Gesso na Construção Civil

Gesso na Construção Civil

(Parte 1 de 4)

Gesso na Construção Civil

Prof. Fred Rodrigues Barbosa

Definição

Gesso é o termo genérico de uma família de aglomerantes simples, constituídos basicamente de sulfatos mais ou menos hidratados e anidros de cálcio; são obtidos pela calcinação da gipsita natural, constituída de sulfato biidratado de cálcio geralmente acompanhado de uma certa proporção de impurezas, como sílica, alumina, óxido de ferro, carbonatos de cálcio e magnésio.

O que é?

• Pó branco • predominantemente

–Ca2SO4.0,5H2O (semi-hidratado) OU –hemidrato

• pacotes 1kg

Definição

A gipsita é um mineral abundante na natureza e como tal existem jazidas espalhadas por muitos países do mundo.

Quimicamente é um sulfato de cálcio hidratado cuja fórmula é

Tem a composição estequiométrica média de: 32,5% de CaO,

O que é?

Composição Composição teórica dos sulfatos.

Fonte: JOHN; CINCOTTO (2007)

Fabricação

GIPSITA (Ca2SO4.2H2O)

GESSO (Ca2SO4.xH2O)

Reações Químicas - Fabricação Fases: britagem da pedra, trituração e queima. Cozimento industrial feito a baixa temperatura

Temperaturas de 100 a 300ºC

Denominações: Gesso de Paris, gesso de estucador, gesso rápido ou gesso de construção.

Bi-hidratado Semi-hidratado ou hemidrato

Fabricação

Quando calcinada a temperatura da ordem de 160ºC a gipsita desidrata-se parcialmente, originando um semi-hidrato conhecido comercialmente como gesso.

Sinônimos gipsita gesso gipso mais adequada ao mineral em estado natural termo mais apropriado para designar o produto calcinado

Gesso na Construção

Gesso na Construção FASES

100 ºCSecagem da umidade da

CALCINAÇÃO HETEROGÊNEA matéria-prima

150 ºCHemihidrato
150 ~ 250 ºCAnidrita I (instável)
400 ~ 450 ºCAnidrita I (estável)

Ca2SO4 Pouco solúvel

Retarda a pega

Reações Químicas -Endurecimento

Reação de hidratação:

inversa à anterior, com desprendimento de calor, com dilatação térmica linear da ordem de 0,3%; e a retração por secagem é ligeiramente inferior a este valor.

Gesso na Construção Endurecimento

Quantidade de água necessária:

Teoricamente 25% Na prática 50 a 70% (evitar pega muito rápida).

Início de pega: 2 ou 3 minutos Fim de pega: 15 a 20 minutos

Pode-se alterar o tempo de pega pela adição de:

retardadores: Na2SO4, caseína, açúcar, álcool aceleradores: alúmen (silicato duplo de alumínio e potássio), sulfato de alumínio, sulfato de potássio.

Gesso na Construção Endurecimento

Gesso na Construção PROPRIEDADES

PEGA (temperatura e tempo de calcinação, finura, água amassamento e impurezas ou aditivos.)

Dentre as suas propriedades físicas vale destacar:

a dureza 2 na escala de Mohs; a densidade 2,35; a elevada solubilidade; e a cor que, a depender das impurezas contidas nos cristais, varia entre incolor, branca, cinza e amarronzada.

Gesso na Construção PROPRIEDADES

Gesso na Construção PEGA

Influência da Temperatura na Pega de Pastas de Gesso

Fonte: IBRACON

Gesso na Construção PEGA

Relação água/gesso no tempo de pega

(Parte 1 de 4)

Comentários