídeo avulsas apresentam desempenho maior que o oferecido pelo vídeo onboard. Quando um PC vai ser usado para aplicações gráficas profissionais, jogos ou qualquer tipo de programa que gere imagens complexas, é preciso usar uma placa de vídeo de bom desempenho. Já os PCs para aplicações simples, como edição de texto e acesso à Internet, podem funcionar bem com sistemas de vídeo de baixo desempenho, sem comprometer a sua funcionalidade.

Capítulo x - x-5

Figura 1.5 Placa de vídeo.

Modem

O modem é um dispositivo que permite que o computador transmita e receba dados de outros computadores, através de uma linha telefônica. Sua principal aplicação é o acesso à Internet. Existem tipos especiais de modems capazes de operar com outros meios de transmissão que não sejam linhas telefônicas. Por exemplo, os chamados cable modems transmitem e recebem dados pelos mesmos condutores utilizados pela TV a cabo.

Figura 1.6 Modem.

Drive de disquetes

É uma unidade de armazenamento de dados que trabalha com disquetes comuns, cuja capacidade é de 1.4 MB. São considerados obsoletos para os padrões atuais, devido à sua baixa capacidade de armazenamento. A vantagem é que todos os PCs possuem drives de disquetes, portanto são uma boa forma para transportar dados, desde que ocupem menos que 1.4 MB.

x-6Hardware Total

Em um futuro próximo, possivelmente os PCs deixarão de utilizar esses drives, e passarão a ser equipados com novos modelos de maior capacidade.

Figura 1.7 Drive de disquetes.

Drive de CD-ROM

O drive de CD-ROM permite usar discos CD-ROM. É bastante barato, mas não permite gravar dados. Existem entretanto modelos (chamados drives de CD-RW) que permitem gravações. Praticamente todos os PCs atuais são equipados com um drive de CD-ROM.

Figura 1.8 Drive de CD-ROM.

Placa de som

É uma placa responsável por captar e gerar sons. Todos os PCs atuais utilizam sons, portanto a placa de som é obrigatória. Existem muitas placas de CPU com “som onboard”, que dispensam o uso de uma placa de som.

Capítulo x - x-7

Figura 1.9 Placa de som.

Placa de rede

Esta placa permite que PCs próximos possam trocar dados entre si, através de um cabo apropriado. Ao serem conectados desta forma, dizemos que os PCs formam uma rede local (LAN, ou Local Area Network). Isto permite enviar mensagens entre os PCs, compartilhar dados e impressoras.

Figura 1.10 Placa de rede.

Monitor

Contém a “tela” do computador. A maioria dos monitores utiliza a tecnologia TRC (tubo de raios catódicos), a mesma usada nos televisores. Existem também os monitores de cristal líquido (LCD) nos quais a tela se assemelha à de um computador portátil (notebook).

x-8Hardware Total Figura 1.1

Monitor.

Gabinete

É a caixa externa do computador. No gabinete são montados todos os dispositivos internos, como placa de CPU, placa de vídeo, placa de som, drive de disquetes, drive de CD-ROM, disco rígido, etc. Os gabinetes possuem ainda no seu interior a fonte de alimentação. É uma caixa metálica com circuitos que recebem a tensão da rede elétrica (110 ou 220 volts) e geram as tensões em corrente contínua necessárias ao funcionamento do computador.

Gabinete.

Teclado

(Parte 1 de 4)

Comentários