Humanização dos espaços de saúde

Humanização dos espaços de saúde

(Parte 1 de 7)

HUMANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DE SAÚDE: Contribuições para a Arquitetura na Avaliação da Qualidade do Atendimento

Maria Paula Zambrano Fontes

Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pósgraduação em Arquitetura, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Doutor em Ciências em Arquitetura.

Orientadores:

Prof. Orientador: Mauro César de Oliveira Santos, Dr. Profa. Co-Orientadora: Ivani Bursztyn, Dra.

Rio de Janeiro Abril / 2007

HUMANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DE SAÚDE: Contribuições para a Arquitetura na Avaliação da Qualidade do Atendimento

Maria Paula Zambrano Fontes

Orientadores:

Prof. Orientador: Mauro César de Oliveira Santos, Dr. Profa. Co-Orientadora: Ivani Bursztyn, Dra.

Tese de Doutorado submetida ao Programa de Pós-graduação em Arquitetura, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Doutor em Ciências em Arquitetura.

Aprovada por:

_ Prof. Mauro César de Oliveira Santos, Dr. (Orientador) PROARQ/FAU/UFRJ

_ Profa. Ivani Bursztyn, Dra. (Co-orientadora) PROARQ/FAU/UFRJ e NESC/FM/UFRJ

_ Prof. Luiz Fernando Rangel Tura, Dr. NESC/FM/UFRJ

_ Prof. Guilherme Lassance, Dr. PROARQ/FAU/UFRJ

_ Profa. Luisa Pessôa, Dra. ENSP/FIOCRUZ

Rio de Janeiro/RJ – Brasil Abril de 2007

FONTES, Maria Paula Zambrano

HUMANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DE SAÚDE: Contribuições para a Arquitetura na

1. Arquitetura. 2. Saúde. 3. Humanização. 4. Representações Sociais

Avaliação da Qualidade do Atendimento / Maria Paula Zambrano Fontes. Rio de Janeiro: UFRJ/FAU/PROARQ, 2007. xi, 282 f.: il; 29,7 cm. Orientador: Mauro César de Oliveira Santos, Dr. Co-Orientadora: Ivani Bursztyn, Dra. Tese (doutorado) – UFRJ/PROARQ/Programa de Pós-graduação em Arquitetura, 2006 Referências Bibliográficas: f. 140-154 5. Tese (Doutorado – UFRJ/FAU/PROARQ). I. Santos, Mauro César de Oliveira. I. Bursztyn, Ivani. II. UFRJ/FAU/PROARQ. IV. Título.

iv Dedico este trabalho a Alexandre e Erica

A Alexandre e Erica por todo o incentivo, compreensão e participação;

À minha irmã Letícia, pela cumplicidade e pelo exemplo de determinação;

À minha família: Mônica, Renato, Anna Maria, Silas (in memoriam) e Zulmira, Lucila, Helder, Ricardo, Christian, José Renato, Luiz Guilherme e Maria Clara;

Aos Professores orientadores, Mauro Santos e Ivani Bursztyn, pela confiança no meu trabalho e por todo o aprendizado que me proporcionaram neste seis anos de convivência;

Aos Professores membros da banca,

Luiz Fernando Tura, por sua imprescindível, generosa e precisa orientação no campo da metodologia, desde o mestrado;

Guilherme Lassance, pela sensibilidade e habilidade com que me ajudou a identificar e fundamentar os caminhos deste estudo no campo da teoria da arquitetura;

Luisa Pessôa, pelo entusiasmo contagiante com que milita em favor da consolidação e da valorização do trabalho do arquiteto no campo da saúde;

Mônica Salgado, pela amizade e pelos conhecimentos transmitidos com tanta dedicação, Gustavo Abdalla, pela gentileza em acolher este trabalho em sua reta final;

À Assessoria de Engenharia e Obras da SMS, às diretorias, aos profissionais e aos usuários das Instituições pesquisadas;

Aos amigos tão especiais,

Luiz Augusto Reis Alves e Virgínia Vasconcellos, pelo companheirismo e disponibilidade, fundamentais durante toda esta jornada;

Aos amigos dos grupos de pesquisa Espaço Saúde e LabHab: Elza Costeira, Gabriela Dalmasso,

Carla Bergan, Gustavo Guimarães, Renata Couto, Bianca Justo, Maíra Marcondes, Luciana

Medeiros, Érika Freitas, Luciane Lopes, Vanessa Duarte, Flávia Benevides, Luciana Viração,

Ana Paula Uehara, Gabriella Maria, Helga Santos, Ana Carolina Martins, Miriam Chugar,

Ubiratan de Souza e Diogo Caprio, pela agradável convivência, sempre capaz de tornar o trabalho um prazer;

À Maria da Guia, Dionísio e Rita pela amizade e pelo sempre pronto auxílio; À FAPERJ, pelo apoio financeiro ao desenvolvimento das pesquisas, desde o mestrado.

vi

HUMANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DE SAÚDE: Contribuições para a Arquitetura na Avaliação da Qualidade do Atendimento

Maria Paula Zambrano Fontes

Orientadores:

Prof. Orientador: Mauro César de Oliveira Santos, Dr. Profa. Co-Orientadora: Ivani Bursztyn, Dra.

comprometidas com o nosso contexto assistencial

Nos últimos 30 anos intensificaram-se os questionamentos dos métodos e práticas da assistência à saúde, gerando novas abordagens que incorporam o conceito de humanização. Constatamos que o potencial de contribuição da arquitetura neste processo é ainda pouco explorado em nosso país, geralmente restringindo-se a adequações posteriores às definições estratégicas dos programas e políticas, o que leva à produção de soluções improvisadas e muitas vezes restritas à realização de pequenas intervenções, sobreposição de acessórios e decoração. Partindo do pressuposto de que a teoria arquitetônica e a competência dos arquitetos podem enriquecer a abordagem da humanização na saúde, esta tese trata da relação entre a arquitetura e a humanização nos estabelecimentos de assistência à saúde. Seu principal objetivo foi identificar os sentidos atribuídos ao conceito de humanização, correlacionando-os com o ambiente físico, visando corroborar a promoção da saúde e a qualidade de vida. Contando com o aporte metodológico da Teoria das Representações Sociais para a realização de quatro estudos de caso em instituições da rede municipal do Rio de Janeiro, a pesquisa investiu no conhecimento do senso comum, gerando um consistente banco de dados capaz de fomentar propostas mais Palavras-chave: Arquitetura; Saúde; Humanização; Representações Sociais vii

HEALTH SPACES HUMANIZATION: Contributions to Architecture in the Evaluation of Healthcare Quality

Maria Paula Zambrano Fontes

Orientadores:

Prof. Orientador: Mauro César de Oliveira Santos, Dr. Profa. Co-Orientadora: Ivani Bursztyn, Dra.

(Parte 1 de 7)

Comentários