RELATÓRIO DE ALIENE final

RELATÓRIO DE ALIENE final

(Parte 1 de 4)

São Luís 2009

Relatório apresentado ao Curso de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário do Maranhão – UNICEUMA, com a finalidade de demonstrar as atividades do estágio Curricular I, desenvolvidas no Centro de Saúde Gapara na área de Saúde Coletiva.

São Luís 2009

Correia, Aliene Rodrigues

CorreiaSão Luís, 2009.

Relatório de estágio curricular em Saúde Coletiva/ Aliene Rodrigues 51 f.

Relatório (Graduação em Enfermagem) – Centro Universitário do Maranhão – UniCEUMA, 2009.

1.Enfermagem – Relatório I . Saúde Coletiva. CDU 616-083 (047.3)

Relatório apresentado ao Curso de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário do Maranhão – UNICEUMA, com a finalidade de demonstrar as atividades do estágio Curricular I, desenvolvidas no Centro de Saúde Gapara na área de Saúde Coletiva.

Aprovado em _/_/_ Nota _

Supervisor Técnico e Docente

Dedico primeiramente a Deus e às pessoas mais importantes da minha vida: meus pais Francisco Lima Correia e Francisca de Lourdes Rodrigues Correia, meus irmãos Alysson e Abilene, meu namorado Fernando Lira.

Primeiramente agradeço a Deus o meu eterno e fiel amigo que me ajuda em todos os momentos da minha vida e que é o autor das minhas realizações.

E em segundo lugar a todos que ao longo desta caminhada colaboraram de alguma forma para o meu crescimento.

Especialmente, aos meus pais que não mediram esforços para que eu pudesse chegar até aqui.

Aos meus irmãos, Alysson e Abilene que me ajudaram ao longo desta caminhada. Ao meu namorado Fernando Lira por sua paciência, dedicação e conforto nas horas difíceis.

E não poderia esquecer os funcionários do Centro de Saúde Gapara, em especial as dirigentes locais: Tânia Maria Normando Alves e Lindalva Pinto Pereira pela receptividade e educação em nos receber, a técnica de enfermagem Bárbara Lopes pela sua generosidade em passar seus conhecimentos e experiências sobre vacinação.

A todos os meus colegas do grupo pelo companheirismo, disponibilidade em ajudar durante todos os estágios que participamos juntos.

Enfim, a todos que de forma direta ou indireta participam para que mais uma etapa na minha vida fosse realizada.

“O treinamento é o aprendizado das regras. A experiência é o aprendizado das exceções." (Kathy Wagoner)

ACS: Agente Comunitário de Saúde AIDS: Síndrome da Imunodeficiência adquirida BCF: Batimentos Cárdio-Fetal CSG: Centro de Saúde Gapara DST’s: Doenças Sexualmente Transmissíveis DUM: Data da Última Menstruação DPP: Data Provável do Parto ECA: Estatuto da Criança e Adolescente HA: Hipertensão Arterial HAN: Hanseníase HIPERDIA: Hipertensão e Diabetes HIV: Vírus da Imunodeficiência Humana PCCU: Preventivo do Câncer do Colo Uterino PQT: Poliquimioterapia RG: Registro Geral RN: Recém Nascido SAME: Serviços de Arquivos Médicos e Estatísticos SISPRÉNATAL: Sistema de Informação do Pré-Natal SV: Sinais Vitais SUS: Sistema Único de Saúde VOP: Vacina Oral contra Poliomielite

1 IDENTIFICAÇÃO9
2 INTRODUÇÃO10
3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA12
4 CARACTERIZAÇÃO DO CAMPO DE ESTÁGIO14
4.1 Histórico14
4.2 Área de atuação e caracterização do campo de estágio15
4.3 Estrutura do Campo16
4.3.1 Fluxograma16
4.3.2 Organograma17
Número de funcionários
Estrutura Física da Unidade18

SUMÁRIO 4.3.4 4.3.5 18

4.4 A importância do Centro de Saúde para a comunidade19
4.5 Descrição dos setores onde foi realizado o estágio19
5 O ESTÁGIO20
5.1 Conhecimento e adaptação ao campo de estágio21
5.2 Atividades desenvolvidas no campo de estágio21
6 CONSIDERAÇOES FINAIS25
REFERÊNCIAS26

ANEXOS................................................................................................................... 27

1 IDENTIFICAÇÃO a) Estagiário(a) Aliene Rodrigues Correia

e semanal de18 horas, perfazendo uma carga horária total de 360 horas de estágio

Curso de Enfermagem 7º período – Turma 270716 – Ano 2009 Iniciou o curso em 2006, via vestibular. Início do estágio 03/08/09 e término 18/12/09 cumprindo uma jornada diária de 4,5 horas Email: alienerc@hotmail.com b) Campo de Estágio

São Luís – MA.

Centro de Saúde Gapara, localizada na Rua Projetada, s/n – Bairro Gapara

Telefone: (098) 3242-3656. Ramo de Atividade: Atenção Básica de Saúde. Supervisor Técnico: Gilmárcia Pinheiro Pereira – Enfermeira. Nome dos dirigentes locais: Tânia Maria Normando Alves /Dir. adm. Lindalva Pinto Pereira. Área do Estágio: Enfermagem em Saúde Coletiva. Atividades: Consulta Médica; Consulta de Enfermagem; Consulta Odontológica; Preventivos; Curativos; Imunização; Teste do Pezinho.

2 INTRODUÇÃO

A Enfermagem é a arte de cuidar e também uma ciência cuja essência e especificidade é o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral e holístico, desenvolvendo de forma autônoma ou em equipe atividades de promoção, proteção, prevenção e recuperação da saúde.

Para isso é importante o enfermeiro conhecer as diretrizes do Sistema Único de Saúde

como também elaborar planos de intervenção

(SUS) e as normas técnicas vigentes, podendo identificar e avaliar os problemas de saúde

isoladamente define a complexidade teórica de conceito

Segundo Brasil (2002a), a Saúde Coletiva é um movimento complexo definível apenas em sua configuração mais ampla, pois há várias formas de visualização e nenhuma delas

Tendo como direcionamento de ação a disciplina Saúde Coletiva, cabe-nos lembrar na íntegra o conceito e pô-lo em prática no decorrer deste estágio curricular supervisionado.

O estágio supervisionado é de fundamental importância na formação do graduando de enfermagem, pois é onde se tem a oportunidade de complementar a teoria aprendida em sala de aula com a prática no dia-a-dia.

O alto nível de satisfação da orientação do estágio nos deixa como estagiário à vontade em colocar em prática supervisionada o que nos foi passado em sala de aula e trocar informações e atualizações para melhor servir a comunidade.

adquiridos em sala de aula, desenvolvida no campo de estágio

Os objetivos foram organizados em vista a um plano de estágio da disciplina

belíssimo trabalho neste Centro de Saúde

O estágio curricular, realizado no Centro Saúde Gapara, local de abrangência de uma comunidade carente conta com uma equipe multiprofissional, integrada e homogênea que em sincronismo com a equipe do Programa de Saúde da Família, desta área, vem realizando um

Os serviços oferecidos com dia e hora marcados evitam assim, transtornos em esperar e aglomerações de filas cansativas, atendendo as demandas programadas e a espontânea. Sempre nos serviços de odontologia, ginecologia, PPCU, acompanhamento dos Programas: HiperDia, Hanseníase, Tuberculose, atendimento a criança e adolescente, imunização, teste do pezinho, entre outros.

Estruturalmente o Centro de Saúde Gapara, segue as normas de padronização estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), possuindo, por exemplo: sala de imunização climatizada, consultório médico e de enfermagem.

O estágio não só tende a capacitar em realizar uma consulta de enfermagem como nos oferece um leque de conhecimentos nas diversas áreas da Saúde Coletiva: acompanhamento no tratamento da Hanseníase (identificar uma reação hansência, desmame exames de monitoramento para um paciente em tratamento); Hipertensão Arterial (fármacos mais utilizados, importância da adesão ao tratamento, abandono do sedentarismo); Diabetes Melittus (identificar o tipo de HiperDia, adesão ao tratamento, auto cuidado); PPCU atendimento integral a mulher em idade fértil e pós-menopausa); imunização e teste do pezinho, atendimento a criança e ao adolescente cumprindo os dispostos do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

constituem parte do conhecimento a ser explorado durante todo o Estágio Curricular do curso

As áreas de estágio seguem o estabelecido no projeto pedagógico do Curso, após avaliação do Colegiado de Curso e aprovação do CEPE, estando em consonância com o que preconizam as Diretrizes curriculares dos Cursos de Graduação em Enfermagem, e

Para uma maior avaliação do que foi abordado, o leitor é convidado a verificar a exposição desse relato, iniciando com a fundamentação teórica e em seguida os itens que vão caracterizar os Estágios Supervisionados de Saúde Coletiva.

3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

A estratégia do PSF prioriza as ações de prevenção, promoção e recuperação da saúde das pessoas, de forma integral e contínua. O atendimento é prestado na unidade básica de saúde ou no domicílio, pelos profissionais (médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e agentes comunitários de saúde) que compõem as equipes de Saúde da Família. Assim, esses profissionais e a população acompanhada criam vínculos de co-responsabilidade, o que facilita a identificação e o atendimento aos problemas de saúde da comunidade.

A idéia hoje não é mais só de tratar a doença, mas também preveni-la, através de ações coletivas de saúde. Sabemos que a ausência de doenças não significa ter saúde, é preciso buscar outros fatores que proporcione um bem-estar completo, como destaca kawamoto (2004), que considera que a saúde é resultante da influência dos fatores sociais, econômicos e culturais, refletidos a partir da alimentação, habitação, educação, renda, meio ambiente, trabalho, transporte, emprego, lazer, liberdade, acesso a serviço de saúde.

A saúde para Polignano (2000) começou quando o homem descobriu que a vida em comunidade resultava em perigos especiais para a saúde dos indivíduos que constituem os grupos, e foi dessa forma que precisou descobrir meios de minimizar e até evitar esses perigos. A experiência dos resultados durante anos conduziu ao estabelecimento de estratégias que, sob forma de regras, leis e práticas individuais, comunitárias e religiosas, constituíram o esboço que está no princípio de uma atuação coletiva e coordenada com finalidade de promover o bem estar e preservar a saúde.

O acúmulo técnico-político dos três níveis de gestão do SUS, na implantação do Programa de Agentes Comunitários de Saúde e da estratégia de Saúde da Família, elementos essenciais para a reorientação do modelo de atenção, tem possibilitado a identificação de um conjunto de questões relativas às bases conceituais e operacionais do que se tem denominado "Atenção Básica à Saúde" no Brasil, e de suas relações com os demais níveis do sistema. Esta discussão fundamenta-se nos eixos transversais da universalidade, integralidade e eqüidade, em um contexto de descentralização e controle social da gestão, princípios assistenciais e organizativos do SUS, consignados na legislação constitucional e infraconstitucional (BRASIL, 2009, p.1).

De acordo com Ghiorzi (2004), a saúde coletiva é uma nova forma de pensar e de agir em relação à problemática de saúde, o trabalho dos profissionais da área de enfermagem articulado com os demais trabalhadores da área de saúde para atingir determinados objetivos.

O SUS dispõe de um órgão colegiado por representantes do governo, dos prestadores de serviço, dos profissionais de saúde e dos usuários, que tem como uma de suas atribuições os acompanhantes e avaliação das ações e serviço de saúde (MURTA, 2007).

O Programa Saúde da Família (PSF) foi criado pelo Ministério da Saúde em 1994.

Abordagem Integral – Atenção individual, familiar e à comunidade

Tem como objetivo desenvolver ações de promoção e proteção à saúde da população carente brasileira (NORMA OPERACIONAL DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE, 01/2002). É de

Segundo Ferreira (2005), podemos identificar que na atual conjuntura, a Saúde

(Parte 1 de 4)

Comentários